in , , ,

Dicas de marketing para investir na sua empresa

Dicas de marketing para investir na sua empresa

Tendo o objetivo de satisfazer a vontade do consumidor, o marketing é uma área que explora recursos e meios para atender a esses desejos por meio dos produtos ou serviços que uma empresa oferece. 

E tudo isso por meio de planejamentos que tem a finalidade de ir além de uma venda de produtos ou serviços, englobando muitas vezes como ter destaque no campo de atuação e como se consolidar nele junto a fidelização de clientes.

O marketing reúne conceitos, estratégias, diversos canais e métodos que são adaptados de empresa para empresa, podendo se encaixar com mais facilidade as mudanças que ocorrem na sociedade ou na tecnologia.

Lavanderia especializada em vestido de noiva, por exemplo, um marketing deste segmento pode abranger diferentes meios de se chegar ao seu público-alvo mostrando que utiliza tecnologias de ponta para deixar o cliente satisfeito, e por fim, conquistá-lo.

Com o foco de identificar as principais necessidades de um cliente, o marketing define a partir disso também o quanto de lucro pode ser obtido com esses produtos e o quanto deve ser gasto para que anúncios em redes sociais, softwares e ferramentas funcionem.

Embora não seja muito citado, as estratégias de marketing podem ser utilizadas por instituições que não têm o lucro como principal objetivo, como as ONG, que preferem o retorno na forma de reconhecimento ao seu trabalho.

Citando como um exemplo a cremação de cachorro para famílias de baixa renda que não possui condições para dar um descanso final para o animal.

O surgimento do marketing na humanidade

A prática de comercialização ocorre desde as mais antigas civilizações por meios de transporte terrestre de um lugar ao outro, ou por vias marítimas. 

Com o surgimento de fábricas, a administração desses negócios foram se tornando cada vez mais comuns.

E com os produtos feitos, era preciso que houvesse ligações com os seus compradores e a fidelização para torná-los clientes, o que pode ser considerado um dos princípios da atuação do marketing. 

Com a Revolução Industrial no século 20, o mercado sofreu um grande crescimento e a preocupação com manter os clientes se tornou ainda maior, até a chegada da tecnologia como conhecemos, fazendo a área do marketing ser cada vez mais procurada.

Visto que o mundo passou a ficar mais online pelas redes sociais que foram surgindo e os celulares modelo smartphones se tornaram populares, criando a segmentação de uma forma mais objetiva do que feita anteriormente.

O período considerado marketing 1.0 é marcado pela divulgação em massa pensando somente na produção, como uma fábrica de vidraçaria especializada pensasse somente em vender independentemente para quem fosse o estilo do consumidor.

Nesse período, as propagandas eram feitas pelas comunicações mais usadas na época, o rádio e a televisão.

Já no marketing 2.0 as empresas perceberam que as vendas subiram ainda mais conforme a necessidade do consumidor, fazendo com que se pensasse em estratégias que não só podiam identificar o que era desejado como também, atender a esse desejo.

O que resultou na segmentação de mercado, delimitando um grupo de consumidores de acordo com o que eles tinham em comum para se transformarem no público-alvo das estratégias de marketing.

Varal de teto retrátil, por exemplo, não é feito para todos os públicos e com isso, deve ser oferecido somente para quem tem um espaço que necessite desse tipo de utensílio.

O surgimento do marketing na humanidade

O período em que a internet começou a ganhar força nas estratégias ficou conhecido como marketing 3.0 por conta de sites, blogs, redes sociais e quaisquer canais onlines que possam ter acesso para se criar uma comunicação.

E com isso, as estratégias passaram a ser personalizadas conforme o comportamento que o cliente tinha na rede e criando um afeto maior entre as relações.

Por estarem mais exigentes, os consumidores também passaram a acompanhar empresas com responsabilidade social ou ambiental, não se prendendo apenas ao que é vendido.

Por exemplo, se uma empresa que fabrica uma persiana painel vertical possui materiais reciclados em sua composição ou se foi feita de maneira ecológica acaba atraindo ainda mais a atenção dos consumidores.

E o marketing 4.0 é a fase onde tudo é feito com o intermédio da internet, que podem transformar relações pessoais ou de vendas, traçando uma trajetória para o marketing se adaptar de vez aos meios digitais.

Por que se deve investir em estratégias de marketing?

Destacar-se em um mercado pode ser mais difícil do que se imagina quando se está abrindo um negócio, afinal, como conquistar os clientes e se sobressair em cima da concorrência?

Por isso, a estratégia de marketing torna-se essencial para que um empreendimento se destaque no meio dos outros do mesmo segmento e conquiste clientes.

Com as estratégias certas, o negócio também pode obter:

  • Uma boa reputação;
  • Aumento de vendas;
  • Fidelização de clientes;
  • Competitividade empresarial.

O modo como uma empresa quer ser vista pelos consumidores e pela concorrência pode destacá-la em vários quesitos, seja no seus produtos de boa qualidade ou com um bom gerenciamento, isso se torna fatores que fortalecem a sua posição.

Chegando até mesmo a despertar uma competição no mercado para saber quem se tem o melhor vinho fino branco, exemplificando, e atraindo além dos clientes, potenciais investidores.

Uma estratégia bem elaborada permite o aumento no número de vendas mensais, pois é um indicativo de que o planejamento de fortalecer e divulgar a marca está surtindo efeito, além dos clientes estarem sendo fidelizados.

O que é o objetivo de muitas empresas em manter os clientes que já possuem por meio da fidelização, apostando até mesmo em estratégias como cartões e descontos para aqueles que consomem o produto ou serviço com uma certa regularidade.

Tipos de marketing para se investir

Havendo mais de uma possibilidade para serem investidos, as vertentes do marketing para que uma empresa se adapte conforme o desejado pode ser o digital, o de conteúdo e o offline.

O marketing digital é o mais procurado devido a tecnologia cada vez mais presente entre as relações sociais ou comerciais. 

Tanto em redes sociais quanto em plataformas de busca e seus mecanismos, a facilidade que um negócio pode ser achado é ainda maior.

Ainda mais com as plataformas onlines que proporcionam compartilhamento de anúncios em plataformas de vídeos. 

Tipos de marketing para se investir

O marketing de conteúdo, em conjunto com o digital, é a criação de estratégias que conduz o consumidor por meio de um funil de vendas, o processo que transforma o visitante em um potencial lead.

Com um conteúdo relevante, esse modelo de marketing pode se tornar relevante ao ponto do empreendimento ser considerado uma autoridade no assunto, o que fortalece ainda mais a imagem que se alcança. 

E embora a globalização esteja presente em todas as estratégias, o marketing offline pode ser um meio que ainda efetue resultados pois este engloba eventos com patrocínios, mídias impressas como jornais ou revistas, propagandas em rádio e propagandas televisivas.

Como uma forma de expandir o público-alvo, o marketing offline ainda possui um impacto com aqueles que não estão frequentemente na internet ou que desejam reforçar ainda mais a sua mensagem.

Dicas de meios de marketing para empresas

De uma forma ou de outra, o marketing possui vários formatos para se atingir o objetivo de se chegar no cliente, que pode englobar até mesmo na filiação com empresa entregas expressas para cativar ainda mais o cliente.

Alguns meios que podem ser utilizados por empresas de pequeno, médio ou grande porte são:

  1. Email marketing;
  2. Podcast;
  3. Anúncios visuais ou sonoros;
  4. Mídia paga;
  5. Eventos.

Esses formatos podem ajudar ainda mais se a empresa investir de modos diversificados e possuir um rosto que se torne o visual do empreendimento, tornando mais fácil para ser reconhecido e ser lembrado.

Parcerias são boas formas de ter alguma estabilidade e possuir um mailing entre os outros negócios dos segmentos, já que a visibilidade acaba sendo mais fácil.

O gerenciamento dos canais de comunicação de um empreendimento pode ser também algo que faz a diferença entre uma empresa e a sua concorrência, assim como oferecer as inovações que aparecem no mercado se torna o diferencial.

Considerações finais 

Resumindo, o marketing se tornou um fator propício para se ter lucro de uma forma fidelização dos consumidores em diferentes campos de atuação, tanto na parte de vestuário quanto em um serviço de micropigmentação labial masculina.

Como uma forma de ganhar foco, se estabilizar e ganhar clientes, o marketing está cada vez mais sendo expandido e explorado de acordo com o que cada empreendimento tem a meta de alcançar.

E provando-se cada vez mais necessário, o marketing tem grandes chances de ser ainda mais utilizado conforme a tecnologia for avançando e o público se encontrar cada vez mais online.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quais os pilares no processo de vendas

Quais os pilares no processo de vendas?

6 características de um bom empreendedor!

6 características de um bom empreendedor!