in , ,

Como monitorar a programação das crianças nas mídias?

Como monitorar a programação das crianças nas mídias

Já que as telas são inevitáveis, aprenda como ponderar o acesso das crianças a elas

Que criança não gosta de assistir um desenho animado na tv ou gosta de jogar jogos no celular ou no tablet? Para os pais é um reforço ótimo para entreter a criança e, para ela, é uma atividade divertida.

No entanto, como qualquer atividade, esta precisa de supervisão e cuidado, principalmente em se tratando de crianças, que são mais vulneráveis e suscetíveis a absorverem conteúdos inadequados.

Hoje em dia, a tecnologia e conectividade estão em todos os locais. Seja em casa, restaurantes e até na escola, haverá um tablet ou uma tela de interação.

Por isso, querer evitar que a criança brinque apenas fora das telas vai ser em vão.

Assim, vai chegar o momento em que a criança terá contato com esse tipo de material e é necessário estar preparado para isso.

Devido a esse provável contato, é importante o cuidado e a educação sobre como e quando utilizar esses meios de entretenimento.

Além disso, saber o que pode e o que não pode ser consumido pelas crianças é um desafio.

Em linhas gerais, existem dois riscos que a tela pode oferecer: o vício e o acesso a conteúdos inapropriados para as crianças. Aprenda mais sobre esses riscos abaixo.

Como monitorar a programação das crianças nas mídias

Como evitar o vício em telas

As telas são muito dinâmicas e legais até para nós adultos, mas elas possuem um conteúdo apresentado de forma muito rápida e que não incentiva a criatividade da criança para a sua própria interação.

Quando expostas demais, as crianças podem apresentar um atraso no desenvolvimento da linguagem e sensorial, comparado com outras crianças que praticam outros tipos de atividade. Isso é muito grave e pode desencadear problemas maiores como depressão e ansiedade no futuro.

Por isso, é importante ainda cultivar o lado lúdico da criança e fazer com que ela brinque e experimente sensações e emoções.

Essas sensações coletivas ou sensoriais com outras crianças só as brincadeiras fora das telas podem oferecer.

Dessa maneira, é essencial estabelecer limites e regras para uma boa utilização dos meios eletrônicos.

Assim, é provável que a criança não crie vícios e se divirta de várias outras formas, aproveitando muito mais a sua infância.

Outra forma de controlar o acesso ao tablet ou celular é estabelecendo o horário e tempo de exposição à tela. Quanto a isso, não há regras. Só você pode definir esses critérios de acordo com a sua rotina.

Uma dica que pode ser empolgante é propor atividades lúdicas que envolvam as telas, como desenhar, pintar e interagir de forma mais criativa.

Assim, a criança pode usufruir da tela como uma forma educativa também.

Por fim, existem vários sites e aplicativos na internet que possuem essa proposta, basta pesquisar por palavras-chaves e por jogos educativos de acordo com a idade da criança.

Como evitar o vício em telas

Mantenha a criança longe do conteúdo inapropriado

Outra coisa essencial para o desenvolvimento da criança é a restrição do conteúdo para a idade dela.

Essa medida é importante para que ela não esteja exposta a conteúdos explícitos ou que eduque de forma negativa.

Para ter esse acesso controlado, você pode configurar o seu próprio celular através do bloqueio de alguns aplicativos ou tornar o acesso a eles mais difícil, colocando senha nas pastas que você deseja que sejam restritas.

Além dessa maneira, existem outros meios de conseguir limitar o acesso a todos os aplicativos, canais de tv ou filmes.

Existem algumas configurações que já possuem uma curadoria de conteúdo adequado para crianças em diversos aplicativos, como o Youtube, Netflix e em canais de tv a cabo.

Na própria página de navegação desses aplicativos você também consegue bloquear páginas e restringir o conteúdo por idade.

Dessa forma, você consegue monitorar bem o que a criança pode assistir diante das telas e deixar disponível apenas o conteúdo que é adequado para a compreensão da sua idade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Como saber se eu vou ter sucesso profissional

Como saber se eu vou ter sucesso profissional?

Onde aprender mais sobre criptomoedas

Onde aprender mais sobre criptomoedas?