in , , , ,

Dicas para recuperar as finanças da sua empresa

Dicas para recuperar as finanças da sua empresa

Manter a saúde financeira de um negócio é peça chave para que ele cresça e até mesmo para evitar sua falência. Mas, o que fazer quando as contas da empresa já estão desequilibradas?

A abertura do próprio negócio representa a realização de um sonho para muitas pessoas.

O incentivo à criação de novas empresas, tornou-se ainda mais forte nos últimos anos, devido à crise na geração de empregos formais. 

Contudo, as dificuldades inerentes à manutenção de uma empresa, somadas à falta de preparação dos novos empreendedores, faz com que muitas dessas empresas não sobrevivam por muito tempo.

A maior parte desses fechamentos são consequências dos problemas financeiros de um negócio.  

Separamos algumas dicas importantes para quem está  interessado em criar uma empresa e deseja se precaver dessas situações,  assim como para os negócios que já se encontram em dificuldades. Confira! 

Descubra as causas do problema

Antes de saber por onde começar a resolver os problemas financeiros do seu negócio, é necessário identificar as reais causas do seu aparecimento.

Geralmente, a falta de preparo do novo empresário, impede que ele conheça esses motivos que em alguns casos podem ser bem óbvios. 

Uma coisa é certa, a maior parte desses problemas estão ligados a desorganização da empresa.

E, muitas vezes são problemas que poderiam ser resolvidos apenas com planejamento e reorganização, evitando o endividamento e consequentemente o encerramento do negócio.

Conheça as duas principais atitudes para a falta de organização financeira: 

Gastos excessivos

O excesso de despesas de uma empresa é um desafio comum e quando se mantém por muito tempo acaba gerando dívidas para o negócio.

Mesmo que alguns desses consumos sejam planejados e pareçam necessários, o ideal é que os gastos sejam revisados por um profissional de economia, que poderá atestar quais deles são realmente indispensáveis.  

A origem do consumo excessivo pode estar também no fluxo de caixa da empresa.

Isso porque, quando o recurso sai mas não retorna na proporção adequada, o caixa fica automaticamente no vermelho e começam os problemas financeiros.

A manutenção de equipamentos desgastados também pode estar gerando mais gastos do que deveria para uma empresa.

Em alguns casos, a substituição desses bens pode acabar sendo mais vantajosa para o negócio, mesmo que para isso, seja preciso recorrer a um empréstimo empresarial, pois a manutenção pode sair mais cara que a troca.  

Gastos excessivos

Esquecer de planejar

Um planejamento bem feito é parte essencial para a organização de uma empresa.

A ausência de planilhas que controlem, por exemplo, métodos de gasto, saídas para possíveis imprevistos econômicos e outros quesitos importantes de gerenciamento pode levar o negócio a falir.  

Assim, o planejamento é uma tarefa que jamais deve ser deixada de fora de uma empresa.

Embora um plano de ação possa demandar muito tempo e energia, com ele as chances de seu negócio prosperar de forma satisfatória são bem maiores. 

Dicas para corrigir o problema e evitar que ele retorne 

As iniciativas tomadas para recuperar e manter as finanças de uma empresa precisam ser ações permanentes. Isso porque, as dificuldades podem ser solucionadas e acabar retornando, se não houver mudanças no comportamento que as causaram. 

A boa notícia é que alguns dos métodos que auxiliam nessa mudança simples e que podem contribuir de forma significativa para o sucesso de uma empresa. 

Entretanto, é importante reforçar que esses métodos devem ser praticados tanto durante a fase de recuperação financeira, quanto depois da retomada de capital.

Ou seja, este é um trabalho longo, que exige tempo e persistência por parte de gestores e equipe. 

Segue algumas dicas de atitudes essenciais:

Busque ajuda de um profissional especializado

O ideal para o bom funcionamento de uma empresa é que exista no quadro de funcionários, um profissional da área de economia para gerir os processos financeiros.

Essa iniciativa já seria o suficiente para evitar inúmeros problemas. Contudo, essa não é uma realidade possível para todos os negócios.

Uma saída quando as contas já estão muito desorganizadas, é contratar a consultoria de um especialista, para que a situação seja resolvida de forma mais rápida e eficiente. 

Busque ajuda de um profissional especializado

Tenha um planejamento prévio para possíveis imprevistos

Um instrumento simples, mas que acaba sendo deixado de lado por muitas empresas é o planejamento prévio para possíveis imprevistos.

Essa é uma ferramenta através da qual se pode elencar possíveis situações-problema, tais como acidentes, contenção de recursos, etc, assim como a conduta a ser adotada para resolvê-las.    

Claro, que ao entrar em um negócio, nunca se sabe ao certo o que pode acontecer.

No entanto, alguns problemas podem ser mais previsíveis e com certeza se tornarão mais fáceis de contornar se você tiver um planejamento prévio. 

Separe um fundo para emergências

Para quem está iniciando ou para aqueles que ainda não estão endividados, uma dica importante é manter um fundo de garantia do empreendimento.

Esse valor não precisa ser muito alto, contudo deve corresponder ao menos as despesas previstas no planejamento prévio. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Como a taxa Selic influencia o mercado imobiliário Descubra agora! 

Como a taxa Selic influencia o mercado imobiliário? Descubra agora! 

Dicas para o aproveitamento de alimentos

Dicas para o aproveitamento de alimentos