in ,

6 hábitos que te auxiliam na saúde mental

6 hábitos que te auxiliam na saúde mental

A saúde mental é um assunto que vem sendo constantemente discutido entre as pessoas, seja na internet ou em muitos outros espaços e círculos sociais.

Precisamos falar sobre esse assunto porque apenas com saúde mental é que é possível lidar com nossas emoções positivas e negativas.

É dessa forma que construímos nosso comportamento na sociedade e somos capazes de lidar com diferentes situações.

Trabalhar o equilíbrio mental é muito importante para que as pessoas convivam entre si de maneira saudável.

Isso é tão essencial que a saúde física também depende das condições mentais do indivíduo.

A sociedade vive hoje uma realidade que exige uma busca constante de comportamentos que possibilitem harmonia entre o corpo e a mente, no meio das relações sociais.

Se não estamos com o emocional equilibrado, não temos bem-estar pessoal e coletivo, afinal, uma pessoa com algum tipo de problema nesse sentido pode vir a se tornar uma peça problemática para as demais.

Entretanto, é alarmante a quantidade de pessoas que apresentam algum tipo de doença atualmente, como a depressão e a ansiedade.

Neste artigo, vamos mostrar alguns hábitos vitais para manter a saúde mental e explicar a importância dela em nossas vidas. Acompanhe!

Pontos fundamentais para uma boa saúde mental

Pelo fato deste assunto estar muito em alta, é importante esclarecer alguns aspectos em relação a ele.

Para começar, os transtornos mentais aparecem como resultado de diferentes fatores sociais, psicológicos, genéticos ou ambientais.

Algo que influencia bastante nesse sentido são as pressões socioeconômicas, que chegam a gerar riscos para a saúde mental e coletiva, principalmente nas camadas mais pobres da sociedade.

Algumas atividades, como os cursos profissionalizantes, trabalho voluntário e exercícios físicos são exemplos de práticas que ajudam a lidar com essas pressões.

Por outro lado, quando a saúde mental está debilitada, acaba por influenciar em alterações sociais, acentuando a exclusão social e expondo o indivíduo a situações violentas, por conta de sua incapacidade mental de autodefesa.

Situações relacionadas às questões psicológicas ou transtornos de personalidade também fazem com que as pessoas estejam mais suscetíveis ao desequilíbrio mental.

Também existem as causas biológicas que provocam uma desordem química das células cerebrais, acarretando um aumento na gravidade da doença.

É papel da família buscar ajuda para encaminhar o indivíduo para um tratamento adequado. Profissionais, como psicólogos e psiquiatras, além de hospitais e clínicas, devem sempre prezar pela promoção da saúde mental dessas pessoas.

Dentro desse recorte socioeconômico, também é papel das empresas cuidar do equilíbrio psicológico de seus colaboradores.

Existem vários recursos para isso, tanto no que diz respeito ao clima organizacional quanto à própria estrutura da organização, por meio de sonorização de ambiente e Equipamentos de Proteção Individual (EPI).

Já que entramos na pauta dos cuidados necessários para preservar a saúde mental, a seguir, vamos dar algumas dicas para que você possa cuidar do seu psicológico.

Pontos fundamentais para uma boa saúde mental

Como manter a mente saudável, afinal?

Diversas pessoas se preocupam em cuidar da saúde física, mas acabam se esquecendo dos cuidados com a saúde mental.

Por conta disso, durante o mês de setembro, são promovidas campanhas para conscientizar a sociedade a respeito da importância do bem-estar mental e da prevenção do suicídio.

Do mesmo modo, é o mês que simboliza o combate ao preconceito contra os transtornos psicológicos, e você pode cuidar da sua saúde mental e daqueles que são importantes para você, por meio de práticas simples, como:

1. Dar um tempo do celular

Existem uma gama de pesquisas que provam que o excesso de uso do celular pode deixar as pessoas mais deprimidas e doentes.

A tecnologia, sem dúvidas, veio para nos auxiliar, mas o excesso de uso pode distanciar as pessoas e substituir hábitos que antes faziam bem, como a própria convivência social.

De vez em quando, é recomendado deixar esse aparelho de lado para se dedicar a outras coisas na companhia de amigos e familiares para, por exemplo, preparar um bolo caseiro artesanal com os filhos.

2. Fazer exercícios físicos regularmente

As atividades físicas são fundamentais para manter o corpo saudável, e a melhor parte é que, ao mesmo tempo, a mente se beneficia deles.

Quando nos exercitamos, liberamos hormônios fundamentais relacionados ao bem-estar, ao bom humor e à alegria, como a endorfinas e a dopamina.

Algumas pessoas não gostam de frequentar a academia, mas a boa notícia é que os exercícios ao ar livre, como caminhar, pedalar e correr, também são ótimos para a saúde.

3. Ter uma vida sexual ativa

Durante a relação sexual, o ser humano libera hormônios, como a endorfina, que aumenta a sensação de bem-estar, portanto, ter uma vida sexual ativa ajuda a melhorar a autoestima e melhorar o humor. 

É uma atividade natural do ser humano, que também beneficia os músculos do corpo e reduz os índices de estresse.

4. Adotar uma alimentação equilibrada

Na terceira idade, as pessoas dependem de alguns cuidados, como serviço de cuidador de idosos, mas para melhorar ainda mais a qualidade de vida delas, é fundamental investir em uma alimentação saudável.

Na verdade, isso é importante em qualquer idade, afinal, os alimentos ricos em vitaminas são fundamentais para o corpo e para mente.

Importante consumir frutas, legumes, verduras e beber bastante água durante o dia, pois são alimentos que aumentam a sensação de felicidade e bem-estar.

Dentre os alimentos que deixam o indivíduo mais feliz, estão:

  • Espinafre;
  • Chá-verde;
  • Milho e aveia;
  • Frutos do mar.

É possível incluir nessa lista alimentos como a banana, o mel e a pimenta. Lembre-se ainda de que cuidar da saúde é um processo de dentro para fora, portanto, nada melhor do que consumir os alimentos certos.

5. Ter uma vida social ativa

Os seres humanos são uma raça sociável, por isso, nós precisamos ter com quem conversar.

Ter amigos para fazer passeios turísticos dentro do trabalho e cultivar uma relação positiva com a família é fundamental para a saúde da mente.

Pessoas sociáveis são mais bem-humoradas e bem-dispostas, assim sendo, procure seus amigos em seu tempo livre para conversar sobre assuntos que interessam a vocês.

6. Dormir bem

Dormir bem todas as noites é fundamental para manter a mente equilibrada. Pessoas que dormem mal se sentem mais cansadas, fatigadas e mal-humoradas.

O ser humano precisa dormir, pelo menos, de 7 a 9 horas por noite, menos ou mais do que isso pode desencadear uma série de problemas de saúde.

6. Dormir bem

A importância da saúde mental

De acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde), existem mais de 300 milhões de pessoas que sofrem de algum transtorno mental no mundo, tais como depressão, estresse e ansiedade.

Os cuidados com a saúde física e mental, como frequentar uma academia de ginástica, ajudam a combater esses problemas em qualquer idade.

O próprio Ministério da Saúde reforça a importância de cultivar hábitos saudáveis que contribuem para a manutenção do equilíbrio psicológico.

Uma boa saúde mental é essencial para que o indivíduo possa realizar suas atividades do dia a dia, como fazer as tarefas do lar e trabalhar.

O trabalho é fundamental para o sustento de cada um, e a partir do momento que não temos condições mentais e emocionais de realizar nossas tarefas, colocamos em risco o próprio sustento.

Em outras palavras, a ausência de saúde mental pode desencadear outros problemas que vão muito além das condições psicológicas de uma pessoa.

Por meio de algumas aulas de pilates também é possível conservar a saúde da mente, para que assim possamos ter uma boa convivência social.

Pessoas estressadas, por exemplo, são mais difíceis de conviver, pois se tornam intolerantes e indispostas para a sociedade.

O cuidado com a família também depende das condições psicológicas do indivíduo.

É por esse motivo que hospitais e profissionais da saúde estão sempre atentos a quadros como a depressão pós-parto.

Todas as atividades do nosso cotidiano dependem das nossas condições mentais.

Os desequilíbrios podem colocar em risco até mesmo hábitos simples de higiene, como tomar banho, escovar os dentes e usar roupas limpas.

Empresas que se preocupam com a saúde ocupacional sabem que mais do que afetar o desempenho de seus colaboradores, a saúde mental é fundamental para a construção de uma sociedade pacífica e capaz de evoluir.

Portanto, cuidar da mente é fundamental em todas as esferas da vida do ser humano, afinal, é comprovado que somente pessoas psicologicamente saudáveis são ativas na sociedade e capazes de ajudar aqueles que precisam de cuidado e atenção.

Conclusão

Mens sana in corpore sano”, que em português significa “mente sã, corpo são” é uma citação de Juvenal, na Sátira X, que representa o grau de relevância de cuidar da mente para que o corpo esteja em pleno funcionamento.

A sociedade se preocupa muito com a forma física e a aparência das pessoas, mas a verdade é que o mais importante é que você se preocupe com as condições da sua mente.

Os cuidados com o corpo não devem ser deixados de lado, mas é fundamental cuidar de suas características psicológicas, pois tanto corpo quanto mente funcionam em conjunto.

Se os dois estão saudáveis, a qualidade de vida e o bem-estar estão garantidos.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Os benefícios da hortelã-pimenta para a saúde

Os benefícios da hortelã-pimenta para a saúde

4 motivos para programar um cruzeiro nas férias

4 motivos para programar um cruzeiro nas férias