in , , ,

Gestão de dados: os benefícios para a sua empresa

Gestão de dados os benefícios para a sua empresa

É muito importante ter atenção à gestão de dados empresariais, e se o seu negócio ainda não pratica essa estratégia, este é o momento de repensar essa postura.

Devido à presença cada vez maior da internet em nossas vidas, empresas de todos os tipos passaram a depender ainda mais da gestão de dados.

Inclusive, isso diz respeito aos pequenos negócios, pois tecnologias que antes eram acessíveis apenas às grandes corporações, agora estão sendo usadas por empresas de pequeno porte.

Entretanto, mesmo que a tecnologia venha para somar, é necessário preparar a equipe para lidar com ela da melhor maneira.

O cuidado com os dados não é uma responsabilidade apenas dos gestores e da equipe de TI, então, todo e qualquer funcionário da companhia precisa estar por dentro de alguns cuidados.

Na era digital em que estamos vivendo, essas cautelas são parte das responsabilidades de todos os colaboradores.

Sendo assim, o gerenciamento deve ser suficiente para evitar perdas e vazamentos de dados.

A melhor forma de fazer isso é levando a informação a todos os profissionais presentes dentro da companhia.

Pensando em sua relevância, vamos explicar o conceito de gestão de dados, o que ela abrange, bem como seus benefícios. Acompanhe a leitura!

Afinal, o que é gestão de dados?

A gestão de dados é um conjunto de ferramentas usadas para administrar todas as informações de uma empresa. Isso tem a ver com o manuseio de dados, por meio de ações como:

  • Identificação;
  • Armazenamento;
  • Acesso;
  • Compilação;
  • Proteção;
  • Uso dos dados.

Ao invés de as informações se manterem limitadas a uma única equipe ou armazenadas em diferentes locais, uma loja de computador novo as torna disponíveis de maneira otimizada e dinâmica, o que melhora até mesmo a comunicação interna.  

A gestão de dados permite uma tomada de decisão mais assertiva, visto que ela fornece insights sobre os funcionários, mercado de trabalho e público-alvo.

Essa prática ganhou muita notoriedade com a popularização da internet e o avanço da tecnologia, no entanto, ela é um pouco mais antiga do que esses acontecimentos.

A competitividade também está relacionada à gestão de dados, uma vez que traz mais eficiência para os processos e seu principal objetivo é alcançar a governança de dados.

Agora que você já conhece o conceito dessa ação, no próximo tópico, vamos mostrar o que ela abrange dentro de uma companhia.

O que essa estratégia abrange?

A gestão de dados abrange muitos setores dentro de uma empresa, e por meio dela, é possível transformar os modelos de negócio. Estes estão passando por uma transformação digital, trazida por tecnologias como:

  • Internet das coisas (IoT);
  • Big Data;
  • Smart Grid;
  • Computação em nuvem;
  • Inteligência artificial;
  • Assistentes virtuais;
  • Cobots (robôs colaborativos).

Se uma empresa de gestão patrimonial aplica algum destes recursos em seus processos organizacionais, vai depender de uma gestão de dados mais criteriosa.

Outro fator que deve ser levado em conta é que o volume de dados aumenta consideravelmente toda vez que um recurso tecnológico é aplicado aos processos dentro da companhia.

Quanto mais dados forem reunidos de diversas fontes, maior será a necessidade de gestão. Cada ação da equipe de TI se torna mais alinhada às estratégias do negócio, daí a necessidade de a gestão de dados ser exercida por todos os setores da companhia.

Isso é fundamental, uma vez que as informações se originam em todas as partes internas da empresa. Com isso, consegue-se fazer um alinhamento entre o setor de TI e as demais áreas da corporação.

A gestão de dados também abrange uma maior sinergia entre todas as equipes, visto que ela possibilita o compartilhamento de informações em tempo real para todas as áreas.

Isso evita redundâncias e garante o controle de acesso e aumento da segurança. Consequentemente, todo o fluxo de informação dentro de uma empresa de serviço de motoboy se torna mais ágil e confiável.

A comunicação entre os departamentos também melhora, o que aumenta a sinergia de toda a equipe, e acaba por melhorar a produtividade geral da organização.

Essa prática também ajuda a identificar e a caracterizar os dados necessários para cada setor da companhia, facilitando uma gestão plena do seu negócio.

Dentre os dados que entram nesse processo, temos os estruturais, os de referência e os transacionais.

A captação, tratamento e desenvolvimento de dados são otimizados, gerando informações de valor para a empresa.

O que essa estratégia abrange?

Ao se reunirem em uma sala de reunião, gestores e colaboradores conseguem tomar melhores decisões porque a gestão de dados estabelece critérios de validação da origem, natureza, completude, integridade, unicidade e atualidade dos dados.

É com isso que eles ganham mais qualidade e confiabilidade, desde o momento em que são captados pelos sistemas informatizados da empresa.

Gerir dados leva a uma melhor governança das informações, o que ajuda a conhecê-las e integrá-las, tanto online quanto offline.

Isso evita o surgimento de espaços para dados isolados em aplicativos, documentos ou sistemas exclusivos dentro de algum setor da empresa.

Quando falamos em dados, estamos nos referindo a ativos que o negócio possui, e se eles são bem gerenciados, trazem mais valor para a empresa.

Isso evita bloqueios e fragmentações de informações que podem ser utilizadas no suporte ao processo decisório.

A gestão de dados abrange também o apoio e a otimização dos processos dentro de um fabricante de catraca de acesso. Ao longo do tempo, os dados pertencentes aos processos precisam ser geridos para embasar informações mais completas.

É dessa forma que o alcance do negócio é melhorado. Sendo assim, uma boa gestão é imprescindível para apoiar e otimizar os processos organizacionais.

Por fim, todas as operações se tornam mais transparentes, inclusive, em relação às obrigações fiscais e tributárias.

Isso acontece porque uma boa gestão evita erros e inconsistência nos dados, consequentemente, evitando multas e prejuízos.

Os profissionais que lidam diretamente com esse trabalho dentro de uma organização são o Chief Data Officer (CDO), que gerencia as atividades da gestão de dados e orienta a equipe.

O Data Steward, por sua vez, entende quais são as necessidades dos consumidores de dados, dentro de um segmento de negócio.

Quanto ao gestor de dados estratégico, ele alinha as estratégias do negócio às do setor de TI, controlando as ações pertinentes à governança de dados.

Por fim, há o gestor técnico de dados, que modela e trata os dados em seus diferentes aspectos.

Benefícios da gestão de dados

Agora que você já sabe o que a gestão de dados abrange dentro de uma empresa, como um fabricante de etiquetas adesivas personalizadas, vamos falar um pouco mais sobre suas vantagens.

Uma gestão de dados bem feita pode trazer muitos ganhos para o seu negócio, indo desde a organização das informações, até a obtenção de resultados competitivos.

Assim, conseguimos melhorar a integração entre as áreas tecnológicas e aumentar a produtividade de todos os setores. O gestor de dados interliga os departamentos da empresa, considerando a mentalidade de cada um e de seus profissionais.

A qualidade e confiabilidade dos dados também melhora, o que dá a uma empresa de administracao de restaurante corporativo informações mais claras, precisas e íntegras.

A gestão de dados é eficiente ao ponto de organizar os dados internos e passá-los de forma mais fácil, fazendo com que sejam compreendidos por toda a equipe.

Da mesma maneira, os riscos de falhas no desenvolvimento dos sistemas e aplicações é reduzido.

Outros ganhos por parte da corporação são melhorias na qualidade dos dados, redução de esforços e menores custos de desenvolvimento.

Se os dados de uma empresa de flyer digital são organizados de maneira compreensível, haverá menos necessidade de recursos e esforços pelas equipes no que tange à compreensão das informações que circulam no negócio.

Também fica mais fácil garantir acesso à informação, disponibilizar dados e garantir a segurança deles. Isso, inclusive, é um dos reflexos da organização e maior compreensão das informações, por parte dos colaboradores.

Como consequência, tendo em vista todas essas mudanças positivas, a produtividade aumenta em todos os setores, mesmo por conta do acesso facilitado às informações.

Se a empresa tem uma gestão de dados realmente eficiente, consegue agilizar todos os seus processos e conquistar grandes vantagens competitivas em seu mercado.

Benefícios da gestão de dados

Conclusão

Neste artigo, você conheceu um pouco mais sobre o conceito de gestão de dados e de que forma ela é importante para o seu negócio.

A tecnologia é nossa aliada em diferentes processos, desde a maneira em que criamos um produto até o momento de divulgá-lo por meio das estratégias de marketing.

Entretanto, ela pode se tornar sensível caso não seja bem administrada, o que torna a gestão de dados um processo fundamental para qualquer empresa.

Manter suas informações organizadas e acessíveis é a melhor forma de proteger os dados e fazer o negócio crescer. 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nicho de mercado entenda para que serve e seus benefícios

Nicho de mercado: entenda para que serve e seus benefícios

Quais as atribuições e o dia-a-dia de um promotor de justiça

Quais as atribuições e o dia-a-dia de um promotor de justiça?