in

É possível morar no interior e trabalhar em São Paulo?

É possível morar no interior e trabalhar em São Paulo

Você já se imaginou morando em uma cidade e trabalhando na outra? Confira o que motiva as pessoas a fazerem isso e como a pandemia intensificou esse fenômeno ainda mais

Com o desenvolvimento da tecnologia, hoje é possível trabalhar de qualquer lugar do mundo, sem precisar morar na cidade (ou em alguma cidade próxima) da sede do escritório da sua empresa.

Conhecido como trabalho remoto, ou home office, esse modelo se popularizou muito desde o início da pandemia em todo o mundo. 

Se, por um lado, as empresas puderam expandir e diversificar a origem dos seus funcionários, por outro, as pessoas se viram livres para morar em outras cidades em que estivessem mais próximas de suas famílias e/ou aumentassem a sua qualidade de vida.

Dados apontam que a busca por imóveis em cidades do interior próximas à capital paulista cresceu 340% no mês de maio de 2020 em comparação ao mês de janeiro, o que mostra a explosão desse fenômeno no estado.

Quem mora na cidade de São Paulo sabe bem a dificuldade que é ter isso morando na maior cidade da América Latina, saindo da Rodoviária do Tietê.

Um fenômeno que se popularizou ainda no último ano foi morar no interior e vir para a capital para trabalhar — muitas pessoas já viviam em cidades vizinhas e faziam isso, mas o novo contexto trazido pela Covid-19 intensificou isso ainda mais. Veja mais como fazer esse movimento.

É possível morar no interior e trabalhar em São Paulo

Motivações

Se você já se pegou imaginando como seria mudar de cidade, a primeira pergunta a se fazer é: quais seriam as suas motivações para fazer isso?

Via de regra, algumas razões que estimulam as pessoas a fazerem isso é busca por mais qualidade de vida e segurança, um custo de vida menor e menos trânsito e poluição, entre outros elementos que fazem a vida na capital paulista mais desafiadora. 

Outra enorme vantagem é: ao trabalhar para alguma empresa da capital, os funcionários terão a remuneração compatível com a da cidade, mas um custo de vida de cidade do interior, o que permite um maior conforto financeiro.

É bom sempre lembrar que o processo de mudar não só de endereço, mas de cidade, é trabalhoso, exige tempo para pesquisar novos locais de moradia, transportadoras e preparar os itens que serão levados para a nova casa. Considere tudo isso para na hora de decidir mudar ou não.

O mais recomendado é que você possa fazer alguns dias de trabalho remoto, pois isso reduziria a necessidade de se deslocar até a cidade de São Paulo.

Fazer isso todos os dias demanda tempo e dinheiro para o transporte. Por isso, verifique com a sua empresa a possibilidade de trabalhar de casa algumas vezes na semana.

Motivações

Escolher a nova cidade

Outro desafio importante é: como escolher a nova cidade para morar?

Como existe a necessidade de se deslocar pelo menos algumas vezes por semana até a sede da sua empresa em São Paulo, é recomendado não morar em uma cidade longe da capital.

Além do tempo de deslocamento, outros fatores importantes que devem ser considerados são: o seu nível de disposição (já que você pode pegar trânsito na estrada), o horário de entrada no trabalho e os custos envolvendo o deslocamento.

Para quem prefere morar no litoral, algumas opções mais conhecidas estão na Baixada Santista (região que reúne diversos municípios, desde Santos, São Vicente, Mongaguá, Guarujá, entre outros).

Para o litoral norte, Bertioga é uma opção procurada. Quem prefere um clima interiorano, pode ir para Atibaia, Jundiaí, Socorro, Campinas, Limeira, Americana, entre outras.

É fundamental pesquisar informações sobre a cidade para onde você pensa em mudar: qual é o custo de vida, as condições das estradas locais, os índices de segurança e como é a infraestrutura das políticas públicas locais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Como estudar Direito Processual e Direito Processual Penal

Como estudar Direito Processual e Direito Processual Penal

Como potencializar suas vendas nos períodos sazonais

Como potencializar suas vendas nos períodos sazonais