in ,

Segurança do trabalho: entenda sobre o curso

Segurança do trabalho entenda sobre o curso

Um dos elementos mais importantes no dia a dia de uma empresa é, sem dúvida, a segurança do trabalho. Prevenir acidentes e doenças ocupacionais é a melhor maneira de proteger os colaboradores de uma companhia. 

Como é sabido, o ambiente de trabalho pode apresentar alguns riscos para os funcionários. Evitar esse tipo de situação é essencial, além de ser obrigatório por parte do estabelecimento. 

Para regulamentar essa questão, existem normas e leis vigentes que devem ser seguidas pela empresa e pela equipe de colaboradores do local, sendo esse um dever de todos. 

Esse cuidado é importante, principalmente quando se analisa dados relacionados a acidentes de trabalho no Brasil. 

A cada 3 horas e 40 minutos ocorre uma morte por acidente de trabalho. Além disso, de acordo com o Observatório Digital de Segurança e Saúde do Trabalho, 17.200 pessoas morreram em decorrência de incidentes ou doenças desse gênero entre 2012 e 2018. 

Como é possível perceber, todo o cuidado é pouco quando se trata da vida dos colaboradores. Sendo assim, empresas de instalação elétrica e de diversos outros ramos precisam estar atentas e investir na segurança da sua equipe. 

Para ajudar nesse processo, é possível contar com os conhecimentos de um profissional em segurança no trabalho, que possui a capacitação necessária para oferecer o suporte e dar diretrizes para que a empresa siga as normas e regulamentações vigentes. 

Quem deseja atuar como técnico em segurança do trabalho deve passar por uma formação específica, que vai prepará-lo para exercer o seu cargo com a devida preparação e confiança, indispensáveis nesse tipo de profissão. 

Se você se interessa pela área e quer conhecer melhor as características do curso, siga na leitura deste conteúdo e entenda mais sobre as funções, a importância e a formação para se tornar um profissional do segmento.

O que faz um técnico de segurança do trabalho?

Para que uma empresa esteja devidamente segura, ela precisa contar com uma série de equipamentos, como um hidrante de parede, além de seguir as normas estipuladas pelos órgãos do trabalho. 

De qualquer maneira, a presença de um técnico de segurança do trabalho pode ser indispensável para os mais diversos tipos de nicho de atuação, uma vez que ele possui funções bastante específicas, tais como:

  • Inspecionar as instalações e equipamentos da empresa;
  • Verificar se eles estão dentro das normas estabelecidas;
  • Encontrar fatores de risco ou perigo no ambiente;
  • Propor ações para evitar acidentes e doenças;
  • Implementar modelos de segurança no local;
  • Fazer testes e pesquisas na área;
  • Coordenar equipes;
  • Acompanhar perícias e auditorias realizadas no local. 

Por atuarem em ações como as mencionadas, é possível dizer que o técnico em segurança no trabalho pode ser fundamental para garantir a proteção de todos os presentes dentro de uma empresa, e certificar que ela esteja sempre dentro da lei. 

A depender do tipo de nicho em que a companhia atua, o profissional precisará ainda se especializar na área, para ter a certeza de que todas as exigências estão sendo cumpridas. 

Para atuar em um estabelecimento especializado em manutenção elétrica industrial, por exemplo, ele precisará entender de procedimentos específicos da área, indicando os EPIs (equipamentos de proteção individual) mais apropriados para cada atividade. 

Com o passar do tempo, é possível se tornar supervisor, analista e coordenador de segurança do trabalho, o que mostra que a profissão não é estagnada e oferece possibilidades de crescimento interessantes. 

A importância do técnico de segurança do trabalho

Como é possível perceber, contar com um profissional especializado em segurança no trabalho, é de suma importância para uma empresa, pois possibilita que ela esteja dentro dos padrões ideais e cuide dos seus funcionários.

Do mesmo modo que solicitar um exame toxicológico admissional faz parte dos protocolos de segurança da empresa, investir em outros cuidados no dia a dia é essencial para a proteção de todos que estão presentes diariamente no local. 

1. Maior qualidade de vida para os funcionários

O primeiro ponto que deve ser mencionado é que o trabalho realizado pelo profissional de segurança do trabalho oferece maior qualidade de vida para os colaboradores, pois visa aumentar o bem-estar deles, assim como de proteger a sua saúde. 

Funcionários que se sentem bem acolhidos e preservados pelos seus empregadores trabalham mais felizes, e se sentem valorizados no dia a dia do seu trabalho.

2. Aumento da produtividade interna

O próximo destaque se torna o aumento da produtividade, pois os colaboradores que trabalham satisfeitos mostram melhores desempenhos durante a sua jornada de trabalho. 

Dessa forma, todos trabalham mais e de maneira otimizada, sem que isso se torne uma carga pesada no dia a dia do estabelecimento e na jornada de trabalho do colaborador. 

3. Capacitação consciente da equipe

Assim como um sistema de cartão de ponto é importante para manter a organização da empresa, outro investimento da área de segurança no trabalho é o da capacitação da equipe. 

Garantir que os procedimentos corretos sejam seguidos, que os equipamentos de segurança sejam utilizados e que os processos internos sejam realizados nas suas devidas etapas, é fundamental para a proteção dos colaboradores.

3. Capacitação consciente da equipe

Isso porque a consciência de que não deve haver pressa em avançar em fases que prejudiquem o trabalho, ou que um determinado EPI é indispensável para a proteção do colaborador, pode ser uma ação que implicará na proteção à vida dele. 

4. Prevenção de gastos e responsabilidade social

Vale mencionar também que, ao investir em segurança e prevenir acidentes, a empresa pode evitar gastos com possíveis indenizações que, a depender do ocorrido, podem ser bastante onerosas. 

Como não poderia deixar de ser, quando ocorre qualquer tipo de incidente no local de trabalho, o colaborador é afastado, e a empresa não deixa de arcar com os custos da contratação dele. 

Em caso de internação ou de necessidade de tratamento médico prolongado, é fundamental que a companhia se mostre solícita ao empregado, estando sempre a disposição e mostrando a sua responsabilidade social com os colaboradores. 

5. Gestão organizacional e otimização do relacionamento interno

A administração de um estabelecimento possui uma série de demandas, que podem ir desde a realização de um treinamento designado cipa até o gerenciamento de benefícios concedidos a todos os funcionários. 

A segurança no trabalho também está incluída nessas responsabilidades, e saber como aplicá-la e conduzi-la no dia a dia é fundamental. 

Sendo assim, a empresa que conta com a presença de um técnico de segurança no trabalho pode ter uma melhor gestão organizacional, pois ele estará sempre empenhado na capacitação e observação da equipe e da rotina do local. 

Além disso, existe uma otimização do relacionamento interno, uma vez que há um responsável direto pelo cumprimento e supervisão dos pontos pertinentes à segurança no ambiente. 

Esses são apenas alguns dos pontos que mostram a importância do trabalho de um profissional de segurança no trabalho que, assim como os responsáveis pela emissão de um laudo de spda, monitoram e asseguram que tudo está dentro dos padrões legais. 

A formação de um profissional de segurança no trabalho

Existem dois tipos principais de formação para quem deseja atuar na área: a técnica e a tecnóloga. Na técnica a capacitação ocorre de maneira mais rápida, em cerca de um ano e meio, sendo considerada de nível médio. 

Na tecnóloga, ela é feita de modo mais longo, com duração média de três anos, sendo por isso de nível superior. 

Áreas de estudo no curso técnico

Quem opta por cursar o ensino técnico deve conhecer algumas áreas principais, sendo elas: Administração Aplicada, Informática Aplicada, Matemática e Estatística, Ergonomia, Ética e Cidadania, Sistemas de Gestão, Empreendedorismo e Organização Industrial.

Além disso, também deverá ser aprovado em matérias como Saúde do Trabalhador, Gerenciamento de Riscos, Proteção ao Meio Ambiente, Segurança em Instalações Industriais, Normas e Legislação e Investigação de Acidentes. 

Para se especializar ainda mais, precisará dominar áreas como Saúde e Segurança em Setores Específicos, Prevenção e Combate A Incêndios, Higiene e Segurança no Trabalho

e Tópicos de Segurança do Trabalho.

No curso tecnólogo, alguns conhecimentos mais específicos são passados ao aluno. Entre eles: Controle da Qualidade, Auditoria, Computação e Informática, Gestão de Pessoas, Psicologia do Trabalho, Probabilidade e Estatística, etc.

Ao mesmo tempo, há a necessidade de aprender mais sobre Doenças Ocupacionais, Gerenciamento de Riscos, Laudos e Perícias, Normas e Legislação, Gestão Ambiental e Responsabilidade Social, entre outros. 

Sobre o conhecimento específico de segurança no trabalho, deverá se formar em Primeiros Socorros, Saúde do Trabalhador, Investigação de Acidentes, Projeto Integrado de Segurança em Ambientes Laborais e nas demais áreas do curso técnico.

Com todo esse domínio da profissão, o trabalhador especializado no setor consegue se colocar bem no mercado, encontrando boas oportunidades e condições de contratação. 

No Brasil, atualmente cerca de 340 mil profissionais já atuam no setor, mas a demanda ainda existe e está longe de ser suprida. 

De fato, do mesmo modo que quem vai comprar uma catraca eletrônica procura por boas recomendações, quem deseja investir em uma boa carreira na área de segurança no trabalho deve se especializar e estar sempre se atualizando com cursos de qualidade. 

Por isso, se você deseja se tornar um técnico em segurança no trabalho, não deixe de buscar por uma boa qualificação profissional e tenha maior facilidade de atuar na área com sucesso e reconhecimento. 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Certificação Quais são as importâncias para o mercado de trabalho

Certificação: Quais são as importâncias para o mercado de trabalho?

Cidadania Americana Conheça o passo a passo para tirar a sua!

Cidadania Americana: Conheça o passo a passo para tirar a sua!