in , ,

Como funciona um ambiente coworking?

Como funciona um ambiente coworking

O ambiente coworking vem se tornando uma das principais tendências no mundo corporativo.

Abrindo os olhos de investidores que desejam investir na área, mas também de donos de empresas, em meio a tantas vantagens que o lugar pode vir a proporcionar.

Esse boom vem atrelado, principalmente, às mudanças mercadológicas, econômicas e também comportamentais de consumidores e empresas em todas as partes do mundo.

E um bom exemplo disso são as facilidades de escritórios que são compartilhados, uma opção que traz tanto leveza a contas e outros pagamentos necessários, como a possibilidade de  uma relação entre os presentes no espaço, aumentando negócios feitos.

Por isso, se faz interessante entender tudo o que um espaço compartilhado coworking traz aos seus usuários, como uma empresa de roupas femininas, com vendas via online.

Portanto, no artigo a seguir vamos entender um pouco mais sobre o que é o ambiente coworking, porque ele tem sido tão popular.

Além das vantagens que agrega, e também de que maneira funciona a atuação dentro desse espaço de escritórios compartilhados.

O que seria um ambiente coworking?

O ambiente coworking é um espaço destinado à atuação de diferentes empresas, como se todos os escritórios destas pudessem ser dentro de um único lugar. 

De modo geral, podemos dizer que essa é uma forma de trabalho também de divisão de contas.

Para compreendermos o seu surgimento e a sua popularização, é preciso olhar para a ampla divulgação e utilização da modalidade de trabalho de casa, ou home office.

Com essa vantagem mundial de trabalho, muitas pessoas têm escolhido utilizar um espaço e uniforme profissional sempre que quiserem, e quando se sentirem melhores.

Mesmo assim, em muitos casos, o trabalho de casa é a única opção, tanto pela falta da proximidade da sede de uma empresa, quanto pela forma de trabalhar que acaba sendo mais isolada, como o caso de um profissional liberal que possui sua própria empresa.

No entanto, para aqueles que preferem sair do espaço de casa em alguns dias da semana, ou para o caso de empresas com um número menor de colaboradores, o coworking é uma saída interessante, pois agrega o espaço ideal e todas as ferramentas de trabalho.

Dentro de um escritório de coworking existem espaços que podem ser tanto compartilhados, entre profissionais e empresas, quanto aquelas mais privativas.

O interessante é que a opção pela mistura com outras pessoas e empresas fica à disposição do próprio cliente do lugar, e é algo que pode ser facilmente escolhido, seja por meio de planos de utilização, como situações que demandam por essas preferências.

Em alguns tipos de coworkings no Brasil, profissionais liberais, estudantes e empresas convivem dentro de um mesmo salão, tendo tudo o que precisam para serviços.

Essa possibilidade é de longe uma das mais interessantes dentro do investimento em um espaço como esse.

Além de claro, parte dos benefícios que mais fazem essa prática de trabalho em um lugar colaborativo cada vez mais popular dentro do mercado.

O que seria um ambiente coworking?

Por que ele tem sido tão requisitado?

Agora que entendemos mais sobre o ambiente de trabalho coworking sala privativa, é importante sabermos o porquê de sua popularidade, incluindo as vantagens que ele oferece às empresas e dentro de um sentido geral de lugar de trabalho compartilhado.

Para começar, é essencial entendermos as grandes dificuldades de empresas hoje em dia, como concorrência e práticas necessárias para manter uma empresa funcionando.

Com uma série dessas dificuldades, que incluem mercados cada vez mais cheios de demandas e ofertas similares.

Além do pagamento de impostos e taxas relacionadas à cada atuação, fica mais difícil fazer com que um escritório esteja sempre em funcionamento.

Com o coworking, sendo uma maneira de ter uma sala comercial coworking e, é possível dividir valores de custos no lugar com outras pessoas e empresas interessadas.

Isso gera uma economia de dinheiro muito maior, tendo em vista que não será necessário cuidar sozinho de contas como:

  • Aluguel;
  • Água;
  • Luz;
  • Internet;
  • Cuidados básicos.

Outro ponto que agrega a importância do coworking é a possibilidade de trabalhar em conjunto com outras pessoas, algo que pode vir a ser interessante para empresas, como o caso de uma produtora de conteúdos para redes sociais e endereço comercial virtual.

Isso porque estar em um lugar em meio a tantas outras pessoas agrega uma possibilidade de networking, uma forma de conhecer pessoas e investir em ganhos profissionais.

Neste caso, esse negócio pode conhecer clientes dentro do espaço onde trabalha, ampliando as chances de ganhos.

Tendo em vista que estes potenciais consumidores estão visualizando o trabalho que é feito, acompanhando-se de perto dentro do coworking.

Outra questão é a economia de espaços que poderiam não servir tantas vezes, e contar como um gasto desnecessário dentro de uma empresa com porte pequeno.

É o caso de um escritório com salas  privativas, que nem sempre são utilizadas e acabam gerando desconforto à empresa, tanto por conta do investimento contínuo em limpeza e estruturas que quase não são utilizadas, quanto pelo valor dessa inclusão no lugar.

Essa é a mesma condição em relação a negócios que optam pelo home office, e não precisam se reunir com frequência em uma sala de treinamento moderna na empresa.

O coworking, nesse sentido, bem como o pagamento esporádico por utilização, agrega maior funcionalidade e economia, estando disponível quando a empresa necessita, e nos momentos em que não é necessário, não precisa acumular preocupações ou dívidas.

A criatividade e a experiência de mercado e empresarial não ficam de fora dos pontos que agregam importância ao coworking, e isso acontece pela união com outros pontos de vista.

Como já sabemos, dentro do coworking existe uma facilidade em se trabalhar perto de outras empresas, que utilizam outros pontos de vista, formas de organização e até mesmo procedimentos de trabalho. 

Por que ele tem sido tão requisitado?

É o caso de um negócio de doces, que vê, em tempo real, as formas de venda de uma empresa de camisetas, entendendo melhor suas equipes e produtividade.

Ainda que dentro de áreas totalmente diferentes, ambas as empresas conseguem trocas formas de trabalho e diferentes perspectivas de atuação, o que agrega maior entendimento e experiência para negócios, ainda mais aqueles que estão no começo de sua jornada.

Por essas e outras, a troca dentro do espaço colaborativo de trabalho é um ponto que se sobressai quando as vantagens são analisadas, o que para algumas empresas se faz necessário, ainda mais em questão de início dentro de um mercado ou local de atuação.

De que forma ele atua na prática?

Após entender melhor o porquê de coworkings serem tão importantes, nada melhor do que entendermos como funciona o trabalho de empresas e a utilização por profissionais liberais e até mesmo estudantes dentro desses espaços.

O primeiro ponto para isso começa com a utilização dos lugares ideais para suas necessidades. 

Dentro de um coworking é possível ter acesso a salas privadas, salas de reunião, salões de trabalho com outras pessoas e até mesmo espaços reservados.

Entender quais são as prioridades da sua empresa no momento e optar pelo que melhor se encaixa nesse sentido é o primeiro passo para a utilização de um coworking.

Em seguida, algo que faz parte da realidade de todos os espaços colaborativos são as participações em contas e gastos internos, geralmente um valor cobrado de forma fixa.

Isso ajuda muito tanto em questão da programação financeira da empresa, quanto na localização por preços que conseguem ser melhores para algumas situações financeiras.

Na prática o coworking funciona para visitantes, que podem ser clientes e parceiros, com recepções que os direcionam de forma prática, contando com a melhor segurança e atendimento possível, o que se faz importante para o crescimento das empresas.

Por fim, como parte da prática dentro dos coworkings são as interações entre negócios, algo que ocorre normalmente em relação aos espaços de trabalho, mas que acaba sendo impulsionado por meio da gestão do coworking, que oferece eventos e encontros.

De certa forma, ter a possibilidade dessa interação consegue trazer excelentes benefícios, tanto em relação ao oferecimento de serviços e produtos, como nas trocas de estratégias.

Considerações finais 

Portanto, o coworking vem sendo visto como um dos espaços mais requisitados por empresas nos dias de hoje, agregando não apenas uma economia em relação aos custos de ter um escritório próprio, mas também em relação à interação e troca entre negócios.

O ideal dentro de um espaço colaborativo é entender suas necessidades e procurar planos e condições que melhor agrega aquilo que sua empresa mais precisa.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 dicas para preparar uma mala para uma viagem curta

3 dicas para preparar uma mala para uma viagem curta

5 vantagens de fazer cursos online

5 vantagens de fazer cursos online