in ,

Dicas para os pais abrirem uma conta bancária para os filhos

Dicas para os pais abrirem uma conta bancária para os filhos

É comum que as crianças observem e modelam os comportamentos de seus pais. A gestão inteligente do dinheiro não é diferente.

Aqui estão algumas dicas úteis para impulsionar seus filhos no caminho para o sucesso financeiro.

Hoje em dia, todos passamos mais tempo em casa, especialmente nossos filhos.

Isso torna o momento ideal para começar a dar às crianças uma base de alfabetização financeira que pode ajudar a mantê-las estáveis ​​e bem-sucedidas pelo resto de suas vidas.

Ensinar bons hábitos financeiros pode começar mais cedo do que você pensa.

As crianças começam a entender o conceito de economizar quando têm idade suficiente para colocar moedas em um cofrinho. Perto do jardim de infância, eles têm a sensação de que o dinheiro é importante.

Quando eles pedem mesada ou querem comprar um brinquedo cobiçado, faz sentido abrir uma conta bancária e começar a ensinar-lhes noções básicas de gerenciamento de dinheiro e valores em torno de gastos e economia.

Dicas para os pais abrirem uma conta bancária para os filhos

Ao fazer compras, procure um banco que incentive jovens poupadores com taxas baixas (ou nenhuma) e requisitos de saldo.

E assim como com o seu dinheiro, certifique-se de que a conta do seu filho esteja protegida. Uma ótima dica é que o Santander internet banking integra todos os meios de tecnologia para que você consiga fazer transações e analisar a conta conjunta que você compartilhará com seu filho.

Veja abaixo algumas dicas para os pais abrirem uma conta bancária para os filhos:

Itens para levar ao banco

O que você precisa ter para abrir uma conta conjunta com seu filho:

  • O nome do seu filho, data de nascimento
  • Sua identificação com foto, como carteira de motorista 
  • Seu número de segurança social
  • Informações pessoais, como endereço, número de telefone, endereço de e-mail
  • Um depósito inicial (dinheiro, cheques) conforme exigido pelo banco

Adicione paradas bancárias em sua rotina compartilhada.

Incorpore uma parada no banco para depositar abonos, ganhos e presentes como parte da rotina regular de sua família.

Mais amplamente, lembre-se de que você está modelando o comportamento financeiro o tempo todo, quer pretenda ou não.

Fale em voz alta sobre suas decisões de gastos e economia, por exemplo, quando você adiciona dinheiro a um fundo de férias em família.

Identifique maneiras de economizar no supermercado e aponte quando algo é uma ostentação. Tudo isso ajuda as crianças a aprender o valor e os usos do dinheiro.

Adicione paradas bancárias em sua rotina compartilhada.

Faça da abertura de uma conta bancária uma experiência concreta e divertida

É tentador procurar serviços bancários on-line ou gerenciar você mesmo o dinheiro do seu filho. Mas ajude as crianças a participar da criação de uma conta.

Ligue para o seu banco com antecedência para marcar uma consulta e faça com que seu filho leve as informações necessárias (consulte Itens para levar ao banco).

Algumas crianças ficam empolgadas em participar de uma reunião de negócios na qual estão no centro do palco, mas ajudam uma criança tímida.

Além disso, pergunte se é possível visitar o banco; alguns permitem que as crianças dêem uma olhada em seu cofre ou sala de cofres, também conhecidos como baús de tesouro.

Também não faz mal se os caixas oferecerem um pirulito após as transações, ou se as crianças poderem administrar o troco da família por meio de uma máquina de classificação de moedas.

Essas experiências fazem com que o banco se sinta acolhedor e agradável, o que ajuda a manter o hábito bancário no futuro.

Dê incentivos

Nada motiva a consciência financeira e um sólido hábito de poupança como juros ou fundos correspondentes.

Mostre ao seu filho como funciona ganhar juros: por simplesmente deixar seu dinheiro no banco, ele ganha um pouco mais.

Se você quiser reforçar a poupança ainda mais, considere igualar as economias de seu filho quando, digamos, ele estiver economizando para um objetivo específico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Por que investir em um curso de publicidade e propaganda

Por que investir em um curso de publicidade e propaganda?

A importância das aulas de informática na educação

A importância das aulas de informática na educação