in ,

Fintechs: empresas financeiras de tecnologia estão invadindo o cotidiano

Fintechs empresas financeiras de tecnologia estão invadindo o cotidiano

Entre seus principais objetivos estão a realização de transações sem taxas e a oferta de serviços como seguro de vida e cartão internacional acessíveis

Lidar com o dinheiro está mais fácil. A cada dia surgem ferramentas que auxiliam pessoas e organizações a gerenciarem melhor suas finanças.

Por trás desses mecanismos inovadores estão as fintechs, empresas tecnológicas que oferecem recursos que simplificam atividades como checar saldos, fazer transferências, pagamentos, investimentos e até enviar dinheiro para o exterior.

Tudo isso pode ser feito pelo celular, de uma forma rápida, prática e segura. 

O termo fintech vem da junção entre as palavras em inglês financial (financeiro) e technology (tecnologia) que juntas formam um conceito que vai além do que oferece um banco digital.

Por meio dessas empresas, o usuário encontra facilidades para gerenciar recursos, pelo celular, utilizando internet e aplicativos e sem a necessidade de um espaço físico ou agência.

No Brasil, é possível perceber o crescimento das fintechs. De acordo com a Associação Brasileira de Startups, das mais de 13.500 startups existentes no país, cerca de 10% são fintechs.

O boom no país é comprovado por um levantamento feito pela Distrito, empresa de inovação que atua junto a startups. A pesquisa indica que, em 2020, o setor teve crescimento de 34% em relação a 2019. 

Outro estudo, encomendado pela Fintech Deep Dive em parceria com a PwC Brasil, mostra que as empresas financeiras de tecnologia mais comuns no país abrangem as áreas de “meios de pagamento”, “crédito e renegociação de dívidas” e “bancos digitais”.

O futuro das fintechs

Para conquistar o cliente, muitas fintechs apostam em serviços gratuitos ou com custo reduzido.

É comum encontrar bancos digitais que oferecem cartões de crédito sem anuidade, ausência de taxas para manutenção das contas, boa oferta de benefícios e até a possibilidade de fazer investimentos de forma descomplicada.

O futuro das fintechs

Frente a este mercado competitivo, tais fatores as tornam mais atraentes. 

Um dos desafios que as fintechs têm pela frente é continuar inovando em serviços para frear o fortalecimento dos concorrentes mais tradicionais, como bancos que recentemente passaram a oferecer o Pix.

O sistema de pagamentos e transferências bancárias adotado no Brasil desde outubro de 2020 não tem custo tanto para bancos digitais quanto físicos. 

Para as fintechs, o Pix representou a perda de um diferencial e também motivou a concorrência a oferecer outros produtos, bem como carteiras digitais com uma série de benefícios, como a AME e o Mercado Pago.

Hoje, as fintechs têm apostado em outros segmentos para reconquistar o público.

Nesta lista estão inclusos serviços como seguro de vida, empréstimos a juros mais baixos, sistemas de movimentação financeira entre países, com valores mais atrativos, e a oferta de meios de pagamento internacionais, como o cartão Payoneer, por exemplo.

Esse tipo de produto funciona para a realização de transações internacionais, sejam elas de envio ou de recebimento de dinheiro.

Além disso, o cartão pode ser utilizado para fazer pagamentos na modalidade pré-pago, tanto para compras quanto para saques em caixas eletrônicos fora do país.

Segurança das fintechs

Por mais que sejam empresas exclusivamente com operações digitais, as fintechs dispõem dos mesmos recursos de segurança e de proteção que os bancos tradicionais, seguindo as mesmas regras e normas ditadas pelo Banco Central (BC), órgão responsável pela regulação do setor financeiro no Brasil.

Segurança das fintechs

Além disso, as fintechs investem em mecanismos de segurança digital, como a criptografia, para a proteção de senhas, dificultando a ação de hackers e outros ataques cibernéticos.

Essas empresas também seguem todas as diretrizes exigidas pela Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD) para evitar problemas como o vazamento de dados pessoais dos clientes.

As transações financeiras e os investimentos feitos por meio dessas empresas são garantidos por todas as leis em vigência no território nacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entenda como otimizar as vendas com o marketing digital

Entenda como otimizar as vendas com o marketing digital

Introdução alimentar Como funciona 

Introdução alimentar: Como funciona?