in , ,

Por que ter controle financeiro?

Por que ter controle financeiro

Ter controle financeiro é uma prática muito saudável tanto em sua vida pessoal, quanto profissional. Entretanto, este hábito pode ser difícil de ser incorporado no seu dia a dia, principalmente se você não souber como fazer.

O controle financeiro é um conjunto de técnicas e ações que podem ser desenvolvidas para obter resultados positivos em suas finanças. Para isso, não basta apenas cortar seus gastos e procurar itens mais baratos para sua rotina.

O grande desafio é identificar pontos de melhoria financeira que não atrapalhem sua qualidade de vida e nem sua produtividade profissional.

Um motorista particular bilíngue pode conseguir uma vida muito mais confortável se souber exatamente como utilizar seu dinheiro, por exemplo.

O planejamento é um grande aliado desse processo, uma vez que ele permite uma identificação mais adequada de quais ações tomar desde o início do processo. Então, uma análise frequente pode identificar o que está dando certo e o que precisa ser revisto.

Caso alguma ação fuja do seu escopo, você deve identificar o que aconteceu e como fazer para melhorar em uma próxima oportunidade, para evitar que esse tipo de desgaste ocorra novamente e você consiga manter os padrões de qualidade.

Logo, se você precisar de um cartão de visita pessoal, pode procurar preços e identificar o melhor lugar para que o orçamento não saia de seu plano inicial.

Não adianta economizar se você está consumindo produtos de baixa qualidade, ou que prejudiquem sua imagem, no caso de uma empresa. A economia deve ser feita sempre com consciência e com objetividade, buscando melhores resultados financeiros.

Como fazer seu controle financeiro?

Economizar é fundamental, mas você não pode perder seu foco, que é a manutenção de seu estilo de vida ou do padrão de produtos que sua empresa apresenta. Por isso, é importante saber métodos de controle financeiro para conseguir melhorar de situação.

1 – Entenda seus ganhos

Muitas pessoas pecam neste quesito por considerarem simplesmente o valor de seus salários como ganhos pessoais. Entretanto, é preciso levar em conta uma série de elementos que podem gerar descontos e diminuição do valor, como por exemplo:

  • Impostos;
  • Plano de saúde;
  • Previdência social;
  • Vales variados.

Todos os descontos decorrentes de seu salário diminuem seus ganhos, e devem ser calculados para que você consiga identificar o real valor de renda que você tem por mês. 

Uma vez que sua empresa de reciclagem de papel estabilize a renda, é possível planejar melhor os passos para guardar dinheiro.

Se você possui algum valor extra mensal, como os valores relacionados a um aluguel que você recebe, eles podem entrar em sua renda.

Valores extras, que não tem estabilidade, podem ser considerados um lucro pessoal e ajudam em seu controle financeiro, mas não se tornam ganhos.

Isso porque é essencial separar o que você tem prospecção de receber todos os meses, facilitando assim o quanto pode-se gastar mensalmente e quais são os componentes que precisam ser repensados em seu dia a dia.

2 – Pague o que está devendo

Um dos maiores vilões da estabilidade financeira é o endividamento. Por isso, o primeiro passo para conseguir executar corretamente um controle em seu dinheiro é se livrar das dívidas. 

Isso porque uma pessoa sem dívidas já está no caminho certo para melhorar suas finanças.

Contas atrasadas geram um aumento em seus custos, principalmente no que diz respeito a juros, multas e a perda de descontos, uma vez que muitas empresas oferecem um valor melhor para contas pagas antes do vencimento.

Além disso, a possibilidade de negativação em centrais de crédito pode ser bastante ruim para você, que perderá muitas possibilidades no meio do caminho. Por isso, é importante que seu dinheiro pare de ir diretamente para o pagamento de contas.

Quando você se foca em quitar todas as suas dívidas, pode movimentar-se financeiramente para iniciar um processo de melhora no que tange suas economias. Afinal, você se focará em acabar com todo o valor de endividamento e ficará livre para investir.

2 - Pague o que está devendo

Algumas maneiras de diminuir os problemas relacionados ao endividamento são as renegociações e os parcelamentos, que permitem um controle maior sobre os gastos mensais. Assim, você vai saber quando iniciar a controlar melhor suas finanças.

3 – Calculando seu custo de vida

Algumas contas fazem parte de sua vida, e é impossível removê-las. Elas determinam o que você precisa para ter o mínimo necessário de conforto e estabilidade, como contas de água, luz, telefone e internet, entre outras.

Hoje em dia, muitas pessoas procuram chuveiros elétricos mais econômicos pensando justamente na redução destes custos.

Caso você não possua um imóvel, o aluguel também entra neste quesito, uma vez que é essencial para você viver. Esses gastos não podem ser eliminados, mas é possível pensar em estratégias para diminuir os custos de cada um.

Evitar deixar luzes ligadas em ambientes sem ninguém, tomar banhos mais curtos e desligar os equipamentos da tomada são algumas excelentes maneiras de diminuir os gastos oriundos de energia, reduzindo drasticamente sua conta de luz.

No caso de uma empresa, ir para um espaço de coworking pode ser uma alternativa para diminuir os custos de uma estrutura física.

A utilização da internet como ferramenta de comunicação também pode reduzir os gastos com uma linha telefônica, uma vez que o preço para a utilização da internet é fixo e você consegue se comunicar de forma simples e rápida com qualquer pessoa.

O valor de todas as contas essenciais representa o seu custo de vida, e você deve conseguir conquistar esse valor todos os meses para continuar com tranquilidade em seu dia a dia. 

Todo o valor restante é reservado para uma série de outros elementos que falaremos à frente.

4 – Elimine os gastos extras

Todos os custos mencionados anteriormente são para ter o mínimo de conforto para viver.

Entretanto, é preciso de mais do que isso para ter uma vida confortável e decente, e os gastos com lazer, bares e restaurantes, viagens e outros elementos acabam sendo considerados extras.

Ir para a academia pode ser um gasto fora do seu orçamento, mas você pode se organizar para comprar uma esteira para academia e utilizá-la em casa, assim, não perderá a chance de se exercitar.

Estes dispêndios são necessários para sua saúde mental e qualidade de vida, mas não são sempre os mesmos e dependem do quanto você possui de sobra em seus ganhos para poder criar uma boa estrutura.

O segredo principal aqui é anotar cada gasto. Quando você cria uma planilha com todos os seus ganhos e todos os gastos que teve em um determinado mês, obtém um controle financeiro muito maior, identificando os principais pontos para conseguir sua estabilidade.

Mesmo na hora de comprar uma lixeira ecológica de madeira plástica, você deve identificar se ela se encaixa no seu orçamento de extras.

Esse tipo de controle também é fundamental para identificar onde seu dinheiro está sendo gasto. Muitas vezes, esquecemos das quantias utilizadas em bons momentos, e isso causa uma impressão de que seu dinheiro simplesmente diminuiu.

Portanto, conhecer seus gastos extras é uma etapa essencial para um bom posicionamento financeiro.

Mudando seus hábitos

Para ser capaz de melhorar seu controle financeiro e conseguir fazer suas finanças crescerem, é preciso mudar alguns vícios e hábitos e se reestruturar financeiramente. O primeiro passo é identificar todos os pontos para economizar.

Isso não significa que você precisa se proibir de fazer algo que gosta, apenas se policiar nos gastos excessivos e identificar práticas que podem ser benéficas tanto financeiramente, quanto para sua qualidade de vida.

Se você tiver a possibilidade de caminhar até seu local de trabalho, isso pode acabar sendo vantajoso para sua saúde, além de economizar com gastos em combustível ou transporte público.

Comece pensando no quanto você considera uma atitude necessária. É uma excelente dica para conseguir conquistar melhores resultados para sua saúde financeira.

Mudando seus hábitos

Além disso, você pode usar esta economia para juntar dinheiro, conseguindo eventualmente realizar um sonho ou desejo com custo mais elevado, como uma grande viagem ou a aquisição de um bem.

Outro ponto importante para mudar em seus hábitos é aprender a buscar os melhores preços. 

Muitas vezes, consumimos marcas puramente pelo nome, mas quando você identifica a qualidade de produtos menos conhecidos, pode obter uma grande economia.

Em alguns casos, comprar produtos de higiene pessoal atacado acaba valendo muito mais a pena do que no varejo, por conta do longo período de uso que é possível armazená-los.

O ideal é separar um dia para fazer suas compras, e nunca gastar somente em um só lugar. Procure panfletos e jornais com os preços dos principais supermercados da região, para que assim possa verificar as melhores promoções para comprar.

Hoje em dia, a maioria dos locais possui até mesmo aplicativos que oferecem bons descontos e possibilitam uma melhor identificação de cada produto.

Considerações finais

O controle financeiro é essencial para a vida pessoal e deve ser buscado sempre, para uma tranquilidade maior no futuro. Além disso, todos os elementos que funcionam no campo pessoal podem ser passados para o profissional.

Isso porque as empresas acabam tendo as mesmas dificuldades, e devem buscar soluções para conseguir melhores resultados financeiros.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Porteiro a importância da função

Porteiro: a importância da função

Como prestar um bom atendimento pela internet

Como prestar um bom atendimento pela internet