in ,

Saúde mental: a importância de ter

Saúde mental a importância de ter

Quando se fala em saúde mental, é comum imaginar doenças psicológicas e seus respectivos tratamentos, seja a base de medicamentos ou com acompanhamento terapêutico. Mas uma mente saudável vai muito além das patologias.

Essa é uma questão que se relaciona diretamente com o equilíbrio da mente e a capacidade do ser humano de lidar com diversas situações, desde as mais simples até desafios sérios envolvendo impasses entre emoção e razão. 

A falta de cuidado pode levar a problemas graves ou intensificar uma adversidade já existente, que normalmente já fazem parte da predisposição de uma pessoa, como:

  • Depressão;
  • Ansiedade;
  • Hiperatividade;
  • Transtornos alimentares;
  • Entre outros.

A boa notícia é que, embora a exaustão da mente possa atrapalhar atividades corriqueiras da rotina, e a ajuda profissional seja fundamental até mesmo consultando um médico ao domicílio, é possível melhorar os hábitos cotidianos para cuidar bem da saúde mental. 

Ao longo dos anos, esse assunto recebeu uma grande carga negativa. O tema foi um tabu por muito tempo, causando, inclusive, o preconceito que ainda persiste na sociedade atual acerca dos transtornos psicológicos.

Hoje em dia, existe um esforço significativo dentro da área médica para conscientizar as pessoas a respeito da importância dos cuidados com a saúde mental, além de neutralizar esse tipo de problema para desfazer o estigma que determinadas doenças possuem.

É fundamental que todos possam buscar ajuda para conseguir viver bem e em equilíbrio consigo mesmo, da mesma forma que alguém que sente uma dor de barriga ou quebrou o braço, sem medo de sofrer qualquer discriminação por conta disso.

Se um homem está lidando com problema de baixa autoestima por estar insatisfeito com seu corpo, ele pode buscar o equilíbrio mental realizando uma massagem modeladora masculina, por exemplo. 

Portanto, no artigo de hoje conheça a importância de cuidar da saúde mental, além de receber dicas de como fazer isso da melhor forma. Acompanhe a leitura!

Por que cuidar da saúde mental?

A atenção necessária dada à saúde da mente de cada indivíduo traz benefícios essenciais para desenvolver atividades diárias fundamentais. Tal cuidado permite que as pessoas alcancem resultados positivos, entre eles:

  • Equilíbrio mental;
  • Capacidade de tomar decisões;
  • Foco e atenção;
  • Bem-estar físico e emocional;
  • Melhor interação social;

É essencial lembrar que a interação presencial não é a única forma de preservar um relacionamento social. 

É possível utilizar uma caixa de encomenda 6b para enviar correspondências para entes queridos e amigos através dos correios, por exemplo, para continuar mantendo os vínculos.

Como cuidar da saúde mental

Você já parou para pensar como realizar esses cuidados tão necessários? 

Para conseguir alcançar esse objetivo, é importante conferir algumas dicas que vão ajudar a reeducar os hábitos e a rotina pessoal, promovendo uma melhora na interação entre as emoções e o ambiente ao redor.

1 – Praticar o autocuidado 

A primeira dica para cuidar da saúde mental diz respeito ao autocuidado. É importante lembrar que esse tipo de atenção envolve diversos aspectos e vai além da saúde propriamente dita. 

O cuidado pessoal envolve permitir-se dar uma pausa na rotina, promover momentos de lazer e bem-estar, entre outros. Desse modo, não há nada errado em, eventualmente, se presentear e desfrutar de um vinho seco frutado.

1 - Praticar o autocuidado 

2 – Manter as responsabilidades equilibradas

Claro que alguns gastos são primordiais e é preciso ter clareza entre as prioridades para não se perder. 

Mas um aspecto fundamental é ter equilíbrio entre as responsabilidades, para manter a mente sã e não tomar o rumo errado em meio às atividades que de alguma forma nos “sugam” diariamente.

Então é válido separar uma parte do orçamento para dedicar aos pequenos prazeres pessoais, mas é preciso manter o equilíbrio das responsabilidades e dar prioridade para coisas como a escola particular integral das crianças, por exemplo.

Esse tipo de organização permite ter uma administração funcional em relação aos compromissos familiares, e ajuda a manter a mente calma e tranquila ao ver que as atividades e deveres estão em dia.

3 – Ser organizado e adquirir novos hábitos

É sabido que o ambiente onde você vive ou trabalha também interfere na saúde mental. Por esse motivo, cuidar desses locais é cuidar de sua mente: manter o lugar limpo e organizado é um dos requisitos para ter uma mente saudável.

Adquirir novos hábitos ajuda a renovar a forma mecânica de pensar nas mesmas coisas a todo o momento. Essa ideia pode ser aplicada em relação à dinâmica de organização do meio de convivência da pessoa, para tornar seu dia a dia mais agradável.

Embora não pareça, os objetos de uso cotidiano fazem bastante diferença na sensação de qualidade de vida. Por isso que itens como um porta papel de acrílico, apesar de simples, podem fazer muita diferença e ajudar bastante a manter a organização e o equilíbrio mental.

4 – Manter o corpo saudável

Da mesma forma, manter o corpo saudável e cuidar da saúde corporal, são atitudes que fazem parte dos cuidados com a saúde mental. É preciso lembrar que, muitas vezes, esse tipo de atenção está diretamente relacionado com a autoestima. 

O piso led festa  é um muito usado em eventos, com o objetivo de proporcionar lazer e diversão, quem gosta de dançar e coreografar suas melhores danças aproveite bem a piso para extravasar. 

A partir do momento em que existe um cuidado maior com o corpo e convívios sociais que envolvem atividades desse tipo, situações assim podem se tornar mais confortáveis e realmente divertidas. 

A sensação de ansiedade e o medo da aceitação pública podem diminuir muito.

Além, é claro, de liberar substâncias que estimulam o prazer, auxiliando a manter o equilíbrio das atividades mentais. Por essa razão, é fundamental estabelecer uma rotina de cuidados saudáveis com o próprio corpo.

5 – Saber pedir ajuda quando precisar

Uma dica essencial para manter a saúde mental é saber pedir ajuda sempre que for necessário. Isso se aplica tanto para buscar auxílio médico quando a pessoa identificar que há algo errado, quanto para solicitar assistência com atividades diárias.

Consultar um profissional da área da saúde é fundamental para receber o diagnóstico adequado e ter acesso a acompanhamento e tratamentos necessários, principalmente quando o paciente conseguir identificar sinais de algum problema em seu comportamento.

Mas, além disso, é importante saber a hora de fazer uma pausa, respirar fundo e pedir ajuda a alguém quando perceber que há algo errado. Solicitar apoio de outra pessoa não pode ser motivo de vergonha.

Entretanto, esse pode ser um passo fundamental para ajudar a aliviar a sobrecarga de atividades e pensamentos que ocupam a mente. 

Dessa forma, ao compartilhar as angústias com alguém, uma tarefa difícil torna-se mais simples e permite equilibrar melhor a saúde mental.

6 – Aprender a dizer “não”

Não concordar ou aceitar uma proposta pode ser um desafio, mas é um exercício muito saudável. Muitas vezes, concordamos com coisas que não queremos por medo da opinião alheia, caso a gente negue.

Mas consentir algo que contraria valores, princípios – ou pior ainda, a vontade própria – pode ser muito prejudicial para a saúde mental daquela pessoa. Por essa razão, é fundamental saber falar “não” sempre que for preciso.

7 – Praticar atividades físicas

Exercitar o corpo também é uma forma de cuidar da mente e manter a saúde em dia, uma vez  que estimula o equilíbrio entre a emoção, as decisões racionais e o corpo, através da liberação de endorfina, um hormônio fundamental para aliviar tensões e estresse.

A boa notícia é que não é necessário ter um profissional para desenvolver atividades físicas e exercitar esse tipo de relação entre a mente saudável e o corpo. Você pode começar com essa prática fazendo, uma ou duas vezes por semana, aula de fitdance para iniciantes.

7 - Praticar atividades físicas

A importância da saúde mental

Ao abordar o assunto da saúde mental, é importante ressaltar que trata-se de um problema grave que abrange muito mais do que doenças, transtornos e tratamentos clínicos. 

Embora seja comum associar essas questões e imaginar distúrbios, é preciso ir além desse estigma.

A mente saudável é fundamental para manter o equilíbrio entre as emoções, ações, decisões e orquestrar as atividades do cotidiano, por exemplo. Um bom psicológico possibilita estabelecer raciocínios lógicos, coerentes e adequados para cada situação.

Buscar ajuda médica, nesses casos, sempre que a pessoa identificar que alguma coisa que lhe parece fora do normal em sua vida, é essencial. A saúde mental é fundamental e não pode ser deixada em segundo plano. 

Porém, mesmo sendo necessário a ajuda médica, é possível que sozinho, você seja capaz de corrigir alguns hábitos para melhorar sua rotina e reduzir as chances de desenvolver doenças causadas pela exaustão mental. 

O autocuidado, a prática de atividade física, manter o corpo saudável, equilibrar as responsabilidades e saber a hora de dizer “não”, como citamos no decorrer desse texto, são alguns exemplos de como cuidar de si mesmo no cotidiano para ter a mente saudável.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Você gostou?

0 points
Upvote Downvote

Total votes: 0

Upvotes: 0

Upvotes percentage: 0.000000%

Downvotes: 0

Downvotes percentage: 0.000000%

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

Comments

comments

10 dicas para melhorar seu inglês

10 dicas para melhorar seu inglês

5 dicas para falar em público

5 dicas para falar em público