in

Design, arquitetura e decoração: como essas áreas caminham juntas

Design, arquitetura e decoração como essas áreas caminham juntas

Cada profissional tem uma função específica em uma construção. Veja qual consultar para a sua obra.

Um projeto de uma casa não fica apenas na estrutura. Escolha de móveis, paleta de cores e até acessórios podem fazer parte de um projeto.

Mas para quem não trabalha na área, pode ser difícil saber qual profissional consultar. Como saber o que faz parte do trabalho do arquiteto, do decorador e do designer?

Embora as três áreas trabalhem juntas, cada uma tem suas especificidades. Na hora de fazer uma reforma ou uma mudança, é preciso saber qual profissional contratar em cada fase do projeto. Saiba mais!

Arquitetura

Arquitetura de interiores se refere à edificação, necessidades e usos do projeto. Por exemplo: uma sala de jantar não tem o mesmo uso da de estar, muito menos que a de uma sala de aula. 

Outros aspectos importantes são a colocação de colunas, viabilidade de mezanino, localização e tipos de portas e janelas.

Embora tenha a ver com o estilo, a arquitetura é mais voltada para a parte estrutural do projeto. Por isso, também tem um lado voltado para a engenharia.

Por ser uma profissão generalista, a arquitetura também pode intervir um pouco nas atribuições de um decorador, pois levará em conta algumas questões estéticas para a escolha de materiais, mobília, equipamentos e acessórios. 

Para atuar com arquitetura, o profissional precisa ser formado na área. 

Arquitetura

Decoração

O decorador é um profissional, formado ou não, que atua na decoração da casa levando em consideração tendências, referências históricas e, claro, o gosto pessoal do cliente.

Ele pode ser autodidata e aprender sua função por conta própria. O profissional formado no segmento de decoração de interiores é o designer.

Um decorador atua na escolha de móveis, equipamentos, materiais de revestimento, acessórios, iluminação e obras de arte, mas sem intervir na estrutura do local.

Na iluminação, por exemplo, ele pode sugerir troca de lâmpadas, mas não vai intervir na fiação. 

Design de interiores

Por fim, o designer de interiores (também chamado de designer de ambientes) trabalha de forma parecida com o decorador, mas ele precisa de uma formação acadêmica para atuar. 

Por isso, proporciona um resultado mais completo, que vai obrigatoriamente além do lado estético. Por exemplo: se o cliente gosta de simplicidade, minimalismo e formas geométricas, o designer pode se inspirar na escola Bauhaus.

Algo fundamental no trabalho do designer é que haja uma coerência entre todo o ambiente, no máximo das possibilidades.

Por exemplo: que toda a residência tenha um estilo provençal, mesmo que haja adolescentes morando no local que tenham um gosto diferenciado.

Nesse caso, alguns detalhes nos móveis ou nas paredes podem manter essa coerência. 

Outro fator interessante é que o designer de interiores pode se especializar em um estilo de decoração específico.

A profissão de design de interiores é regulamentada pela Lei 13369/16 e exige a formação no curso de mesmo nome. Por isso, o trabalho de decoração já não tem a mesma força de antes.

Design de interiores

Atuação conjunta

Geralmente, o decorador ou o designer trabalham depois que a atuação do arquiteto já se encerrou.

Eles aparecem, principalmente, quando o cliente não deseja fazer alterações na estrutura da residência, já que um cômodo pode se transformar completamente apenas com mudanças na decoração.

A atuação dos dois em conjunto, no entanto, traz resultados muito mais interessantes. Isso porque o projeto de uma reforma ou de uma nova construção já vai levar em conta o fator estético além do funcional.

A iluminação e a escolha dos móveis serão feitas para deixar um determinado espaço mais claro ou mais escuro, assim como a colocação e o estilo das janelas.

Na hora de contratar, procure por profissionais que já tenham uma atuação conjunta. Isso vai facilitar o trabalho dos dois, que já terão uma forma de pensar mais coesa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Como a psicologia funciona na educação dos filhos

Como a psicologia funciona na educação dos filhos?

Vantagens do software administração de condomínios

Vantagens do software administração de condomínios