in ,

Turismo de aventura: 7 formações rochosas curiosas espalhadas pelo Brasil

Turismo de aventura 7 formações rochosas curiosas espalhadas pelo Brasil

O Brasil é recheado de belezas naturais incríveis, com as mais variadas formas, cores e opções.

Mas, é fato que as formações rochosas fora do comum e pedras espalhadas por todo nosso território despertam a curiosidade e imaginação de moradores e turistas de todos os cantos de nosso país.

Sendo assim, que você tem interesse em conhecer esses lugares, não deixe de acompanhar o post de hoje até o fim e veja x formações rochosas curiosas espalhadas pelo Brasil.

1. Bico do Papagaio, Itajaí, Santa Catarina

Localizado na Praia de Geremias, que possui cerca de 200 metros de extensão, águas limpas e calmas, o Bico do Papagaio é uma das principais atrações de Itajaí.

A cidade vem se desenvolvendo a cada dia que passa, com constantes investimentos em melhorias que impactam positivamente a qualidade de vida dos moradores.

Justamente por isso, muitos procuram uma imobiliária em Itajaí a fim de investir ou até mesmo morar na bela cidade.

Essa rocha possui cerca de quatro metros e meio de altura e reproduz uma cabeça de pássaro, possuindo fácil acesso e uma vista incrível para a região.

2. Pedra do Cão Sentado, Nova Friburgo, Rio de Janeiro

Considerada o principal cartão-postal de Nova Friburgo, a pedra mede cerca de 110 metros, sendo o ponto mais alto de toda a região.

Localizada no Parque Ecológico do Cão Sentado, ela ainda oferece outras atrações próximas, como a cachoeira Véu da Noiva, grutas, cavernas, trilhas e até mesmo áreas para escalada.

Pelo fato de ser uma Unidade de Conservação privatizada, a região conta com ótima infraestrutura, com banheiros, sala de primeiros socorros, guarita com roleta e lanchonete, sendo ideal para passar o fim de semana.

3. Dedo de Deus, Parque Nacional Serra dos Órgãos

A montanha é muito parecida com uma mão apontando para o céu, localizada a 1692 metros de altitude e, justamente por isso, recebeu o nome de Dedo de Deus.

Situada dentro do Parque Nacional da Serra dos Órgãos, sua primeira conquista aconteceu no ano de 1912, lhe rendendo o título de berço da escalada em nosso país.

O acesso até ela é feito pela estrada que liga Teresópolis ao Rio de Janeiro, passando ainda por outras cidades fluminenses como Petrópolis e Guapimirim.

3. Dedo de Deus, Parque Nacional Serra dos Órgãos

4. Pedra Furada, Piauí

Ao contrário de outras formações rochosas que citamos aqui, essa pedra não se parece com um objeto ou animal, sendo que o grande destaque é o furo no meio de sua parede de rocha.

Localizada no Parque Nacional da Serra da Capivara, que abriga diversos sítios arqueológicos e pinturas rupestres, a pedra encanta a todos os visitantes.

Essa região abrigava muitos habitantes na pré-história, sendo que foram encontrados vestígios de homens que habitaram a região há 50 mil anos.

Inclusive, isso pode até mesmo colocar em xeque o fato de que a chegada do homem na América teria sido pelo estreito de Bering.

5. Vale da Lua, Chapada dos Veadeiros

O Vale da Lua é outra formação rochosa que não se parece com objetos ou animais, além de não ser um pico como as outras que citamos aqui.

As rochas dessa região foram esculpidas naturalmente pelas águas cristalinas do Rio São Miguel, criando uma aparência única de paisagem lunar devido às diversas crateras no solo.

Além disso, para quem quer se refrescar nas piscinas naturais, esse é o lugar ideal.

6. Pedra da Galinha Choca, Quixadá, Ceará

Outra formação rochosa bastante curiosa, a Pedra da Galinha Choca realmente se parece com o animal tentando botar seu ovo.

No início, seu nome era Pedra da Arara, mas com o tempo, o nome atual foi ganhando cada vez mais força.

Ela está localizada na cidade de Quixadá no Ceará, que é bastante conhecida pela prática de esportes radicais aéreos, visto que possui excelentes pontos de decolagem e correntes térmicas.

Portanto, para os amantes do turismo de aventura, como práticas de trekking, off-road, rapel e montanhismo, esse é o lugar ideal.

6. Pedra da Galinha Choca, Quixadá, Ceará

7. Pico do Itabira, Cachoeiro de Itapemirim, Espírito Santo

Esse pico é considerado o símbolo da escalada no estado do Espírito Santo e tem formato de dedo indicador apontando para o céu.

Contudo, outros ainda dizem que essa é uma agulha enfincada no chão, não havendo um consenso.

O pico e todo o entorno foram transformados no Parque Municipal do Itabira no ano de 1988, sem essa a principal atração do local com cerca de 715 metros de altura.

Contudo, além da escalada, ainda existem outras alternativas de atividades, como trilhas e locais para contemplar a natureza. 

Então, agora que você conhece algumas das formações rochosas mais curiosas de nosso país, já pode escolher qual será seu próximo destino.

Obviamente, é necessário ter um bom planejamento, visto que no local com certeza existem novas atrações para aproveitar. Sendo assim, pesquise sobre a região e garanta a melhor experiência de viagem. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quais são os diferenciais do site Certificado Cursos Online?

Quais são os diferenciais do site Certificado Cursos Online?

Presentes para Amigo Secreto Confira 11 ideias incríveis!

Presentes para Amigo Secreto: Confira 11 ideias incríveis!