in , ,

Descubra tudo sobre o curso de odontologia estética

Descubra tudo sobre o curso de odontologia estética

A preocupação com a imagem tem se tornado cada vez mais importante para as pessoas, principalmente com a progressiva influência das redes sociais. Com isso, procedimentos embelezadores das mais diferentes áreas, como a odontologia estética, têm sido cada vez mais procurados.

Nos últimos anos tem ocorrido um aumento exponencial do interesse por tratamentos que promovem um sorriso mais bonito e harmônico.

Em função disso, a odontologia estética tem ganhado muita popularidade, especialmente por entregar resultados rápidos, bonitos e de forma não invasiva, em alguns casos.

Isso tende a ser muito benéfico, uma vez que procedimentos mais agressivos costumam trazer mais riscos, além de serem mais caros e demandarem mais atenção antes e após sua realização.

Segundo dados da Sociedade Brasileira de Odontologia e Estética (SBOE), entre os anos de 2015 e 2018, houve um aumento de 300% na realização dos procedimentos estéticos odontológicos no país. 

Além disso, a Associação Brasileira de Odontologia (ABO-SP) afirma que o tempo passado em casa, durante a pandemia, tem apenas reforçado essa tendência. 

Com isso, cresce também a busca por profissionais qualificados e a carreira promissora passa a ser mais procurada por muitos estudantes de odontologia.

O que é a odontologia estética?

A odontologia estética, também conhecida como dentística, é a área especializada na melhora da aparência e funcionalidade dos dentes. 

Assim, além de auxiliar na remoção de manchas, o tratamento estético realiza a restauração dos dentes que podem ter sido danificados por algum trauma ou até mesmo devido à aparição de cáries.

Esse tipo de reparo pode auxiliar na melhora da mastigação, fala e na recuperação da integridade estrutural do dente. 

Além disso, ela é responsável pelo ajuste de problemas como a má oclusão – encaixe inadequado da arcada dentária – e a separação ou junção excessiva dos dentes. 

Dentre os benefícios que a odontologia estética pode trazer para os pacientes, estão:

  • Ajuda na manutenção da autoestima;
  • Contribui para a funcionalidade do sorriso;
  •  Auxilia na remoção de manchas;
  •  Corrige deformidades como trincos e pequenas quebras;
  • Corrige a má formação do maxilar;
  • Deixa o sorriso mais simétrico e proporcional.

Assuntos estudados no curso

Trabalhar em um mercado que movimenta até R$ 38 bilhões por ano, além de ser tentador, é possível. 

Para isso, é necessário ser formado em nível superior no curso de Odontologia. A formação é de nível bacharelado e tem a duração de cinco anos, em média.

O curso envolve o estudo da bioquímica, farmacologia, estomatologia, periodontia, entre vários outros assuntos relacionados à saúde e formação de toda região da cabeça e pescoço. Depois de formado, o estudante estará apto para atuar como cirurgião-dentista. 

Após essa formação, para aperfeiçoar o conhecimento sobre a estética e aprender as técnicas necessárias para a realização desses procedimentos, o estudante deverá ingressar em um curso de pós-graduação direcionado para a especialização em dentística. 

Esse curso concentra os estudos no diagnóstico e planejamento de tratamentos, além de algumas matérias envolvidas no segmento de cirurgia plástica periodontal e os procedimentos necessários para a realização de restaurações.

Procedimentos realizados pela dentística

Agora que o curso pode ser melhor compreendido, é interessante também conhecer em quais áreas e tratamentos que a especialização possibilita ao profissional realizar, ampliando o campo de atuação.

Procedimentos realizados pela dentística

1. Lente de contato dental

A aplicação da lente de contato dental é um tratamento cosmético, mas que também tem funcionalidade restauradora. 

Isso porque, na prática, o procedimento se trata de uma técnica que instala placas ultrafinas de cerâmica ao redor dos dentes, a fim de corrigir rachaduras, manchas, quebras, espaçamento e pode até igualar o tamanho dos dentes e melhorar a mordida.

É um procedimento externo e pouco invasivo, uma vez que para realizá-lo não é necessário o desgaste dos dentes originais. 

Cabe ressaltar que aspectos como a forma da aplicação, o material escolhido e a manutenção necessária poderá interferir em quanto custa lente de contato dental, sendo necessário que o profissional verifique junto ao paciente as opções e orçamento.

Apesar disso, de modo geral, o custo-benefício e a rapidez da conclusão do tratamento tende a ser muito vantajosa e acaba impactando na escolha do paciente ao optar por este meio de deixar o sorriso mais harmonioso.

2. Tratamento ortodôntico

A ortodontia é uma das áreas que compõem a dentística. Ela vai tratar de problemas na formação e desenvolvimento dos ossos maxilar e da formação da arcada dentária, bem como o tratamento de problemas de má oclusão.

O dentista especializado em estética poderá indicar o tratamento pelo uso do aparelho dental invisivel ou outros tipos de aparelhos que melhor se encaixem nas necessidades e gostos do paciente.

É um tratamento mais longo e que pode ser iniciado a partir dos 7 anos de idade, já que os dentes definitivos já estão completando sua formação, nesse caso a estrutura usada deve ser a móvel.

O tratamento exige muita colaboração do paciente, mas também é o procedimento com maiores impactos na autoestima e melhora da funcionalidade dos dentes, bem como um dos mais comuns.

3. Implante dentário

A falta de um ou mais dentes pode ser causada por doenças como a cárie, placa bacteriana e até gengivite. Mas podem ser ocasionados por acidentes e demais ocasionalidades que interferem na autoestima, na capacidade de mastigação e até na fala.

Desse modo, a aplicação implante dentário também pode ser realizada pelo profissional dessa especialidade.

Basicamente, o tratamento consiste em um implante, geralmente de titânio, instalado no osso maxilar para substituir a raiz e sustentar um dente postiço. É uma forma mais estável de reparar a agenesia dental.

4. Clareamento dental

Por sua vez, o clareamento dental é o procedimento mais procurado nos últimos anos, pois é uma forma rápida e eficaz de restaurar a cor original e o brilho do sorriso. Ele auxilia na manutenção da autoestima e na capacidade de socialização.

O clareamento é realizado por três técnicas distintas, sempre com a orientação do dentista e é muito procurada, principalmente, após a finalização do tratamento ortodôntico, uma vez que o uso do aparelho invisível pode causar algumas manchas na superfície dentária devido ao tempo e, às vezes, inadequação dos processos de higiene.

Deste modo, percebe-se que a área de atuação é diversa, possibilitando a realização de procedimentos desde os mais simples aos mais complexos e atendimento de pacientes de diferentes perfis, promovendo mais chances de sucesso ao profissional. 

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe do blog Lógica de Mercado, uma rede de conteúdos para alavancar negócios e proporcionar mais qualidade de vida e saúde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Como começar um hobby

Como começar um hobby?

Neurodiversidade entenda mais sobre

Neurodiversidade: entenda mais sobre