in ,

O que é empatia

O que é empatia

A empatia é um dos conceitos mais importantes da atualidade. Trata-se de uma competência pessoal que faz toda a diferença quando estamos diante de relações interpessoais. 

Nesse guia vamos falar sobre o que é empatia, mostrando o seu significado e como ela pode ser desenvolvida. Descubra quais são os benefícios da empatia e como ela se relaciona ao nosso dia a dia, pessoal e profissional.

Conceito de empatia

Empatia é muitas vezes definida como a ação de compreender, estar ciente, sensível e experimentar indiretamente os sentimentos, pensamentos e experiências de outra pessoa.

Dessa forma, a empatia é um sentimento com relação ao outro. Em outras palavras, é estar no lugar do outro, sentir o que ele sente e buscar entender as outras pessoas sem fazer julgamentos prévios.

Ao contrário do que muitas pessoas imaginam, a empatia não significa sentir pena de outra pessoa. Na verdade, corresponde a capacidade de sentir compaixão por outras pessoas, mesmo que elas não sejam próximas, nem familiares.

Conceito de empatia

A importância da empatia no dia a dia

A empatia é uma competência muito útil no dia a dia. Por meio dela podemos entender melhor as pessoas que estão ao nosso redor, sejam elas amigas, familiares, clientes ou até mesmo estranhos. 

Vale a pena destacar que a empatia não se confunde com a simpatia. A simpatia é a capacidade de ser amável, se mostrar presença e dedicação com relação a outra pessoa. Somos simpáticos quando sorrimos, elogiamos, fazemos um favor etc.

Já a empatia é muito mais profunda e está relacionada com a nossa capacidade de entender as dores e necessidades dos outros. Esse é um processo que demanda muito autoconhecimento, abertura e respeito pelo próximo.

Como desenvolver a empatia

Já que estamos falando sobre o que é empatia, vale a pena aprender a desenvolver essa capacidade pessoal. Por meio de hábitos corretos e uma mudança de mentalidade é possível se tornar muito mais empático.

  1. Trabalhe melhor as suas emoções

Todos nós experimentamos diversas emoções todos os dias. Sentimos amor, medo, ódio, rancor, raiva e muito mais. Nem sempre essas emoções são fáceis de se controlar e de se entender. 

Por isso mesmo, um dos primeiros passos para desenvolver a sua empatia é trabalhar melhor as suas próprias emoções. Dessa forma você será capaz de lidar também com as emoções das outras pessoas. 

Se você sabe que está feliz, irritado, distraído ou magoado, pode tomar decisões corretas com base nessas emoções e sentimentos. Do mesmo modo, poderá reconhecer mais facilmente essas emoções nas pessoas que estão ao seu redor.

  1. Desenvolva a sua curiosidade

A empatia depende muito da nossa capacidade de enxergar o outro, de querer realmente saber o que ele pensa, o que ele sendo, o que ele precisa. Por isso mesmo, para ser empático um dos requisitos é ser curioso.

Muitas vezes as pessoas que estão do nosso lado precisam de ajuda, mas somos incapazes de identificar essa necessidade. Não fazemos perguntas, não buscamos saber o que está acontecendo, não somos curiosos o bastante.

A empatia se manifesta através do diálogo, da relação interpessoal. Uma expressão como “eu te entendo” pode mudar de forma substancial a vida de alguém. Mas só podemos falar algo assim quando sabemos o que está acontecendo.

  1. Ouça com atenção

A empatia é baseada na escuta. Você precisa estar disposto a suspender sua própria voz, perspectiva ou opinião por tempo suficiente para realmente ouvir a outra pessoa. Ouvir com atenção é fundamental para conseguir estabelecer uma conexão real.

Isso não significa que você estará concordando de forma completa com tudo que as outras pessoas falam. Mas é preciso evitar o julgamento e tentar entender os motivos pelos quais a outra pessoa está se sentindo dessa maneira. 

Quando ouvimos o outro de forma verdadeira, mostramos que estamos presentes, que estamos  realmente interessados. Isso faz com que surja a confiança, que é uma das consequências da empatia. 

  1. Seja presente

Quando estamos conversando com uma pessoa, nossa linguagem se manifesta não apenas pela fala, como também pelo corpo. A linguagem corporal é muito forte e pode ser compreendida por qualquer pessoa – mesmo entre pessoas com diferentes idiomas.

Acima mostramos o que é empatia e como ela funciona. Falamos da necessidade de ouvir de verdade as outras pessoas. Mas também é preciso estar completamente presente durante uma interação. 

Isso não significa apenas ouvir, mas também demonstrar que você está de corpo e alma naquele momento. 

Ficar olhando para o celular quando conversamos com alguém, fazer movimentos nervosos com os braços, olhar o relógio, são sinais de que queremos estar em outro lugar. Dessa forma, são comportamentos que devem ser evitados.

  1. Esteja aberto para o diferente

Um dos elementos da empatia é a capacidade de entender o diferente. Se todas as pessoas fossem iguais e pensassem da mesma maneira, a empatia não faria sentido. Afinal de contas, saberíamos exatamente o que está acontecendo com o outro.

Mas cada um de nós é diferente. Pensamos e agimos com base em nossos valores, nossas ideias e nossas referências. Por isso mesmo, durante o exercício da empatia, podemos nos deparar com diversas situações que são estranhas para nós.

Da mesma forma, podemos perceber no outro ideias e sentimentos que são incompatíveis com aquilo que defendemos ou manifestamos. Nesses casos, é preciso estar sempre aberto ao diferente e disposto a evitar o julgamento. 

A empatia é justamente a capacidade de se colocar no lugar do outro, não para pensar como ele ou aceitar o que ele pensa, mas sim para oferecer apoio verdadeiro. Quando somos empáticos, nos tornamos muito mais humanos. 

Como desenvolver a empatia

Conclusão

Acima falamos sobre o que é empatia, como ela pode ser desenvolvida e qual a sua importância. Como você pode ver, a empatia é uma competência fundamental para a vida em sociedade. Sem a empatia seríamos incapazes de entender as pessoas.

Por isso mesmo, vale a pena trabalhar a sua empatia todos os dias. Escutar mais, estar presente, não fazer julgamentos e estar sempre com a mente aberta são algumas das formas de melhorar a sua empatia e se relacionar melhor com o mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 dicas de como o Excel pode te ajudar em uma nova oportunidade

5 dicas de como o Excel pode te ajudar em uma nova oportunidade

7 dicas para melhorar a qualidade de vida com nutricionismo

7 dicas para melhorar a qualidade de vida com nutricionismo