in ,

3 curiosidades sobre carteira de habilitação

3 curiosidades sobre carteira de habilitação

Tirar uma carteira de habilitação é um dos maiores sonhos entre jovens e também em maio aos adultos que tem como prioridade uma independência em relação à locomoção, não tendo que depender de transportes públicos ou caronas de familiares e amigos.

Ainda que a carteira traga essa liberdade evidente, bem como a melhoria de uma rotina, ainda mais dentro daquelas cheias de compromissos de trabalho e estudantis, existe ainda o fator diversão e sensação providenciado pelo ato de dirigir de maneira geral.

Muitos motoristas afirmam que o sentimento de “cair na estrada” ou até mesmo pegar um carro e dirigir por horas.

Pensando na vida e sobretudo em meio ao ato de dirigir são as melhores atividades possíveis, igualando a outras, como caminhadas e até descanso.

Por essas e outras, é essencial para qualquer pessoa de espírito livre retirar uma carteira e andar de maneira legal dirigindo carros, motos, caminhões, ônibus e qualquer outro veículo.

No texto a seguir vamos explicar mais sobre algumas das grandes vantagens de ter uma CNH, algo que é conquistado a partir de várias etapas, como aula para habilitado.

1- As vantagens de ser habilitado

Com o crescimento massivo das cidades, são muitas as vantagens de ter a possibilidade de deslocamento ainda mais prática e independente, não tendo que ficar à mercê do funcionamento de espaços públicos, que disponibilizam veículos para todos.

Esse é o primeiro ponto de importância quando falamos em retirar uma carteira de habilitação, a partir de aula de volante.

Sendo essa uma das principais prioridades de jovens que acabam de completar 18 anos, e que tem condições de comprar um carro.

Antes de mais nada, é interessante pontuarmos as principais questões benéficas em ter uma habilitação. A primeira, quase sempre colocada, é o poder na urgência.

Muitas vezes a locomoção é utilizada como ferramenta do dia a dia, permitindo que inúmeras situações sejam facilmente resolvidas a partir de uma carteira habilitação B ou seja, poder sair de casa e ir a espaços como:

  • Supermercados;
  • Hospitais;
  • Clínicas veterinárias;
  • Órgãos públicos;
  • Drogarias.

No momento de uma urgência, como é o caso de um familiar que está passando mal, a pessoa que possui carteira de habilitação consegue pegar o carro disponível em uma residência ou até mesmo para alugar, e levar a pessoa a um lugar de atendimento.

Sem a situação de ter uma carteira em mãos, conquistada a partir de aula de direção para habilitados, é praticamente impossível agir em um momento de necessidade.

Outro ponto de vantagem para aqueles que possuem carteira, e podem de fato pegar em um veículo e dirigi-lo, é a melhoria dentro das rotinas de trabalho ou estudo.

Isso porque muitas das vezes nossas casas são um tanto distantes dos pontos de trabalho, ou até mesmo de locais de estudo, como escolas ou faculdades. 

Dessa forma, sem um carro e sem carteira, o ideal seria apanhar um transporte público, como ônibus ou metrô.

1- As vantagens de ser habilitado

Ainda que sirvam para a situação, nem sempre os transportes públicos são tão eficientes quanto os carros. Primeiro, ter um carro em casa facilita a saída e a chegada em lugares.

Segundo, muitas das vezes o deslocamento até um ponto de transporte público acaba custando tempo significativo, que pode fazer com que você se atrase para compromissos, ou tenha sempre que se esforçar em acordar mais cedo, para sair mais cedo de casa.

Embora essas situações não sejam consideradas fora do comum, elas demandam não apenas esforço, mas disciplina, algo que nem sempre é presente nas rotinas.

Por fim, uma das maiores possibilidades para pessoas que possuem carteira de motorista, independente do tipo dela, é a escolha por passar um tempo dirigindo pela cidade ou estradas, pensando na vida e conseguindo de fato desestressar do dia a dia.

2- De que forma é possível tirar uma carteira?

Para ter acesso a uma Carteira Nacional de Habilitação (CNH), o documento de habilitação considerado no Brasil, é preciso começar a partir da inscrição no programa nacional de trânsito, que permite com que o processo para retirada da carteira inicie.

Em geral, são pelo menos 12 meses para fazer todas as partes do programa, mas o prazo pode ser estendido, nos últimos anos, para 18 meses de processos cabíveis.

Em seguida, é importante dar entrada com as papeladas para os testes de aptidão, conhecidos como psicotécnico, físico e mental. 

Os três conseguem trazer uma ideia se a pessoa concorrendo à habilitação poderá dirigir ou não e ter acesso ao documento.

Isso acontece porque existem muitos casos onde transtornos, dos mais diferentes tipos, impossibilita a retirada de uma CNH especial PCD, por motivos que consideram reflexos, garantia no volante e estabilidade mental para exercer de fato uma função no trânsito.

Em seguida, está o momento da matrícula em uma autoescola, espaço onde os alunos e concorrentes a uma habilitação vão estudar mais sobre a legislação de trânsito.

Dentro dessas regras existem formas de vivência no trânsito, não apenas com outros veículos, mas em relação à vida de pedestres e todo o procedimento de praxe para quem está começando a dirigir, atentando para todos os cuidados necessários.

As aulas têm um período mínimo de obrigatoriedade, geralmente 45 horas por aula, que incluem não apenas exercícios teóricos, mas também os práticos em máquinas que simulam uma direção em uma empresa de vistoria veicular.

A partir desses estudos, existe a fase da prova de legislação, onde todos os itens que foram estudados ao longo do curso teórico serão provados em um exame trabalhoso.

Depois de passar nessa fase, você poderá se matricular para aulas práticas de direção, que são feitas por profissionais da própria instituição, que poderão guiar e ajudar em todos os momentos, para que haja de fato uma compreensão, com a máxima segurança.

São algumas aulas consideradas básicas, o que pode ser aumentado a partir da requisição por aulas extras. 

2- De que forma é possível tirar uma carteira?

Tudo só finaliza após o dia da prova final, onde o aluno que procura adicionar categoria A na CNH poderá fazer ao vivo tudo o que aprendeu.

Se aprovado para o tipo de carteira desejada, o aluno pode dar entrada nos documentos necessários para a retirada da CNH. 

Ainda assim, existem chances de refazer testes caso seja reprovado, respeitando sempre o período final do prazo do processo de habilitação.

É importante falar sobre os valores da retirada de habilitação, que variam tanto para os tipos de categorias, como entre autoescolas e inscrições em cidades no Brasil.

3- Quais as categorias existentes de CNH?

Poucas pessoas sabem, mas existem pelo menos cinco possibilidades de CNH oferecidas no Brasil, que podem ser escolhidas a partir da vontade de cada concorrente.

Bem como das necessidades, seja dentro das rotinas quanto na oportunidade de trabalho, são elas A, B, C, D e E.

A CNH tipo A é aquela voltada para a direção de veículos de duas ou três rodas, ou seja, motocicletas, triciclos, dentre outros que entrem dentro dessa especificação. 

O tipo B é o mais tradicional, conhecido por ser o que pessoas retiram para dirigir carros, ou veículos de quatro rodas, com até 3.500 quilos. 

Além disso, é possível utilizar a carteira para habilitação de direção de motorhome e até mesmo veículos de espaço com carga.

Na categoria C estão aqueles veículos considerados de grande porte, como caminhões, tratores e máquinas de cunho agrícola. 

Ainda que alguns sejam de quatro rodas, essa é uma disposição diferenciada da carteira B, muito pelo tamanho destes.

Retirar a habilitação categoria D concede oportunidades de trabalho, para pessoas que desejam dirigir veículos de transporte, ou seja, ônibus ou micro-ônibus com acomodação para mais de oito pessoas, tendo então ensinamentos voltados à humanização.

Por fim, a habilitação E pode ser aquela cuja possibilidade de direção envolve todos os veículos citados nas modalidades anteriores, sendo mais utilizado para condução de grandes caminhões ou cargueiros de rodas.

É bem comum que as pessoas que testam para conseguir essa habilitação trabalham especialmente com veículos de altas toneladas, geralmente utilizados por empresas.

Considerações finais 

Portanto, não restam dúvidas das vantagens de quem investe na retirada de uma habilitação.

Sendo essa a principal forma de ter maior independência em relação à locomoção, mas também auxílio em situações de emergência e na entrada de grana extra no fim do mês.

Para quem deseja participar do processo de retirada da carteira, é extremamente necessário escolher o tipo de CNH desejada para sua rotina, e também seguir com rigor todas as fases necessárias, para que ocorram o mínimo de erros no processo.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Máquinas de café saiba mais sobre elas

Máquinas de café: saiba mais sobre elas

Tudo que você precisa saber para regularizar suas dívidas

Tudo que você precisa saber para regularizar suas dívidas