in ,

Network: O que é e como fazer?

Network O que é e como fazer

Cuidar das relações pessoais é importante, mas quando o assunto se estende também para a esfera profissional, ela se torna ainda mais necessária. O termo utilizado para se referir a esse aspecto é o network, e a sua relevância para uma carreira é imensurável. 

As relações de trabalho sempre tiveram o seu valor. Se dar bem com outros profissionais que atuam na mesma empresa ou no mesmo setor permite que o colaborador tenha um desempenho profissional aperfeiçoado, o que traz cada vez mais os melhores resultados. 

Dessa forma, é essencial saber o que isso quer dizer na prática, e como o network pode ser utilizado em benefício do crescimento de uma carreira e até mesmo no desempenho de uma ou mais empresas. 

De fato, essa parceria entre dois profissionais pode ter efeitos bastante positivos no dia a dia de pessoas e de estabelecimentos comerciais. Isso porque ele pode otimizar de maneira positiva todo o processo usado nas demandas internas de uma companhia. 

Uma empresa que atue com aluguel de espaço para casamento, por exemplo, e que queira aperfeiçoar os seus contratos de locação pode ter muito mais sucesso quando o dono do negócio tem contato com um advogado especializado nesse serviço. 

Isso ocorre porque a relação entre os dois profissionais gera uma troca de conhecimento valiosa, que quando aplicada na execução de tarefas do negócio traz importantes práticas e mudanças para cada um dos envolvidos. 

Por isso, ao contrário do que se imagina, o network vai muito além de simples reuniões com conversas aleatórias, mas é sim uma maneira de enriquecer o conhecimento de profissionais de diferentes setores que possuem um objetivo comum: o crescimento. 

Não à toa, é de grande relevância que o network seja uma atividade presente na rotina do profissional, para que ele esteja em constante aprendizado e conquiste novos conhecimentos e relações profissionais com maior eficiência. 

Se você reconhece a importância do assunto e quer entender melhor o que é o network e as suas características, este artigo é para você. Por isso, acompanhe a leitura deste conteúdo e saiba mais sobre o tema. 

O que é o network e para que ele serve?

Desbravar uma nova profissão pode ser, na grande maioria dos casos, um passo desafiador. Um profissional que decide dar aula de canto iniciante, por exemplo, precisou passar por algumas experiências antes de decidir dar o passo inicial nesse seu trabalho. 

Para colocar esse desejo em prática, certamente ele precisou obter conhecimentos teóricos, investindo em cursos de formação. Depois, ele pode ter feito um estudo de mercado e conhecido estabelecimentos que já atuam na área, aprendendo mais sobre o negócio. 

Por fim, para completar todo esse processo, uma ação que faz muito sentido e que deve ser uma das principais para quem está abrindo o seu próprio negócio é justamente ter uma base de contatos comerciais sólida, que vai trazer uma série de vantagens profissionais. 

Duas pessoas que atuam dentro de uma determinada área, que pode ser desde serviços de gravação de áudio para propaganda ou em escritórios de contabilidade, podem estabelecer uma relação e, com ela, abordar diversos assuntos, tais como:

  • Experiências profissionais na área;
  • Recomendação de fornecedores;
  • Compartilhar situações negativas;
  • Indicar ferramentas relevantes;
  • Ampliar o círculo de relacionamento.

O que é o network e para que ele serve?

Diante desse cenário, é possível dizer com maior assertividade que o network é constituído de uma base de contatos, na qual é possível trocar informações, experiências e recomendações, construindo uma relação de ajuda mútua. 

De fato, conversas sobre o trabalho costumam ser proveitosas para os profissionais. Para entender isso, é só imaginar o quanto uma conversa entre dois empresários em um espaço de coworking pode ser enriquecedora para ambos. 

Isso porque essa troca de informações pode incluir a recomendação de fornecedores e prestadores de serviços, o que pode trazer benefícios para quem deseja ter um melhor atendimento e também para conseguir descontos nessas relações comerciais. 

Até mesmo o compartilhamento de situações vividas e que foram negativas para a experiência empresarial podem contribuir para um network de qualidade. Isso porque é possível aprender uma série de informações nessas trocas profissionais. 

Além disso, os empresários podem se ajudar de maneira mútua ao fazer indicações de ferramentas que utilizam e que são produtivas para o trabalho. Um designer que faça convites personalizados, por exemplo, pode otimizar o seu dia a dia com a novidade. 

Vale também mencionar que essa base de relacionamento ajuda na formação de um círculo de bons relacionamentos, que certamente vão ser positivos em diversos momentos da carreira profissional e que vão trazer vantagens para todos os envolvidos. 

Sendo assim, a utilidade de um network vai além de simples amizades, o que mostra a importância dela na construção de uma atuação no mercado cada vez mais completa e segura, graças ao relacionamento de profissionais em diversas situações. 

Passo a passo para fazer um bom network

O network pode ser feito de diversas formas, desde em situações mais propícias, como no encontro dentro de uma sala reunião pequena, até na sala de espera de um escritório de advocacia, onde dois profissionais passam a se falar de forma descontraída. 

No entanto, é necessário que o empresário ou colaborador esteja sempre disposto a se relacionar com as pessoas, o que vai contribuir para que elas possam se entrosar melhor e se comunicar de forma fluida e interessante. 

Há várias maneiras de se fazer network, de modo que conhecer algumas delas é essencial para que o profissional enriqueça a sua carreira e contribua também com outras pessoas que buscam esse tipo de parceria comercial. Conheça algumas delas a seguir:

1. Em eventos corporativos

Quem está antenado para os principais eventos corporativos da sua área sabe que esse tipo de situação é bastante propícia para o network

Ao visitar esses locais, é possível conhecer uma série de profissionais do setor, seja para falar de um stand promocional apresentado em uma feira, ou para trocar ideias depois de uma palestra empreendedora. 

Por isso, marcar presença em eventos corporativos é fundamental para quem quer crescer profissionalmente e construir a sua rede de relacionamentos. 

2. Nas redes sociais

As redes sociais se tornaram plataformas fundamentais para quem quer acompanhar diversas notícias mais de perto e em tempo real, mas também para quem quer aumentar o seu círculo de relações de trabalho. 

Não à toa, hoje já é possível se inscrever no LinkedIn, uma rede totalmente voltada para relações comerciais, e que é capaz de conectar empresários e colaboradores de diversos segmentos com poucos cliques. 

Nesse sentido, quem deseja ter muito mais contatos com profissionais da área ou de setores similares precisa investir em um perfil nas redes sociais e, com isso, conquistar novas relações com maior facilidade. 

3. Ao retomar contatos

Outra modalidade de fazer network é investindo na retomada de contatos que já foram importantes em situações passadas e que por algum motivo esfriaram nos últimos tempos. 

Se nas antigas compras de cartão de visita pessoal o profissional tinha uma relação interessante com o proprietário da gráfica, fazer uma visita ao local depois de tanto tempo e ter uma conversa com o empresário é uma forma de reativar esses laços. 

Por isso, é válido buscar na memória e na agenda alguns dos profissionais com os quais já se teve uma boa relação comercial anteriormente e apostar novamente nessa parceria, que pode trazer várias vantagens em diferentes situações.

Ao investir nessas possibilidades, o seu network se fortalece de forma bastante positiva, ajudando de forma especial na solidificação da sua base de contatos e no aperfeiçoamento das atividades comerciais de modo geral. 

3. Ao retomar contatos

Os efeitos positivos do network

Como não poderia deixar de ser, quem investe em network de maneira correta e coerente pode ser surpreendido de modo positivo ao desfrutar dos benefícios desse tipo de relação. 

Nesse sentido, entre os principais efeitos de uma boa network estão as relações duradouras, que vão contribuir para o crescimento profissional de forma constante e produtiva. 

Além disso, outro elemento que merece destaque é justamente o de colher informações que vão contribuir para um trabalho cada vez mais direcionado, no qual se pode ter a tranquilidade de seguir em uma linha certa e que vai trazer cada vez mais frutos. 

Outro ponto de destaque é justamente o de ganhar maior domínio e visibilidade na sua área, de maneira que as suas ações e qualificações se tornam conhecidas e também são vistas como referências para quem quer atuar bem no setor. 

Dessa forma, além de dar início ao seu network, não deixe de investir na manutenção dele periodicamente, para garantir que os contatos estejam sempre quentes e alinhados com os seus propósitos e objetivos. 

Agora que você já sabe o que é o network e como fazê-lo, se empenhe o quanto antes nessa tarefa e colha benefícios no curto, no médio e no longo prazo. 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cursos que auxiliam ao profissional de venda de carros

Cursos que auxiliam ao profissional de venda de carros

5 dicas para planejar uma viagem internacional

5 dicas para planejar uma viagem internacional