in , ,

Entenda a importância de um Mídia Kit

Entenda a importância de um Mídia Kit

Já não é segredo para ninguém como o marketing e a publicidade têm se tornado indispensáveis nos dias de hoje, sobretudo na esfera digital.

O que poucos sabem é como um Mídia Kit pode ajudar uma empresa a se destacar no mundo corporativo.

De fato, nós vivemos uma das épocas de maior concorrência entre as marcas, já que quase diariamente surgem novas empresas e negócios, sempre oferecendo as mesmas soluções, o mesmo produto ou serviços similares.

Para ilustrar isso, se abrimos um motor de busca como o Google e pesquisamos algo como camisetas personalizadas para eventos, os resultados são muitos.

Então, a pergunta que fica é esta: como exatamente se destacar na multidão?

É justamente aí que surgem os diferenciais no modo como a marca se posiciona frente ao mercado como um todo, o que inclui sua clientela, que precisa ser compreendida de modo profundo, mas também os seus parceiros de negócio.

Esses parceiros podem ser de vários tipos, geralmente incluindo outras empresas que contratam seu serviço, em uma relação de tipo B2B (Business-to-Business, isto é, de Empresa para Empresa), ou parceiros que trocam conteúdos.

No caso dos serviços terceirizados, temos a situação mais comum do Mídia Kit, que é uma ferramenta que ajuda a marca a apresentar de modo sucinto e instigante a sua proposta, deixando claro quais são as vantagens de fechar negócio com ela.

Já uma parceria de guest post, por exemplo, também poderia partir de uma apresentação dessas, como modo de duas marcas se unirem sem relação comercial, mas sim estratégica, a partir da qual os dois lados se beneficiam mutuamente.

Isso já mostra como o Mídia Kit pode ser importante e até mesmo promissor.

Mas o ponto básico é que muitos empresários ou gestores ainda não o compreendem, confundindo-o com um simples portfólio ou apresentação genérica da empresa.

Por isso decidimos escrever este artigo, trazendo aqui o que exatamente é um Mídia Kit, bem como quais são os conceitos que dão base aos conselhos práticos sobre como fazer um e mantê-lo atualizado. Sem falar em sua importância no médio e longo prazo.

O mais bacana é que atualmente essa estratégia está tão evoluída que ela realmente já pode ser aplicada a diversas marcas, seja para um influencer vender seus serviços ou uma empresa de brindes promocionais conseguir fechar uma nova parceria.

Então, se você quer entender de uma vez por todas qual é a importância dessa ferramenta, criando um Mídia Kit memorável que seja capaz de atrair as melhores oportunidades para seu negócio, basta seguir adiante na leitura.

Mídia Kit: o que ele é afinal?

Já vimos que o Mídia Kit pode ter algumas aplicações inusitadas, mas certamente é melhor compreendermos primeiro sua definição original, como modo de dominar melhor essa estratégia de comunicação.

Basicamente, ele é uma apresentação diferenciada que um veículo de mídia cria para propor negócios aos seus possíveis anunciantes.

Esses veículos têm interesse no tráfego e na visibilidade que a marca do Mídia Kit é capaz de gerar.

Por exemplo, um influencer ou um blogueiro que está sempre falando sobre o mundo geek pode atrair um público perfeito para uma empresa que produz adesivo transparente personalizado.

Neste caso, a empresa fechará uma parceria com vistas a acelerar seu posicionamento no mercado, atraindo um público assertivo que com certeza trará um resultado melhor.

Ou seja, pode parecer que a empresa capaz de gerar tráfego não tenha tanta importância, mas no fundo, ela é tão importante quanto qualquer outro veículo como o rádio, a televisão, os banners de rede de display online, e daí em diante.

Salientando que hoje já não são apenas os anunciantes em potencial que podem solicitar o Mídia Kit de uma determinada marca, mas qualquer parceiro em potencial.

Assim, o que ele faz é encurtar distâncias e facilitar a comunicação.

Além do que, se falamos de um bom material, ele também passa a conter elementos estratégicos, que podem persuadir um parceiro em potencial, passando na frente da concorrência.

Mídia Kit: o que ele é afinal?

Sobre o formato que ele assume

Basicamente o Mídia Kit é um documento, tendo o aspecto físico de um portfólio, embora em termos de proposta ele precise ir muito além de um simples “cardápio” de opções.

Hoje em dia, esse documento pode ser impresso, tal como um catálogo, mas geralmente costuma ser feito de modo digital, como uma apresentação de computador ou celular.

Além disso, nem é preciso dizer que o Mídia Kit pode ser estático ou mesmo animado, contando com flashes, áudios, vídeos e animações em geral, embora investir nesse tipo de multimídia exija cuidados para não cair em exageros.

Em todo caso, a comunicação visual dele é de suma importância, já que qualquer marca que queira vender seu veículo de mídia sempre estará lidando com um serviço de marketing e publicidade.

Ou seja, ela não pode prometer que vai gerar tráfego, visualização e atrair um público-alvo específico se não der provas de que ela própria é capaz de fazer isso com seu parceiro ou cliente em potencial.

Isso quer dizer que a identidade visual é tão importante quanto a identidade verbal e as informações que o Mídia Kit possa conter, seja em termos de convicções ou de valores.

Como o Mídia Kit funciona na prática?

Um dos maiores problemas que acabam ocorrendo durante a criação ou atualização de um Mídia Kit (sim, fazer a manutenção constante dele é fundamental, como veremos abaixo) é que as marcas acabam caindo no prolixo ou exagerado.

De fato, é preciso cuidado, pois estamos diante de uma ferramenta incrível, que pode assumir vários formatos e envolver questões delicadas e empolgantes que vão desde a história da firma até os valores cobrados por seus serviços.

Ou seja, essa fórmula tem tudo para ser perigosa. Portanto, o modo mais prático de não cair no erro de seu Mídia Kit conter coisas de mais ou de menos é desenhando um plano de execução, com uma lista do que ele deve apresentar.

Logo, se você é um influencer da área de esportes e quer fazer contato com empresas da área de medalhas personalizadas, então não hesite em customizar seu material, trazendo informações como:

  • Surgimento da marca;
  • História dos fundadores ou sócios;
  • Missão, Visão e Valores;
  • Informações de alcance e estatísticas;
  • Facilidades de customização;
  • Detalhes do público-alvo atingido;
  • Tipos de campanhas e ações;
  • Modalidades de exposição e anúncio;
  • Preços e prazos de pagamento.

Esse princípio de customizar ou personalizar o Mídia Kit cada vez que for enviá-lo a um prospect é algo muito interessante.

Nesse sentido, ele funciona mais ou menos como um currículo, que pode se tornar muito mais assertivo se for atualizado desse modo.

Entretanto, ele vai muito além de um simples currículo. Além do mais, ficou claro o quanto é importante mostrar que você domina seu próprio tráfego, assim como dar detalhes sobre o público-alvo que você atrai.

Se quiser se diferenciar, informe algumas métricas e análises recentes, como o tempo que um visitante seu fica na tela, a localização demográfica dele, grade de horários e níveis de engajamento, entre outros pontos que reforçam sua proposta.

Tenha mais diferenciais

Além de informações detalhadas sobre seu público-alvo e de uma identidade visual bem realizada, há alguns detalhes que sempre podem chamar mais atenção, ressaltando ainda mais a importância de um Mídia Kit.

Por exemplo, colocar seus cases de sucesso em sinergia com a empresa que está propondo a parceria.

Se a contratante trabalha com entrega de encomendas rápidas, procure outras parcerias que você teve com empresas de um nicho próximo.

Lembre-se também do que falamos sobre atualização constante. S

e o cliente em potencial perceber que as informações, métricas e dados gerais são recentes, ele já vai se sentir como se estivesse dentro da parceria, visualizando os resultados que pode conseguir.

Por fim, mostre idoneidade. Infelizmente, muitas marcas caem no erro antiético de exagerar em alguns números, prometendo o que não podem cumprir.

Mostre a origem dos seus relatórios e como você comprovará resultados, e isso mudará tudo.

Tenha mais diferenciais

Não fique na espera por clientes

Como um bônus, por fim, é preciso lembrar que a criação de um Mídia Kit não pode ser algo passivo, como se você fosse criá-lo e atualizá-lo somente quando algum parceiro em potencial vier atrás de você.

Pelo contrário, agora que você já entendeu a importância dessa ferramenta, nada melhor do que ter a proatividade de criar seu Mídia Kit e torná-lo mais acessível.

Assim, além de deixá-lo disponível no site, faça campanhas frequentes de disparo por e-mail, mas sempre com um mailing customizado que inclua apenas leads promissores, sejam eles da área de adesivos personalizados ou do mundo fitness.

Por fim, divulgue-o também em suas redes sociais, criando gatilhos mentais que possam atrair a atenção das principais marcas com as quais você gostaria de trabalhar.

Conclusão

Falar em Mídia Kit é ir de encontro a uma das ferramentas mais incríveis do marketing atual, o que vai muito além de um simples portfólio ou de um currículo empresarial.

Além da importância dele, também vimos detalhes que ajudam a entender as boas práticas da sua criação e manutenção.

Com isso, você já pode dar seus primeiros passos e aplicar alguns diferenciais que certamente trarão resultados.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Conheça 6 vantagens de fazer excursões

Conheça 6 vantagens de fazer excursões

Saiba as 5 vantagens de viajar sozinho

Saiba as 5 vantagens de viajar sozinho