in , ,

A importância da psicologia na educação

A importância da psicologia na educação

A psicologia é um ramo da ciência que possui uma ampla variedade de conhecimentos, tendo a mesma ideia central em todas as suas vertentes de estudar os processos mentais e o comportamento humano.

Derivando das palavras gregas “psique” significando “alma” e “lógica”, significando “estudo de”, o termo de significado para psicologia é o estudo da alma, que passou a ganhar ainda mais espaço no campo da ciência no fim do século 19.

Não se tratando apenas de uma ciência da alma, mas a psicologia também engloba comportamentos e a experiência do ser humano de acordo com algumas situações, pois mente e corpo funcionam de forma uníssona.

Tal como a medicina esportiva e treinamento atlético que pode unir em trabalho a mentalidade junto a um preparo físico de um atleta.

Muito do que se é estudado na psicologia durante o preparamento de seus profissionais está interligado a personalidade, memória, comunicação, e até mesmo, aprendizagem.

A psicologia da educação

A educação é uma das bases da vida e direito de todo o ser humano, o que torna a psicologia da educação fundamental para essa etapa da vida, especialmente quando se está nos primeiros anos.

O papel da psicologia da educação teve início ainda no século 19 com a junção da psicologia científica e o pensamento educativo, podendo ser considerada uma evolução de ambos.

O objetivo principal da psicologia da educação é analisar e verificar, dentre os conhecimentos que a psicologia possui, o comportamento das pessoas em um ambiente de educação e as intervenções que ocorrem nele.

Isso pode ser feito até mesmo em creche de bebê para entender o comportamento das crianças nas primeiras fases de interações sociais escolares que podem influenciar até a vida adulta.

A psicologia educacional e a psicologia escolar

Podendo causar algumas confusões pelos termos serem semelhantes, há pequenas divergências de uma com a outra, mesmo estando associadas.

A psicologia educacional é ligada à área do conhecimento, também conhecida como uma subárea teórica da psicologia em si, enquanto a psicologia escolar é o campo da atuação de forma prática em escolas, usando os conhecimentos da educação.

Por serem complementares e diferentes, é fundamental que se tenha conhecimento de ambas pois acabam tendo ligações em estudos como:

  • Inclusão social;
  • Avaliações psicológicas;
  • Formação de professores;
  • Políticas públicas em educação;
  • Gestão da psicoeducação.

Para colocar em prática a psicologia na educação, alguns profissionais podem atuar diretamente ligados a uma instituição de ensino, não se limitando em escritório planejado em L no formato de consultas particulares.

A atuação do profissional nesta área é promover a adaptação do paciente levando em conta suas emoções ou sentimentos, oferecendo apoio emocional para enfrentar desafios.

Benefícios e a importância da psicologia da educação

Ter bons resultados no que se trata da educação do ser humano se torna algo bom não somente para a criança, como também para a sociedade, pois a psicologia ajuda na compreensão e na capacitação de muitas áreas.

Benefícios e a importância da psicologia da educação

Podendo levar até mesmo em comparação a uma caneca personalizada onde o cuidado e com a ajuda certa, tudo funciona perfeitamente e sem erros, mas caso não possua assistência, pode se romper e ter danos muitas vezes irreversíveis.

Como cada fase da vida humana os comportamentos sofrem alterações, seja com os hormônios durante a adolescência ou a pressão da sociedade em alguns quesitos, a psicologia ajuda na determinação dos métodos mais adequados para cada fase.

Tanto nas primárias quanto nas épocas de vestibulares, porque ao se conhecer o estudante, pode-se ser uma peça chave para o profissional auxiliar os professores ou o corpo docente de uma instituição de ensino a entender melhor os alunos de forma positiva.

Em uma sala de reunião moderna pode-se planejar atividades que incentivem o aluno a melhorar suas aptidões e habilidades com orientações adequadas para a vida de cada um, tanto no quesito social como no emocional.

A psicologia na educação pode auxiliar não somente os alunos, como muitas vezes os professores a como desenvolver boas táticas de ensino com dinamismo, divertimento e de uma forma saudável de ser aplicada em sala de aula. 

Visto que nenhum aluno é igual ao outro no quesito de aprendizagem, o professor deve saber reconhecer e levar o ensinamento para cada um de forma adequada e eficiente, buscando sempre a inclusão social sem quaisquer discriminações.

Incluindo questões de bullying e preconceitos do qual o psicólogo na escola também deve saber ajudar o aluno a superar as diferenças, muitas vezes podendo recomendar um consultório psicologia e psicopedagogia para ajudar em questões mais delicadas.

Tendo em conta que ter orientação e aconselhamento são fundamentais para que o desenvolvimento de uma criança desde a fase da infância até a fase da juventude, se torna uma ajuda com algumas questões psicológicas.

Testes psicológicos podem ser feitos como parte do processo de aprendizagem em aluguel sala privativa, contribuindo para que o profissional possa fazer avaliações sobre os potenciais que uma criança pode apresentar.

Desenvolvendo um sistema mais cooperativo com os alunos de uma instituição por meio dos meios criativos de se realizar tarefas e contribuir no molde do comportamento. 

O que a falta de um psicólogo na escola pode resultar?

A psicologia no âmbito escolar pode causar não somente transformações no aluno e na instituição de ensino englobando seus funcionários e professores, como também, com os próprios pais ou responsáveis dos alunos. 

Todas as fases de uma criança são importantes no ambiente educacional, e ter um profissional para analisar e trabalhar com cada etapa do crescimento pode ser um quesito que trará resultados diferentes posteriormente.

Um ambiente escolar sem o acompanhamento de um profissional da psicologia acaba tendo casos que não são solucionados da maneira correta como barreiras no rendimento, isolamento e falta de adaptação, bullying, hiperatividade e dislexia.

Incluindo também problemas sociais ou pessoais que podem trazer problemas para o desenvolvimento escolar de uma criança. 

Por isso, a presença de um profissional pode fazer a diferença tanto na preparação e no auxílio de um aluno como também na maneira que o corpo de funcionários e professores da escola deve agir.

No caso de alunos mais velhos e em fase de vestibular, o psicólogo na escola pode ajudar na determinação de testes vocacionais ou profissionais para ajudar na decisão de escolha da futura carreira.

Também pode assessorar campanhas envolvendo educação sexual em conjunto com práticas de palestras ou workshops que esclareçam dúvidas envolvendo sexualidade, o uso de drogas e gravidez na adolescência.

Não somente envolvendo os alunos como também os seus responsáveis, deixando a escola ir além de aprendizados tradicionais. 

O que a falta de um psicólogo na escola pode resultar?

Os desafios da união de psicologia e educação

A área da educação é uma das que mais se encontra desafios na sociedade, especialmente as escolas públicas que não contam muitas vezes com uma boa infraestrutura para alunos ou para professores.

A união com a psicologia veio após anos de estudos antes de chegar no que se é conhecido, contudo por conta desses estudos realizados no passado que as escolas na atualidade puderam se transformar de uma maneira contemporânea.

Além de entender o conteúdo e replicá-lo de forma tradicional, a psicologia nas escolas permite que a criatividade de um aluno seja estimulada de modo livre, o que pode acabar dando uma comunicação saudável e o despertar da curiosidade.

Causando o desenvolvimento de uma forma sadia para a criança e instruindo os professores a como melhorar para deixar o ambiente escolar sem a monotonia do que era anteriormente.

Muitos profissionais encontram também o desafio de unir e despertar o interesse contínuo dos pais ao ambiente escolar de maneira que seja benéfica para os filhos, criando um laço com a instituição que tem a prioridade de auxiliar nas fases de crescimento da criança.

Considerações finais 

Sendo assim, a psicologia é uma área que pode ser mais importante em diversas áreas de atuação, ainda mais no que se trata do ramo da educação, o ambiente onde uma criança constrói as suas primeiras relações sociais.

O profissional de psicologia na educação também pode auxiliar em questões mais delicadas que uma criança enfrenta na escola, auxiliando não somente o aluno e seus pais como o corpo docente para lidar com esses dilemas.

Pois a inclusão social, o preconceito e o bullying devem ser ditos e frisados de maneira que todos entendam sobre o que se trata para evitar algumas questões delicadas, estando ciente de como agir.

Alguns profissionais podem até recomendar o tratamento e a busca por ajuda em clínica nutrição terapeutica e especialidades em alguns casos, para que a criança possa se desenvolver de uma forma melhor e mais segura para o seu futuro.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Profissão eletricista o que faz, formação e salário

Profissão eletricista: o que faz, formação e salário

A importância de entender sobre finanças empresariais

A importância de entender sobre finanças empresariais