in ,

O que vem depois do certificado de conclusão de curso de inglês

O que vem depois do certificado de conclusão de curso de inglês

Se seu sonho era aprender inglês e você finalmente conquistou seu certificado de conclusão de curso, tenho uma boa notícia!

O sonho não acabou! Isso porque, quando a gente aprende um idioma, a verdade é que nunca para de aprender…

Confira, então, 3 dicas práticas de como continuar se aprimorando no inglês ou no idioma estrangeiro que você escolheu aprender. 

1. Continue aprendendo novas palavras e frases em inglês

Você já emoldurou seu certificado de conclusão de curso do inglês? Parabéns! Sem dúvida, é uma conquista e tanto.

Mas, como você já deve ter percebido, sempre aparece uma palavrinha nova aqui e ali, certo?

O curso de inglês que você fez talvez tenha sido ótimo. Mas a verdade é que curso nenhum nos ensina tudo. Quando se trata de um idioma estrangeiro, sempre há mais o que aprender.

Por isso, não perca a oportunidade de acrescentar à sua pilha de aprendizagem diárias todas as novas palavras e frases em inglês que você veja por aí e que lhe pareçam interessantes.

Seja lendo artigos ou jornais na Internet. Seja lendo algum material específico da sua área profissional ou de estudo.

Ou seja pesquisando sobre o seu hobby ou passatempo favorito. Esse é o caminho natural para continuar a aprender inglês sozinho.

Uma equação ganha-ganha

Ampliar o seu vocabulário de forma personalizada é uma maneira fácil e efetiva de continuar melhorando o seu inglês.

Isso, basicamente, por dois motivos. O primeiro é que, quando consome material sobre assuntos do seu interesse, você dificilmente sente que está “estudando inglês”.

O segundo é que, ao aprender mais palavras e expressões relacionadas a assuntos que você domina ou dos quais gosta, você naturalmente está mais preparado(a) para falar sobre eles.

O que é sempre interessante, quando a gente encontra alguém com quem precisa falar em inglês.

Os interesses pessoais são um dos assuntos mais naturais a abordar quando se conhece alguém — seja no nosso país ou não.

2. Divirta-se (em inglês!)

A segunda dica que tenho pra você, na verdade é um desdobramento da primeira.

Além de informação sobre os seus interesses, acostume-se também a consumir cultura e entretenimento em inglês.

Gosta de ler? Leia. Em inglês! Gosta de assistir a séries de TV? Que sorte a sua, porque as opções são muitas…

Basicamente, então, a ideia é integrar o inglês ao seu tempo de lazer. De novo, há duas vantagens. A primeira é que você não abre mão das coisas de que gosta de fazer no seu tempo livre.

A segunda é que, mesmo no seu tempo de lazer, você continua aprendendo e melhorando o seu inglês.

2. Divirta-se (em inglês!)

Mantenha a diversão… divertida

A única armadilha a evitar, aqui, é “engessar” os seus momentos de lazer. Se você gosta de ler, nada de fazer isso com o dicionário do lado.

Mesmo que você já tenha um certificado de conclusão do curso de inglês, naturalmente vai se deparar com expressões que ainda não conhece.

E ainda bem! Porque são elas que vão permitir que você continue aprendendo e melhorando o seu inglês.

No entanto, procurar o significado de cada palavra que não conhece, enquanto você lê, vai transformar o seu prazer em uma atividade difícil e arrastada.

Ao invés disso, aprenda a se concentrar no contexto. Leia para se divertir e, apenas se uma palavra ou expressão se repetir muito ou impedir sua compreensão do sentido geral, pare e pesquise seu significado.

Como usar filmes e séries para melhorar o inglês

Se você prefere passar seu tempo livre na frente da telinha, nada de filmes dublados em português! Esqueça de vez as dublagens.

Se você quer usar os filmes e séries de TV como recursos de aprendizagem, há um método a seguir. 

Para começar, prepare-se para assistí-los mais de uma vez. Se você já tem um certificado de conclusão de curso de inglês, é provável que já consiga entender um pouco do que ouve nos filmes. Nesse caso, primeiro, assista aos que escolheu com as legendas em inglês.

Mas resista à tentação de lê-las o tempo todo. Experimente prestar mais atenção ao que está vendo acontecer na tela e ao que está ouvindo.

Mais uma vez, o segredo é não se apegar demais aos detalhes. Especialmente no início. No começo, contente-se em entender o sentido geral da história. 

O próximo passo é assistir aos mesmos filmes, ou episódios de séries sem as legendas. Com filmes e séries, as imagens ajudam muito. E a história, afinal de contas, você já conhece. 

3. Não deixe seus ouvidos à toa

Se você, como eu, tem uma agenda cheia, talvez não sobre muito tempo para livros e filmes.

Nesse caso, pode ser que você também goste de um recurso que eu uso o tempo todo. Os podcasts.

A grande vantagem dos podcasts é que você consegue ouvi-los enquanto faz muitas outras coisas. 

Eu, por exemplo, nunca deixo de escutar algum enquanto cozinho ou lavo a louça. Se você corre, caminha ou se exercita em uma academia, também pode fazer isso enquanto escuta um podcast em inglês.

Com os podcasts, até a fila no supermercado ou a espera no dentista se transformam. Ao invés de coisas chatas, que a gente simplesmente tem que fazer, viram momentos agradáveis, nos quais você aprende um pouco mais.

3. Não deixe seus ouvidos à toa

A escolha ideal para o seu nível

Outra vantagem incrível dos podcasts é que você vai encontrar programas sobre praticamente todos os assuntos. E que se adaptam a pessoas com diferentes níveis de inglês.

Se você está no nível iniciante, o ideal é procurar podcasts criados para quem está aprendendo inglês.

E, preferencialmente, que sejam apresentados em português. Um segundo passo é selecionar aqueles ainda criados para quem está aprendendo o idioma, mas já apresentados totalmente em inglês. 

A partir do momento em que já consiga dominar estes, pode dar mais um passo adiante.

O ideal, nesse ponto, é escolher sites que falem de notícias ou atualidades. Mas em uma velocidade mais lenta do que a padrão. E com um vocabulário simplificado.

Já está tirando de letra? Ótimo! Quando mesmo os podcasts simplificados de notícias estiverem ao seu alcance, o céu é o limite.

A partir daí, procure por podcasts em inglês produzidos para os nativos nesse idioma. Há, literalmente, opções para todos os gostos.

De literatura a culinária. Passando por esportes, cinema e humor. Você vai encontrar tanta coisa interessante que seus fones de ouvido nunca mais terão folga… 

Guest post escrito por Lize Gevaerd, do MosaLingua.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 dicas para melhorar a disposição no home office

5 dicas para melhorar a disposição no home office

Você sabe diferenciar Warm Calling de Cold Calling

Você sabe diferenciar Warm Calling de Cold Calling?