in ,

Qual a diferença entre as estratégias SEO e SEM?

Qual a diferença entre as estratégias SEO e SEM

Com a crescente competitividade do mercado, todas as empresas que desejam se manter fortes ou aumentar sua abrangência tem buscado estratégias de marketing digital para esse fim.

Porém, o marketing digital é uma área muito abrangente e que consiste em diversas técnicas, ferramentas e estratégias para suprir as diversas necessidades que uma empresa pode ter quando o quesito é relacionamento com o público, captação de leads e vendas.

Mas nos últimos anos, a procura por duas estratégias específicas têm aumentado significativamente. São elas o SEO e SEM, abreviação para Search Engine Optimization e Search Engine Marketing respectivamente.

Apesar dessas estratégias terem distinção em seus métodos, elas podem ser complementares para garantir o sucesso das campanhas de marketing de um lar para idosos com alzheimer ou até um e-commerce de moda masculina. 

Com isso, entender as distinções e semelhanças do SEO e SEM são fundamentais para saber quais serão mais benéficas para a empresa que deseja maximizar sua abrangência no meio digital.

O que é SEO?

O SEO, ou em português Otimização para Motores de Busca, trata-se de um conjunto de técnicas que ajudam as páginas de um site ou blog a se posicionarem bem nos resultados de busca de forma completamente orgânica.

A maior vantagem de usá-lo é o aumento do tráfego orgânico, ou seja, quando um usuário faz uma pesquisa em algum buscador e clica para visitar uma página por meio da busca, a empresa não precisa pagar por isso.

Por exemplo, se alguém pesquisar transformador máquina de solda, encontrará o site de uma empresa que fabrica esse item e com isso, pode chegar a entrar, se interessar pela oferta e adquirir o produto.

Porém, é preciso notar que os resultados orgânicos tendem a ser mais lentos do que os com anúncios pagos. Isto é, essa estratégia é de longo prazo.

Mas com o uso dessa estratégia de otimização, um site e seus conteúdos se tornam verdadeiramente relevante por meio dos seguintes elementos:

  • Palavras-chave adequadas;
  • Imagens com qualidade;
  • Título chamativo;
  • Boa descrição de produtos e serviços;
  • Conteúdos valiosos e interessantes.

Essa estratégia pode ser aplicada em qualquer tipo de plataforma web, porém algumas se destacam mais para esse uso, como é o caso do WordPress. 

Vale ressaltar também que existem 4 pilares fundamentais do SEO que são: SEO técnico, SEO on-page, SEO off-page e conteúdos.

SEO Técnico

Trata-se de melhorar toda a estrutura técnica de um site otimizando sua velocidade, compatibilidade para dispositivos móveis, uso de dados, segurança, indexação e rastreabilidade.

Para exemplificar, imagine um usuário que esteja pesquisando por camisa social preta cetim masculina.

E daí ele encontra esse item em um e-commerce de moda masculina cujo site carrega rapidamente e tem uma descrição detalhada do item com imagens de qualidade.

Com certeza as chances desse usuário efetuar a compra nesse site serão bem maiores do que em um site lento com pouca descrição das peças e imagens de péssima qualidade.

SEO Técnico

SEO On-page

O SEO On-page tem mais a ver com as otimizações das páginas internas de um site e que auxiliam os mecanismos de pesquisa a compreender o conteúdo, contexto, título e otimização de meta tags, alt tags, imagens e outros elementos importantes.

Essa parte da estratégia de SEO pode ser observada avaliando os resultados de um centro educacional que otimizou as páginas do seu site institucional permitindo que pais interessados em matricular seus filhos em uma creche período integral a encontrasse.

SEO Off-page

Essa parte pode ser definida como as técnicas usadas para construção de autoridade de um site ou página focando em melhorar a credibilidade do site perante os olhos dos mecanismos de busca.

Ao atingir essa confiança, os buscadores permitem aos usuários pesquisarem sobre determinado produto, serviço ou assunto, e conseguirem ver os melhores resultados para essa pesquisa.

Quanto mais confiável e bem estruturado um site for, maior seu ranqueamento podendo chegar até as primeiras posições do Google (que são as mais disputadas) e, assim, atrair um tráfego orgânico muito maior.

Conteúdos

Como um dos principais fatores do ranqueamento nos motores de busca, o conteúdo são as publicações escritas, textuais e metatextuais que o blog de uma empresa pode ter.

Eles são fundamentais para gerar autoridade e para ranquear as páginas de conteúdo nos buscadores de forma a atingir os primeiros rankings de pesquisa em uma determinada palavra-chave.

Assim, por exemplo, se uma pessoa pesquisar por porta pivotante branca laqueada preço, ela poderá encontrar os conteúdos do blog de uma empresa especializada neste serviço e possivelmente fazer negócio com a mesma.

O que é SEM?

O SEM, ou em português Marketing Para Mecanismos de Busca, é um meio que utiliza estratégias pagas para aumentar a visibilidade nos motores de busca. É também conhecido como PPC (Pay Per Click).

Em vez de usar estratégias para ajudar um site a se classificar organicamente, o SEM usa plataformas de publicidade paga, como Google Ads e Bing Ads, fazendo o uso de diversos formatos de anúncio que estão disponíveis para atingir o público-alvo desejado.

Como estratégia, isso engloba tudo, desde configurar e otimizar anúncios pagos até gerenciar contas para aumentar as conversões e os retornos da empresa.

Assim, um fornecedor de expositor de ferro para lojas pode usar as campanhas de tráfego pago para aumentar rapidamente as vendas de seu negócio.

Os especialistas em SEM normalmente executam campanhas por meio de pesquisa abrangente de palavras-chave e análise competitiva, que pode ser realizada com as ferramentas disponíveis para esse fim.

Tudo isso funciona em conjunto para a criação de campanhas direcionadas, que mostram os produtos e serviços certos, a um público-alvo mais propenso a adquirir aquilo que está sendo oferecido.

As diferenças e semelhanças entre SEO e SEM

Apesar de definir bem cada um, é importante apontar quais as principais diferenças e semelhanças entre cada estratégia.

Por isso, quando se trata de SEO e SEM, conhecer esses detalhes poderá fazer total diferença na hora de escolher qual usar para atingir o objetivo da empresa, seja vendas ou construção de autoridade.

Cliques pagos no SEM e “grátis” no SEO

Diferente do SEO, quando se trata de SEM, o anunciante paga para estar entre os resultados de pesquisa. Isso significa que a cada clique em um anúncio será descontado um valor determinado da verba destinada a anúncios.

Já no SEO, o único investimento é tempo. Então, apesar do ranqueamento ser mais demorado, os cliques dos usuários não representam um “perigo” financeiro para a empresa justamente por serem grátis.

Dessa forma, se uma pequena empresa de moveis planejados para loja de roupas estiver em dúvidas sobre qual estratégia começar, recomenda-se usar o SEO caso o fator financeiro ainda seja mais limitado.

Cliques pagos no SEM e “grátis” no SEO

SEM é rápido; SEO, a longo prazo

Apesar de ambas as estratégias serem ótimas, para algumas empresas que desejam ter um resultado mais rápido, optar pelo SEM pode ser a melhor opção.

Isso porque, por meio dos anúncios, o site ou página estará disponível de entre os resultados de pesquisa que ficam logo acima da pesquisa orgânica.

Assim, se uma pessoa pesquisar por “kit festa de aniversário para 20 pessoas”, ela poderá ver o anúncio de uma empresa que realiza esse serviço e, então, entrar em contato logo de cara por ver ele primeiro do que os resultados orgânicos.

SEO gera resultados constantes

Uma das partes mais interessantes do SEO é a possibilidade de geração de resultados constantes após o ranqueamento nos motores de busca devido à possibilidade de visibilidade a longo prazo.

Esse retorno pode parecer devagar no começo, mas com a estratégia bem alinhada e o tempo, é possível ver uma escalabilidade muito maior. Diferente dos anúncios pagos que, ao parar de investir neles, a visibilidade cairá instantaneamente.

Testes e ajustes das campanhas de SEO e SEM

Ambas as campanhas podem ter performances muito boas, porém ajustes em públicos, palavras-chaves e outros pontos sempre serão necessários para garantir a performance dessas estratégias.

Com isso em mente, é importante saber que o SEM é mais eficaz na análise e no teste dos resultados que estão sendo obtidos. Isso pode ser feito de forma rápida, e logo em seguida as campanhas podem ser colocadas no ar novamente.

Porém, quando se trata de SEO, os testes e ajustes podem ser mais complicados devido à natureza do algoritmo usado pelos mecanismos de busca. Ele é responsável por indexar os conteúdos e páginas, ou seja, exibir elas quando um usuário pesquisa por algo relacionado.

Assim, apesar dos testes serem extremamente importantes, é necessário mais cautela ao realizar os testes, já que levam dias ou até semanas para os buscadores fazerem a indexação. Só aí é possível analisar os outros resultados e comparar com o anterior.

Considerações finais

As estratégias e técnicas de SEO e SEM vêm sendo usadas como formas de aumentar a autoridade, vendas e resultados das empresas que a utilizam em seu marketing digital.

As duas têm prós e contras, portanto cabe ao empresário ou profissional de marketing avaliar quais meios são necessários para atingir os objetivos da empresa.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Atendimento humanizado o que é e qual a importância para as empresas

Atendimento humanizado: o que é e qual a importância para as empresas?

Stories do Instagram como divulgar um produto para aumentar as vendas

Stories do Instagram: como divulgar um produto para aumentar as vendas