in , ,

Como me preparar para um concurso público?

Como me preparar para um concurso público

O concurso público é uma oportunidade singular de crescimento para a carreira. Um processo seletivo marcado por provas desafiantes e um alto nível de competitividade, preparar-se para os exames pode ser uma fase um pouco estressante. 

Os concursos públicos acontecem quando instituições vinculadas ao estado, como bancos, corregedorias, instituições de crédito, órgãos legislativos e judiciários, além de dispositivos de apoio a governantes, oferecem vagas de emprego remuneradas. 

Com número restrito de cargos e um alto volume de candidatos, essas organizações desenvolvem métodos de seleção mais demorados e rigorosos, comportamento que também deriva da finalidade dessas funções: servir a sociedade. 

Esclarecidos em editais de consulta pública, cada instituição possui liberdade para definir os termos de seu recrutamento, com a aplicação de prova escrita figurando entre os métodos favoritos pelos concursos de expressão nacional. 

A possibilidade de fazer uma carreira pública é atrativa para muitos profissionais, em múltiplas áreas de atuação, sejam estes motivados pelos salários ou pela oportunidade de acesso a ferramentas e um ambiente de trabalho de grande porte. 

Em todo caso, preparar-se para um concurso público exige diligência do candidato e observância aos serviços de certificação da organização responsável pelo concurso, característica que pode ser estimulada em uma série de dicas exemplificadas neste artigo. 

Por que optar por um concurso público?

A alta procura por concursos públicos pode ser explicada por suas condições favoráveis em comparação ao setor privado. Muitos dos benefícios oferecidos por esses cargos estão no nível de grandes corporações, pouco acessíveis fora do contexto público. 

A busca por um cargo público pode ser importante também em termos de aquisição de experiência profissional em uma instituição conceituada. 

Muitas vezes, os processos seletivos não exigem vivência prévia, viabilizando a inserção de jovens no mercado. 

O concurso público pode ser uma alternativa mais simples de mudança da carreira. Um indivíduo que deseja migrar para uma área distinta da que está inserido pode encontrar nos órgãos públicos uma oportunidade ideal. Outros benefícios são: 

Estabilidade financeira

Os cargos públicos são protegidos por um dispositivo de estabilidade para o servidor, previsto na seção V da Lei nº 8.112, de 1990. O item da Constituição estipula a estabilidade após três anos de atuação no cargo público para o qual o servidor foi convocado. 

A estabilidade impede que o trabalhador seja demitido sem justa causa de sua posição, salvo em casos de condenação com trânsito em julgado ou processo administrativo de remoção por falta grave de princípios éticos contra a instituição contratante. 

Assim, o profissional possui uma renda garantida e maior segurança financeira para sua família, eliminando os riscos de perda do emprego em crises financeiras e outras variações externas, às quais estão expostas as organizações privadas. 

Assim, uma equipe de arquitetura escolar pode trabalhar com maior liberdade diante da perspectiva de estabilidade financeira. Para o contexto público, a estabilidade reduz os riscos de perseguição política e coerção no ambiente administrativo. 

Estabilidade financeira

Salários e benefícios

Os concursos de expressão nacional são conhecidos por sua faixa de salários acima da média, bem como os benefícios decorrentes de auxílios para alimentação, educação de crianças na família, planos de saúde, entre outros.

O salário acima da média da profissão, por vezes, é estabelecido como modo de atrair profissionais qualificados para o cargo, disputando espaço com as grandes corporações privadas. O acesso rápido a essas informações é outro fator de aumento na procura. 

Os concursos públicos se tornaram significativamente mais concorridos após a popularização da internet para uso doméstico, visto que as instituições responsáveis por editais e provas disponibilizam esses dados online. 

O valor do salário e benefícios é exibido no edital do concurso, de acordo com o cargo, seja para zelador de prédio ou analista da instituição, assim como as características básicas necessárias para exercer um cargo público, como: 

  • Comprovação da nacionalidade; 
  • Acesso irrestrito a direitos políticos; 
  • Cumprimento de obrigações civis e militares; 
  • Escolaridade mínima exigida para a função; 
  • Idade mínima de 18 anos no momento da inscrição; 
  • Aptidão física e mental para o cargo; 
  • Habilidades físicas ou acadêmicas estipuladas para a posição. 

Essas informações podem ser encontradas também no arquivo da lei que regulamenta o serviço público, consultada gratuitamente nos canais oficiais do Governo Federal.  

Cargas horárias mais leves

É verdade que os cargos públicos apresentam múltiplas condições de trabalho e remunerações, uma diversidade justificada pelas muitas áreas de atuação dos órgãos vinculados ao Governo.

Em muitos casos, contudo, as cargas horárias são mais leves se comparadas com o ritmo de trabalho do mesmo setor. A maior parte dos trabalhadores públicos encontram cargas de 8 horas diárias, contra até 15 na iniciativa privada, a depender do segmento. 

Para um nutricionista esportivo, por exemplo, o concurso público pode representar uma chance de aliviar a carreira sem muitos prejuízos financeiros, viabilizando um maior tempo livre com a família e os filhos. 

Seguridade social

A aposentadoria no serviço público é garantida, assim como outros serviços de seguridade social previstos em lei para os casos de invalidez e acidentes, além de benefícios como licença maternidade, no caso das mulheres. 

O serviço público é uma garantia de benefícios destinados ao trabalhador, uma vez que essas instituições estão sob a supervisão de mecanismos de controle mais rígidos se comparados à iniciativa privada, reduzindo o risco de fraudes. 

Uma empresa de avaliação de imóveis, por exemplo, possui maior liberdade de adotar formas de contratação previstas em lei, distintas do modelo tradicional, assim como a modificação do regime durante a estadia do funcionário. 

Os órgãos públicos anunciam o modelo de contratação no edital do concurso, que permanece o mesmo por todo o tempo de vigência da carreira do servidor, prevenindo complicações na arrecadação tributária que garante a seguridade social. 

Como estudar para o exame?

Os concursos públicos são marcados por maratonas de estudos com níveis distintos de complexidade, a depender da especificidade da função, de seu perfil de contratação e do nível de escolaridade mínimo para o cargo. 

Muitas escolas se especializam na preparação para determinados tipos de concursos públicos, com mensalidades acessíveis para o bolso do aluno. Entretanto, para além da sala de aula, algumas dicas de estudo são essenciais para o sucesso: 

1 – Analise o edital e a banca

O edital pode ser eficaz para os estudos do candidato, não apenas no que compete às formas de matrícula ou ao tipo de contratação, mas também nos temas que serão destaque na prova. A análise do documento, portanto, é essencial. 

No final dos editais, as listas de temas que serão tratados em prova costumam ficar disponíveis, separadas por cada disciplina, junto a quantidade de questões para cada uma. O documento também exibe a banca responsável, como uma análise de solo completa

Avaliar a banca responsável pela prova é importante para se adaptar ao seu estilo de questão. De acordo com modelos de provas anteriores, é possível mapear como os assuntos são aplicados, como são elaboradas as alternativas, entre outros aspectos. 

1 - Analise o edital e a banca

2 – Aplique o método pomodoro

Muitas pessoas enfrentam problemas para se concentrar durante o estudo, uma tarefa complicada em jornadas de quatro ou cinco horas de estudo. Um método para superar esse problema pode ser o cronograma pomodoro. 

A técnica é caracterizada pela divisão do tempo de estudo em ciclos de 25 ou 30 minutos, com pausas de 5 ou 10 minutos entre cada sessão. Durante as pausas, o estudante pode realizar atividades relaxantes, como comer algo ou dar um rápido passeio. 

Um candidato para um concurso público voltado para o segmento da saúde, concorrendo para centro médico especializado, por exemplo, enfrenta um volume muito pesado de conteúdos que devem ser vistos em um prazo de poucos meses. 

O método pomodoro é empregado para aliviar o estresse e melhorar o potencial de concentração de cada pessoa, consequentemente contribuindo com uma melhor fixação do conteúdo estudado.

3 – Conheça seu modo de memorização

A memorização é importante para o processo de absorção do que é estudado. O ser humano possui três métodos de memorização e aprendizado: visual, auditivo e cinestésico, sendo a memória visual de maior predominância em cerca de 60% dos casos. 

A memória visual favorece a fixação do que visto, melhorando o aproveitamento de leituras e do consumo de filmes e outras peças em vídeo. Para trabalhar a memória auditiva, podcasts e aulas em áudio são ideais. 

A memória cinestésica, no entanto, trabalha com aquilo que é testado na prática, isto é, experimentado com o tato, paladar e movimento. Um cronograma de estudos efetivo mistura todas as fontes em múltiplos canais de aprendizado. 

Um ortopedista para cachorro pode desenvolver seu plano de estudos com livros, aulas em áudio, vídeos, escrita de resenhas e realização de experimentos do que foi analisado teoricamente. 

Conclusão

Os concursos públicos são ideais para o desenvolvimento profissional de muitas pessoas, razão que atrai milhares de candidatos todos os anos, especialmente nos processos seletivos de nível nacional. 

Oportunidades que podem abrir até centenas de milhares de oportunidades para a população de todos os níveis de escolaridade, os cargos públicos estão entre os mais cobiçados por profissionais de todas as áreas, alcançáveis pelo bom desempenho na prova. 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Empreendedorismo Como começar

Empreendedorismo: Como começar?

Qual a importância de aprender matemática financeira

Qual a importância de aprender matemática financeira?