in , ,

Entenda os benefícios de cozinhar

Entenda os benefícios de cozinhar

Preparar o cardápio da semana, fazer algo rápido para o horário do almoço, escolher bem as combinações… Tudo isso parece bem cansativo, mas os benefícios de cozinhar são inúmeros – e você pode tornar a sua cozinha um espaço de terapia!

Fora que você não precisa deixar a comida caseira só para os finais de semana. Quando passamos a ter prazer em cozinhar, até mesmo aquela refeição mais rápida feita em casa acaba alegrando o dia. Sem contar os benefícios da saúde, não é mesmo?

Comer em casa é recomendado para os processos de reeducação alimentar, inclusive ajuda no plano alimentar para emagrecer, quando estamos realizando uma dieta ou querendo mudar o estilo de vida.

No artigo de hoje, entenda os benefícios de cozinhar e saiba como a sua cozinha pode se tornar o local mais agradável para o descanso em casa. Acompanhe a leitura!

1 – Diminui o excesso de sal nas refeições

Controlar a quantidade de sal dos alimentos é algo imprescindível para quem está buscando melhorar a qualidade de vida. Afinal de contas, o sódio pode contribuir com vários problemas, incluindo a hipertensão arterial, doenças cardiovasculares e renais.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o recomendado é o consumo de apenas 5g de sal por dia. No entanto, quando temos o hábito de comer fora, acabamos ultrapassando essa quantidade.

Por esse motivo, cozinhar em casa e preparar a própria refeição é uma maneira de evitar o consumo excessivo de sódio, já que você pode decidir quais ingredientes quer usar para temperar os alimentos.

Aliás, dá para substituir o sal por muitos outros temperos deliciosos, como o chimichurri, o alecrim, a pimenta, o manjericão, etc. Ou seja, você terá uma comida deliciosa e, ao mesmo tempo, muito mais saudável.

2 – Ajuda na manutenção de uma vida saudável

Um estudo publicado na PubMed, revista científica na área de Medicina, demonstrou que as pessoas que comem em casa acabam consumindo menos carboidrato, açúcar e gordura. Isso porque quem cozinha a própria comida acaba fazendo escolhas mais saudáveis.

Portanto, quem deseja manter um estilo de vida equilibrado e consumir os nutrientes necessários, sem exagerar, só encontrará vantagens no preparo das refeições.

Fora que você pode montar um cardápio marmita fit congelada e levar a comida de casa para o trabalho, evitando ter que pedir pratos em restaurantes.

Quem come fora também acaba se deparando com opções mais calóricas e gordurosas, como os famosos fast foods, que oferecem um cardápio pobre em nutrientes, com um exagero de gorduras, açúcares e gorduras trans.

3 – Evita o desperdício de alimentos

De acordo com um levantamento realizado pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), o Brasil desperdiça cerca de 40 quilos de comida por pessoa todos os anos. 

Em geral, os alimentos que mais sofrem com o descarte são:

  • Arroz;
  • Feijão;
  • Carne bovina;
  • Frango.

Isso é um problema mundial, responsável por aumentar a quantidade de lixo, além de colaborar com o abismo social, visto que muitas pessoas continuam passando fome.

Quando cozinhamos em casa, é possível aproveitar melhor esses alimentos e evitar o desperdício, além de descobrir várias receitas com as obras, como cascos, talas e sementes.

Por exemplo, na preparação de um bolo caseiro de laranja, é possível aproveitar ao máximo o suco da fruta e, ainda, com a casca, preparar outro doce.

O arroz velho, ao invés de ir pro lixo, pode ser usado para a preparação de bolinhos. As receitas podem ser inúmeras, sendo uma maneira de contribuir para a redução da quantidade de lixo e, é claro, economizar com a compra de alimentos.

3 - Evita o desperdício de alimentos

4 – Diminui os riscos de desenvolvimento da diabetes

Segundo a OMS, cerca de 422 milhões de adultos estão com diabetes no mundo. Desse total, 90% têm a diabetes mellitus tipo 2, causada pelo consumo excessivo de açúcar.

Ou seja, apenas 10% realmente têm diabetes por fatores genéticos. A maioria das pessoas desenvolve a doença por conta de má alimentação – o que tem uma relação direta com o hábito de cozinhar em casa.

Um estudo da Harvard School of Public Health realizou um teste com mais de 100 mil norte-americanos. A pesquisa revelou que as pessoas que comiam de 11 a 14 refeições em casa por semana tinham um risco menor (cerca de 14%) de desenvolver diabetes.

Além disso, os resultados mostraram que ao comer em casa, há maior consumo de frutas, vegetais, grãos integrais e uma menor ingestão de refrigerantes.

Fora que dá para aprender várias receitas deliciosas, como preparar um kit café da manhã mais saudável, com pães integrais, frutas e castanhas.

5 – Ajuda na economia de dinheiro

Ao preparar refeições em casa, você vai perceber que consegue economizar muito!

Para termos uma ideia, dados da Associação Brasileira das Empresas de Benefícios ao Trabalhador (ABTT) mostraram que almoçar fora de casa traz um gasto médio de R$ 34,84 por dia. Durante todo o ano, essa conta pode pesar no bolso.

Sendo assim, vale a pena cozinhar em casa. Afinal, você faz uma compra com sacola supermercado e, depois, pode usar os alimentos para preparar marmitas, evitando custos com comidas de restaurantes e bares.

Claro que você vai precisar se organizar para fazer as escolhas certas. Aqui, o fator de sazonalidade conta muito – já que dependendo da estação, alguns alimentos estão mais caros que os outros. Mas é uma forma de diversificar a alimentação.

6 – Cria vínculos com a família e amigos

Cozinhar também é algo social. Quando somos convidados para a casa de alguém, acabamos levando um vinho para presente, ou até mesmo uma refeição preparada com carinho, justamente para criar esse vínculo.

Portanto, muito mais do que o simples ato de se nutrir, o preparo de alimentos também é uma maneira de criar laços e melhorar o relacionamento com seus familiares, amigos e conhecidos.

Um jantar romântico, por exemplo, fica muito melhor quando o casal combina de preparar a refeição juntos. Ou então, pais e filhos podem cozinhar várias refeições para uma festa, como a produção de um crepe para evento totalmente caseiro.

Não é à toa que várias memórias estão associadas aos alimentos: o sabor do bolo da nossa avó, o almoço na casa da mãe, o churrasco dos nossos amigos, etc. Ou seja, cozinhar também é um ato de amor.

7 – Contribui com o seu bem-estar

Cozinhar pode ser um ato terapêutico, ajudando você a construir um relacionamento mais positivo com a comida, tornando o preparo de refeições algo prazeroso e divertido.

Tanto que vários nutricionistas comportamentais visam quebrar distúrbios alimentares de seus pacientes, através da promoção de uma “cozinhaterapia”, para que as pessoas compreendam que os alimentos vão além de calorias.

Para algumas pessoas, cozinhar já é por si só algo extremamente terapêutico, sendo um hobbie e uma maneira de estimular a criatividade.

Você pode criar vários pratos na cozinha, usando uma divisora de massa para criar formatos de macarrão totalmente inusitados, por exemplo.

Também é um momento que você pode aproveitar com a sua família. Não tem nada melhor para a qualidade de vida do que passar um tempo com quem amamos, não é mesmo?

8 – Reduz os riscos de infecções alimentares

Não é incomum nos depararmos com casos de infecções alimentares em pessoas que comeram fora, ou decidiram arriscar em algum estabelecimento fora de casa.

Isso porque nem sempre os alimentos são bem higienizados, o que pode levar à ingestão de microrganismos, como bactérias, vírus e protozoários (principalmente, em verduras e frutas não higienizadas).

Sem contar a presença de agrotóxicos, que também fazem muito mal à saúde. Em alguns casos, a ingestão de alimentos estragados pode gerar infecções muito graves, que necessitam de atendimento médico e tratamento intensivo.

Além dos alimentos, também é preciso ficar de olho na limpeza de bancadas, utensílios de cozinha, equipamentos e outros acessórios usados no preparo dos pratos.

Por isso, quando comemos em casa temos a certeza de que todos os alimentos foram devidamente higienizados, o que evita a ocorrência de infecções alimentares, entre outros problemas decorrentes de falta de cuidado com as refeições.

8 - Reduz os riscos de infecções alimentares

Conclusão

Há quem torça o nariz quando o assunto é cozinha. Sabemos que não é fácil preparar refeições, ainda mais quando temos que pensar em cardápios para toda a semana, ou ainda pensar em pratos mais rápidos, diante da correria do dia a dia.

Mas os benefícios de cozinhar são inúmeros. Então, vale a pena testar essa nova mudança de hábitos por alguns dias – você vai logo sentir a diferença (no bolso, no seu bem-estar, e é claro, na sua saúde!).

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Psicologia: a importância na pandemia

Psicologia: a importância na pandemia

Odontologia entenda os benefícios da profissão

Odontologia: entenda os benefícios da profissão