in , , , ,

Qual rede social um médico deve estar?

Qual rede social um médico deve estar

Segundo números do Comitê Gestor da Internet do Brasil, estima-se que mais de 152 milhões de brasileiros tenham acesso à internet.

Tendo em vista o massivo acesso às redes sociais no País, é natural que grande parte da população esteja presente nessas plataformas. 

Um dos principais veículos de mídia da atualidade, a rede social ultrapassou o campo do lazer e entretenimento e se tornou um espaço também de negócios.

E você que atua na área médica, sabe como investir e em qual rede social apostar?

Por que um médico deve estar nas redes sociais?

O brasileiro passa, em média, 3h42min do seu dia em redes sociais, conforme os dados da Hootsuite e da WeAreSocial, reunidos pelo Cupom Válido.

Esse dado não foi suficiente para te convencer? Segundo levantamento do próprio Google, 26% dos brasileiros recorrem primeiramente ao buscador quando se deparam com problemas de saúde.

Agora responda: se o seu público-alvo está na internet, por que você não deveria estar?

Além dos buscadores, devemos frisar que a praticidade no compartilhamento de informações por meio de uma rede social faz com que a maioria da população se informe através desse mecanismo.

É natural que uma pessoa queira aliar a praticidade e lazer, com informações que a interessem. E nesse momento entram as estratégias eficazes de marketing médico

Localizar em quais redes o seu público está, além de criar conteúdo que seja relevante e condizente com aquela rede social é um trabalho extenso, mas que pode ser a chave do sucesso para a sua clínica ou consultório.

Qual a melhor rede social para médicos?

Cada rede social apresenta um objetivo e métodos de uso muito particulares. Até mesmo aquelas que possuem funções similares acabam se diferenciando entre o perfil dos usuários, por exemplo.

Confira alguns dos benefícios que as principais redes sociais da atualidade podem trazer para o público médico:

Qual a melhor rede social para médicos?

Instagram

Uma das principais redes da atualidade, o Instagram nasceu com a proposta de ser uma plataforma de compartilhamento de fotos.

A rede social cresceu, já acumulou mais de 1 bilhão de usuários ao redor do mundo, é uma das mais acessadas diariamente e hoje entrega ferramentas preciosas para o marketing médico. 

No Instagram, é possível divulgar os seus serviços e especialidade com fotos, stories e até mesmo transmissões em vídeo ao vivo. 

Essa é uma rede social que permite um contato mais próximo com a figura do médico, principalmente quando ele adere aos stories diários, permitindo as mais diversas interações.

E são essas interações do público que servem como principal termômetro para a relevância dos conteúdos postados. 

Facebook

Muitos possuem um perfil pessoal na rede social de Mark Zuckerberg, porém, é importante salientar que empresas e negócios contam com ferramentas completas para atuarem no Facebook. 

Ao criar uma página para o seu negócio no Facebook, você pode disponibilizar as mais importantes informações acerca da sua clínica/consultório.

Desde localização, telefones, horários de funcionamento ou até mesmo contar com chatbots (programas de inteligência artificial que simulam uma conversação em chat de mensagens) que façam um primeiro contato efetivo e levem o seu futuro paciente até o seu contato direto. 

O Facebook também permite avaliações e comentários públicos sobre o seu serviço, ferramenta de grande importância para a confiança dos seus novos pacientes.  

TikTok

A rede social chinesa se tornou febre nos últimos anos, chegando ao posto de aplicativo mais baixado no mundo em 2020.  

Entregando vídeos dinâmicos de, no máximo, 60 segundos, o TikTok é capaz de gerar engajamento a partir de conteúdos curtos, mas que se mostrem bem explicados e relevantes. 

TikTok

Sempre se atente à qualidade do seu conteúdo

Como citamos, as redes sociais são plurais e podem trazer ferramentas e dados importantes para a sua estratégia de marketing médico. 

Além de uma escolha assertiva e que seja capaz de te apresentar ao seu público, devemos ter em mente que a qualidade e relevância deste conteúdo são fundamentais para que possíveis pacientes engajem e te vejam como referência em seu serviço/especialidade. 

Boas práticas para o seu conteúdo para redes sociais incluem:

  • Respeitar as orientações e regulamentações do Conselho Federal de Medicina (CFM), evitando, por exemplo, fotos de antes e depois, divulgação de preços e anúncios de técnicas exclusivas;
  • Manter suas informações sempre atualizadas;
  • Interagir com o seu público e planejar a periodicidade de suas postagens.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As placas solares exigem muita manutenção

As placas solares exigem muita manutenção?

Astrologia signos mutáveis podem auxiliar nas relações

Astrologia: signos mutáveis podem auxiliar nas relações