in , ,

E-mail marketing: como ele pode impulsionar suas vendas?

E-mail marketing como ele pode impulsionar suas vendas

O avanço da tecnologia revolucionou o mercado e muitas empresas visam aplicar estratégias de marketing digital para potencializar os resultados.

Afinal, é quase impossível que uma organização obtenha o sucesso sem os clientes, não é mesmo?

Assim sendo, se você atua com a venda online de produtos como gerador de energia, entre diversos outros equipamentos, o email marketing é indispensável.

Mas, com a vigência da LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados), deve ser realizado com cautela para que não violem as normas e obtenha resultados negativos ao ter que pagar multas.

Embora haja a oportunidade de crescer o empreendimento ao investir no mundo virtual, criar email marketing não é uma tarefa simples.

E, foi pensando nisso que preparamos este conteúdo para te explicar como essa técnica pode aumentar suas vendas. Quer saber mais sobre o assunto? Então, continue lendo para descobrir! Vamos lá? 

Afinal, como as estratégias de e-mail marketing podem impulsionar suas vendas? 

Atualmente, embora haja a disponibilidade de diferentes meios de comunicação como o aplicativo WhatsApp, o email não deixa de ser importante.

Muito provavelmente você já tratou os assuntos mais importantes através de email, não é mesmo?

Dessa forma, é quase impossível que você não faça a checagem na sua caixa de entrada para conferir se chegou algo de seu interesse, seja em relação a cursos, emprego, e até mesmo de produtos como etiquetas personalizadas.

Nesse sentido, o e-mail marketing pode contribuir para atrair o consumidor para o seu negócio, até porque ele está sempre conectado na internet. 

Como aumentar os resultados com o e-mail marketing?

Como já mencionado acima, o potencial cliente está conectado no mundo virtual e atento aos emails. Assim sendo, para evitar que o seu email vire spam é preciso seguir algumas estratégias. Continue acompanhando e saiba mais.

1. Público alvo

Você sabe para quem a sua empresa vende? Quem são as pessoas interessadas nos seus serviços ou produtos? Pois bem! Ter segmentação do público definido é um dos primeiros passos a ser realizado. 

Contudo, muitos comentem um grande erro: comprar base de email. Além de não ter o conhecimento de qual público você está enviando os conteúdos, pode causar incômodo e ações sem consentimento, então, não faça isso!

Vale lembrar que a LGPD entrou em vigor em 18 de setembro de 2020 e, basicamente, impactos nas estratégias de marketing digital, mas isso não impede de buscar resultados excelentes com as bases de clientes interessados nos seus produtos. 

1. Público alvo

2. Entenda as necessidades do seu público

Se você acredita que a segmentação não faz diferença nos resultados de campanhas no marketing, sugiro que mude esse pensamento!

Pense em um desengraxante biodegradável. Certamente, existe potencial cliente que busca por esse produto na internet, mas de nada adianta investir no email marketing e não fornecer conteúdo de relevância para influenciar de modo natural a decisão de compra, certo:

Uma vez que o usuário assimila as informações e entende a necessidade de comprar o produto, ele vai procurar pelo seu negócio. Se o email alcançou o seu público, é a oportunidade para potencializar os resultados, por isso, evite cometer erros desnecessários. 

3.Faça teste e analise os resultados

Toda campanha precisa de um planejamento e teste para garantir que os resultados sejam conquistados. 

É um caminho ideal para identificar os erros e planejar os acertos. Logo, confirma se os títulos estão bem inseridos, se os gatilhos geram os resultados esperados, e assim por diante! Quanto mais análise de resultados você fizer, melhor!

Gostou do nosso post sobre como o e-mail marketing pode impulsionar suas vendas? Deixe o seu comentário!

Esse artigo foi escrito por Thais Teixeira, Criadora de Conteúdo do Soluções Industriais.

Você gostou?

0 points
Upvote Downvote

Total votes: 0

Upvotes: 0

Upvotes percentage: 0.000000%

Downvotes: 0

Downvotes percentage: 0.000000%

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

Comments

comments

Compressa: o que é e para que serve?

Compressa: o que é e para que serve?

5 curiosidades sobre a aromaterapia 

5 curiosidades sobre a aromaterapia