in ,

Saiba mais sobre o mercado de gastronomia atual

Saiba mais sobre o mercado de gastronomia atual

O mercado de gastronomia é um dos setores mais interessantes para investimento, principalmente, pelo fato de sempre estar em alta, independentemente das situações econômicas de um país.

A alimentação, por ser um fator importante para a sobrevivência humana e também uma forma de prazer pessoal ou coletivo, faz com que empresários e profissionais estejam sempre lucrando, especialmente quando buscam por alternativas diferenciadas.

Isso faz com que o curso de gastronomia seja uma boa procura em universidades e instituições. A formação permite possibilidades infinitas de trabalho, em múltiplas áreas de atuação e especialização.

Entre as áreas de atuação estão:

  • Restaurantes;
  • Bares;
  • Buffets;
  • Hotéis;
  • Lanchonetes;
  • Instituições de ensino;
  • Residências particulares;
  • Empresas de eventos;
  • Entre outros.

Na especialização, um profissional pode encontrar o objeto de estudo que mais lhe agrade, como comidas específicas de regiões, enfatizando novos conceitos para pratos famosos em determinados estados.

A segregação da área também acontece por meio dos sabores e variedades de alimentos. Alguns podem se interessar em trabalhar com massas, outros com frutos do mar, sushis, comidas caseiras e por aí vai.

O mar de possibilidades também é um dos principais motivos de rentabilidade, pois oferecendo variações para todos os tipos de clientes, um gastrônomo, que é profissional formado em gastronomia, tem mais chances de ser reconhecido por um nicho.

Como começar a carreira na gastronomia?

Bom, ao escolherem o curso de gastronomia, muitos alunos começam a conhecer mais sobre as técnicas e variedades de pratos e alimentos. 

Como em qualquer outra faculdade, é interessante que esses estudantes optem por estágios para aprenderem a prática da profissão, sendo ainda ensinados por profissionais e grandes conhecedores da culinária na região em que vivem.

Um aluno de gastronomia pode iniciar fazendo pratos em um buffet de massas e acabar se interessando tanto pelo segmento quanto por atividades do nicho. 

Esse é o caso de pessoas que passam a compreender a cozinha específica e a partir daí criam novas possibilidades de negócios, como massas voltadas ao público fit, que é um exemplo de segmento que está se mostrando cada vez mais popular na sociedade.

Uma outra possibilidade é, ao estagiar em um restaurante específico de massas, o profissional pode acabar entendendo mais sobre produtos que se conectam, por exemplo, entender mais sobre o que combina melhor com vinho francês.

Além do estágio na própria cidade de estudo, muitos chefs de cozinha costumam a estudar ou se especializar em cidades do mundo, conhecidas por um determinado tipo de culinária.

Um exemplo são os casos de pessoas que estudam sobre massas e vinhos na Itália, salgados e doces em Paris, comidas árabes no Oriente Médio, peixes e comidas indígenas na Amazônia, ou até optam em ser garçom de buffet em renomadas empresas.

Nessa profissão é importante ter no currículo de experiências trabalhos com renomados chefs ou em empresas modernas, conhecidas pelo público. 

Assim como em outras profissões, os aprendizados com grandes chefes valem muito na gastronomia. Conheça aqui algumas das áreas de atuação mais populares na culinária:

Confeitaria

Um dos mais tradicionais segmentos do mercado é o mercado dos doces. A prática de confecção de bolos, docinhos, brigadeiros e outros tipos de alimentos faz sucesso em qualquer parte do mundo, ainda mais se você resolve criar um novo produto.

É possível trabalhar em praticamente todos os lugares que oferecem comidas, muito pelo fato de que todos adoram um docinho depois ou antes de almoçar ou jantar.

A área é uma boa ideia para quem gosta de trabalhar com altas demandas, seja para buffet para festa de casamento simples, eventos em hotéis, aniversários, organizações corporativas e datas sazonais, como natal e ano novo.

Confeitaria

Ainda sobre essa área, alguns ramos específicos como chocolataria e cake designer estão constantemente em alta, muito por apresentarem opções gourmets, um estilo cativante de alimentos caseiros com uma pegada moderna e descolada.

Salgadeiro

Salgados são alimentos incrivelmente populares no Brasil e no mundo. Você pode encontrar um estabelecimento que venda esse tipo de comida em cada esquina, o que garante a presença unânime de cliente para o seu negócio.

Existem inúmeras possibilidades de trabalhos, como em padarias, casas de festas, fábricas e, até mesmo, produções próprias. 

Montagem de stands para feiras são alternativas para apresentar suas criações, se você decidir, por exemplo, focar em públicos que trabalhem com fornecedores.

Culinária saudável

Dentre todas as possíveis áreas de atuação citadas, essa talvez seja a que mais tem crescido e se popularizado por âmbitos digitais nos últimos anos.

Muitas pessoas vem procurando cada vez mais práticas de vida saudável, muito por conta das mudanças comportamentais nos últimos anos, com a inserção de vidas cada vez mais onlines e industrializadas.

A opção por comidas fits, veganas, vegetarianas ou saudáveis tem feito sucesso em aplicativos de comida e plataformas online, pois unem facilidades de compra, com opções de alimentos saudáveis e versáteis.

Alguns empresários têm passado a produzir opções de alimentos conhecidos por serem caseiros, mas utilizando ingredientes naturais, com bastante foco na absorção de nutrientes e melhoria de energia do corpo.

São restaurantes, pontos de comidas em shoppings, barracas em feiras do gênero e, até mesmo, funcionamento via redes sociais. Caso siga por esse segmento e deseje trabalhar em casa, procure por serviço de entrega motoboy para facilitar a distribuição.

Como fazer para se destacar na área?

Apesar do mercado da gastronomia estar constantemente em renovação e alta movimentação mercadológica, a ideia da especialização, assim em como todas as áreas, é uma boa opção para os gastrônomos que querem se destacar.

É importante lembrar que são muitas as opções de bares e restaurantes em uma cidade ou país, e que provavelmente a concorrência entre esses segmentos parecidos é alta. Por isso, a inovação e diferenciação é a chave de sucesso da profissão.

Ao montar um restaurante, o gastrônomo deve ter em mente a concepção, não apenas de um prato ou uma comida específica, mas também da identidade da marca ou empresa.

Atualmente, com tantas opções no mercado e possibilidades de compras online, as pessoas se sentem cada vez mais atraídas pela ideia de comer ou frequentar um determinado lugar para consumo alimentício.

Um restaurante que costuma fazer refeições para empresa, pode tirar proveito desse serviço ou divulgar o negócio nas redes sociais, criando ideias de pratos que tenham a ver com o mercado de trabalho ou conversem com funcionários.

Por exemplo, já pensou como seria interessante encontrar nessa empresa pratos com nomes que remetem ao ambiente em escritório, ou que citem algumas profissões como pudim de advogado, risoto da contabilidade e até drinks de happy hour.

Outra ideia de negócio é investir em aluguel de espaço para casamento e aproveitar para montar equipes responsáveis pela comida desses eventos. 

Você pode unir dois tipos de serviços, algo que vai facilitar a vida de quem está procurando por eles. Isso faz com que você se torne uma referência no seu local de atuação, justamente pela ideia de melhorar os processos de clientes.

Ao construir uma posição de destaque, o profissional da área da gastronomia pode ganhar cada vez mais, além de ter seus pratos e o próprio estabelecimento reconhecidos tanto por críticos quanto pela imprensa, o que ajuda a construir a imagem do profissional e do local.

Foque sempre em desenvolver outras habilidades

Nem só de técnicas e funções na cozinha vive o gastrônomo. É preciso ter em mente que ao trabalhar com comida você estará sempre envolvido com relacionamentos e satisfações humanas, o que demanda aprendizados diversos.

Dentro de uma cozinha, por exemplo, é necessário trabalhar ou gerenciar equipes, por isso  é necessário que um chef tenha habilidades com gestão de pessoas.

Podem ser trabalhos de direcionamentos de tarefas, como lavar louças, enviar pessoas qualificadas para entender as demandas feitas à cozinha, atender diretamente clientes e mexer com questões administrativas.

Trabalhar com alimentos para pessoas também exige atenção na qualidade da preparação, do local de trabalho e do próprio estabelecimento.

Foque sempre em desenvolver outras habilidades

Por isso, muitos empresários e cozinheiros fazem cursos voltados para essa área, em busca de desenvolver trabalhos mais completos e exemplares para o público e para a imagem do negócio.

Existe, ainda, uma relação necessária com órgãos fiscalizadores que trabalham verificando as condições de trabalho e a qualidade dos alimentos produzidos. Essa área também é uma alternativa de trabalho para gastrônomos.

Agora pronto! Sabendo como funciona o mercado, quais as reais possibilidades de trabalhos e especializações que você pode optar, fica mais fácil começar sua carreira na gastronomia, uma das profissões mais populares e mais amadas por quem produz.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saude mental como a psicologia ajuda no dia a dia 1

Saúde mental: como a psicologia ajuda no dia a dia? 

Revit o que é

Revit: o que é?