in , ,

O que é necessário para trabalhar com turismo de aventura

O que é necessário para trabalhar com turismo de aventura

O turismo de aventura é um dos segmentos do mercado turístico mais em alta atualmente, sendo procurado por muitas pessoas.

Nesta opção, o turista tem acesso a locais que ofereçam todo tipo de esportes radicais e experiências que estão bem longe do nosso dia a dia atarefado.

As pessoas procuram esse tipo de turismo para que possam se divertir, estar sempre em contato com a natureza e experimentar outras possibilidades no esporte.

Entre os profissionais, esse setor tem tomado grandes proporções. Isso porque países como a Nova Zelândia, por exemplo, se tornaram os maiores polos em esportes radicais do mundo todo.

No Brasil, São Paulo é uma das cidades que permitem que os brasileiros desfrutem dessas opções em um Centro de Esportes Radicais 100% gratuito.

Também é possível fazer turismo de aventura em Bonito, no Mato Grosso do Sul, cidade conhecida por suas belas cachoeiras, lagos e esportes radicais.

Por se tratar de uma área promissora, profissionais do ramo estão em busca de especializações. No entanto, é necessária uma preparação por meio de cursos, certificações e treinamentos.

Por isso, neste artigo, vamos falar sobre o que é turismo de aventura, sua importância, vantagens de trabalhar na área e como se qualificar para entrar nesse mercado. Acompanhe!

Afinal, o que é turismo de aventura?

Turismo de aventura é um segmento do mercado turístico que promove a prática de atividades de caráter recreativo. Anteriormente, era considerado como um subsetor do Ecoturismo, mas com o tempo, adquiriu características próprias.

Por conta dessa independência, novas oportunidades foram surgindo e diversas possibilidades foram propiciadas por esse setor.

Há também o fato de que a prática de esportes radicais pode ser realizada em qualquer tipo de espaço, e os visitantes podem usar ecobag dobrável para carregar seus pertences. As atividades podem ser feitas em locais como:

  • Áreas naturais;
  • Áreas rurais;
  • Áreas urbanas;
  • Locais construídos;
  • Áreas protegidas.

Afinal, o que é turismo de aventura

Também podem ser tidos como movimentos turísticos estadias e deslocamentos relacionados à execução de atividades consideradas turísticas.

Estas são constituídas pela prática de atividades de aventura compatíveis com este segmento, portanto, é constituída por serviços e equipamentos como:

  • Hospedagem;
  • Transporte;
  • Alimentação;
  • Operação e agenciamento;
  • Recepção e condução de turistas;
  • Outras atividades adicionais.

Algumas agências e profissionais de turismo são especializados em realizar o turismo de aventura por meio de capacitação e atividades regulamentadas.

É importante lembrar para quem deseja se especializar na área que, a cada dia, novos produtos e serviços surgem, como sinalização vertical de indicação. Isso acontece por conta da mudança no comportamento do consumidor.

As pessoas também estão buscando estilos de vida mais saudáveis e locais que possibilitem um maior contato com a natureza.

Importância do turismo de aventura

Esse setor turístico começou pequeno, mas conquistou o mercado do mundo inteiro. Isso acontece porque cada vez mais pessoas querem algo diferente.

Seja para conhecer novos locais ou aprender práticas esportivas diferentes, o fato é que as áreas com economia menor e os mercados emergentes podem se beneficiar muito com essa prática.

A importância é bastante clara para os turistas, pois oferece momentos de lazer próximos à natureza e com a prática de atividades que beneficiam a saúde. 

Mas dentre as vantagens que explicam a sua importância temos:

1 – Dinheiro para a economia local

Assim como uma fabricante de embalagens papel, o turismo de aventura injeta dinheiro na economia local. Isso acontece de muitas maneiras, como por meio da hospedagem de grupos de viagem, serviços de alimentação e meios de transporte.

Uma área de economia menor consegue melhorar com esse tipo de turismo, como por exemplo com a alimentação e habitação, além do entretenimento para os visitantes.

2 – Ambiente mais amigável

As agências e profissionais estão determinados em transformar este segmento em algo mais sustentável. Como exemplo, existem alguns líderes do setor que conduzem pesquisas sobre o impacto ambiental dessas viagens.

Com isso, conseguem observar as variações de água e até fenômenos como a escassez de água.

3 – Apoio a comunidades locais

O turismo de aventura ajuda diversas áreas de maneira humanizada, inclusive, algumas combinam o desejo do viajante de conhecer lugares novos, com o estímulo de fazer a diferença na comunidade local.

Um exemplo disso é a ação conjunta para oferecer água potável, alimentos e outras necessidades que beneficiam esse local e o seu futuro.

Quanto mais turistas ou profissionais como nutricionista esportivo se instalam nestes lugares, maior é o crescimento econômico.

Vantagens de trabalhar na área

Trabalhar com turismo chama a atenção de muitas pessoas que procuram por uma profissão que proporcione mais bem-estar e qualidade de vida. Mas quando falamos do turismo de aventura, existem muitos outros benefícios. Alguns são:

1 – Estar em contato constante com a natureza

Na grande maioria das vezes, os locais para turismo de aventura são em lugares onde a natureza predomina. O profissional da área terá contato contínuo com o meio ambiente nesses locais.

Por isso, estará em ambientes mais saudáveis, com ar puro e todos os benefícios que só a natureza pode oferecer.

2 – Aprender novas práticas esportivas

Os esportes radicais são um dos principais objetivos de quem escolhe uma viagem desse segmento. O profissional aprenderá essas práticas em seu dia a dia e poderá colocá-la em prática juntamente com os visitantes.

Inclusive, muitos profissionais da área são pessoas formadas em educação física, que se especializam por meio de cursos em turismo de aventura.

Isso significa que, além de estar em uma área promissora, o profissional poderá cuidar de sua saúde praticando esportes que estão em alta no momento.

3 – Mais qualidade de vida

Até mesmo quem trabalha com folder criativo pode se especializar nessa área. E se dermos uma analisada nos dois benefícios anteriores, podemos concluir que o profissional terá muito mais qualidade de vida.

Afinal, estar em constante contato com a natureza e praticar esportes ao mesmo tempo são uma forma de melhorar o corpo, a mente e, consequentemente, a qualidade de vida do profissional de turismo de aventura.

4 – Conhecer pessoas novas

Quem trabalha com turismo conhece pessoas novas todos os dias. É uma oportunidade de se conectar com novas culturas e pensamentos, além de criar conexões que podem ser importantes para a vida profissional.

Ou seja, quem trabalha com esse setor turístico nunca perde contato com pessoas, pelo contrário, conhece cada vez mais e ainda acumula oportunidades importantes que levará para a vida.

5 – Possibilidade de viajar o mundo

Além de poder se hospedar em bons hoteis com guarda corpo de inox, quem trabalha com turismo de aventura pode conhecer os mais belos cantos do planeta.

Isso porque, conforme falamos no início do texto, lugares de todo o mundo, como a Nova Zelândia estão investindo nesse setor. Mas outros países também, como Estados Unidos, México e até a Rússia, entre outros.

O profissional dessa área terá a oportunidade de conhecer todos esses lugares enquanto trabalha. Um dos grandes benefícios do setor.

Como se qualificar profissionalmente

Assim como em qualquer profissão, como os funcionários de uma fabricante de extintor automotivos, para ser um guia de turismo de aventura é preciso se qualificar.

É uma maneira de colocar as atividades em conformidade com normas técnicas, o que aumenta a qualidade do serviço oferecido. 

Isso aumenta a visibilidade do profissional no mercado, melhorando, também, a segurança de seu serviço.

Ou seja, é um diferencial seu perante o público e também à concorrência. Além disso, permite que o profissional atue dentro das normas estabelecidas pela ABNT.

Além de cursos voltados para o guia turístico, também há cursos para gestão de turismo de aventura, segurança do turismo de aventura e muitos outros.

Cada curso tem uma duração específica, que varia de acordo com o tema, a complexidade dos assuntos abordados e a relevância dentro do mercado de atuação do profissional. Dentro dos temas abordados, os principais são:

  • Marcos legais;
  • Características do turista de aventura;
  • Viabilidade das regiões;
  • Operação do segmento;
  • Aspectos gerais;
  • Integração de atividades e segmentos;
  • Interpretação ambiental;
  • Valorização da identidade;
  • Tendências;
  • Promoção e comercialização.

Também é importante dizer que existem cursos gratuitos que podem ser feitos por qualquer pessoa, desde guias até funcionários de gráfica de impressão digital.

Da mesma forma, existem os cursos pagos e todos são oferecidos por diversas instituições. Por isso, é importante verificar se são devidamente aprovados, tanto os pagos quanto os gratuitos, além da legalidade deles.

Como se qualificar profissionalmente

Conclusão

O turismo de aventura é uma das áreas mais promissoras atualmente no segmento turístico e a tendência é que cresça cada vez mais. Por isso, quem deseja trabalhar no setor pode começar a se especializar agora e colher bons frutos no futuro.

Uma profissão que possibilita estar em contato com a natureza, praticar esportes e melhorar a qualidade de vida do profissional e de seus turistas.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Você gostou?

0 points
Upvote Downvote

Total votes: 0

Upvotes: 0

Upvotes percentage: 0.000000%

Downvotes: 0

Downvotes percentage: 0.000000%

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

Comments

comments

NR12 você sabe o que é

NR12: você sabe o que é?

O que faz uma máquina injetora de materiais

O que faz uma máquina injetora de materiais