in ,

Profissão eletricista: o que faz, formação e salário

Profissão eletricista o que faz, formação e salário

Se você tem o desejo de ser um eletricista profissional, mas não sabe o que é necessário para se profissionalizar ou ainda tem dúvidas sobre as funções de um eletricista, está no lugar certo!

Abordaremos neste artigo tudo sobre a profissão eletricista: conheceremos o que esse profissional faz, qual é a formação exigida para se tornar um eletricista, e o salário médio recebido por um eletricista no Brasil. Vamos à leitura?

O que faz um eletricista?

O eletricista é o profissional responsável por realizar instalações elétricas, além de sua manutenção e reparação, em residências e na indústria. 

O profissional eletricista também pode realizar instalação e reparos em aparelhos elétricos, eletrônicos e nas redes de distribuição de energia.

Ele pode também realizar instalação de quadros de distribuição de força, analisar consumo de energia, identificar defeitos elétricos e reparar ou realizar a substituição de peças e componentes eletrônicos a fim de restaurar o correto funcionamento dos equipamentos.

Onde um eletricista pode atuar?

Um eletricista pode atuar em diversos tipos de segmentos, seja na construção civil ou industrial, nas residências, em empresas de manutenção, como autônomos, ou ainda prestar concurso para funcionário público.

Qual a formação necessária para profissão eletricista?

Para ser um eletricista é recomendado ter o ensino médio completo, embora não seja obrigatório. Caso o profissional deseje concluir o ensino superior, a melhor opção de faculdade para a profissão de eletricista é a Engenharia Elétrica.

Também é desejável que o profissional busque uma certificação e qualificação através de cursos técnicos em Eletricista Instalador e Técnico Eletricista. 

Além dos cursos técnicos, existe ainda uma ampla variedade de cursos livres online ou no SENAI, nas áreas de eletrotécnica, instalações elétricas de interiores, segurança em instalações elétricas e outras opções que oferecem um aprofundamento em determinadas áreas da profissão.

Vale a pena concluí-los para se tornar um profissional mais qualificado, ampliar sua formação técnica e concorrer a melhores vagas.

Os cursos para eletricista têm uma duração média de 2 anos (cursos técnicos) e 5 anos (curso superior). O curso de eletricista  deve possuir aulas teóricas e práticas e entre o seu conteúdo obrigatório está:

  • lei da eletricidade;
  • sistemas e circuitos elétricos;
  • segurança em eletricidade;
  • esquemas de sistemas elétricos;
  • soldas e atividades similares;
  • código Elétrico Nacional;
  • normas técnicas.

Aqui você pode fazer um CURSO DE ELETRICISTA PROFISSIONALIZANTE.

Qual a formação necessária para profissão eletricista?

A profissão de eletricista é segura?

Sim, a profissão de eletricista é segura. Mas para isso é preciso tomar as devidas precauções para garantir a sua segurança e a de seus colegas durante o trabalho.

O profissional eletricista deve conhecer as normas de segurança para trabalho com eletricidade e para trabalho em altura, especialmente a NR-10, que aborda os requisitos e as medidas de segurança para profissionais do setor.

Deve ser conhecedor também de noções básicas de primeiros socorros.

Além disso, é fundamental que o eletricista sempre faça o uso correto dos equipamentos de proteção individual (EPI) para eletricistas, além de utilizar ferramentas como o multímetro (aparelho que mede diferentes grandezas em uma corrente elétrica, como intensidade, voltagem e resistência) e amperímetro (dispositivo graduado em amperes, que tem a função de medir a intensidade da corrente elétrica).

Alguns dos equipamentos de segurança obrigatórios para eletricistas são:

  • botina dielétrica;
  • luva isolante;
  • manga isolante;
  • protetor facial;
  • cinto de segurança para trabalho em altura
  • capacete classe b.

Quais são as normas que um profissional eletricista deve seguir?

São três as normas essenciais para a profissão eletricista. Vamos apresentar brevemente cada uma delas:

NR 10 — Segurança em Instalações e Serviços em Eletricidade

A NR10 trata das normas de segurança nas instalações elétricas, primeiros socorros e prevenção de acidentes.

Os eletricistas devem realizar um treinamento obrigatório a respeito desta norma, elaborado pelo Ministério do Trabalho e Emprego (TEM).

NBR 5410 — Instalações Elétricas de Baixa Tensão

A norma NBR 5410 foi criada pela ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) para tratar a respeito da segurança e regras em instalações de baixa tensão.

Norma de Instalação das Concessionárias

Cada região do país tem características diversas em relação ao sistema elétrico.

Devido a este fato, as concessionárias têm normas próprias para instalações elétricas à rede elétrica da concessionária em casas, comércios ou indústrias.

Qual é o salário de um eletricista?

A média salarial para um eletricista gira em torno de R$ 1.400,00 a R$ 2.000,00, segundo os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

O cargo de eletricista não tem um piso salarial único válido para todo o país, por isso, esses valores podem variar de acordo com a sua localidade. 

O salário também tem uma oscilação de acordo com a função exercida. A média salarial de cada função oscila em torno dos seguintes números:

  • Eletricista de Ar Condicionado: R$ 1.460,38
  • Auxiliar de Eletricista: R$ 1.048,45
  • Eletricista Industrial: R$ 1.883,94
  • Eletricista Eletrônico: R$ 2.524,78
  • Eletricista de Empilhadeira: R$ 2.173,50
  • Eletricista de Força e Controle: R$ 1.994,93
  • Eletricista de Instalações: R$ 1.354,21
  • Eletricista de Manutenção Industrial: R$ 2.365,85
  • Eletricista Montador: R$ 1.652,15
  • Eletricista Montador de Painel: R$ 1.666,97
  • Eletricista Predial: R$ 1.530,61
  • Eletricista de Veículos: R$ 1.692,74
  • Mecânico Eletricista: R$ 1.959,01
  • Meio Oficial Eletricista: R$ 1.264,83
  • Oficial Eletricista: R$ 1.386,61
  • Técnico Eletricista: R$ 2.270,71

Qual é o salário de um eletricista?

Precisa de licença para a profissão de eletricista?

Sim. Para atuar na área é necessário obter o licenciamento. Esse é um processo burocrático e varia de região para região. 

Para obter essa licença é necessário acessar o site do Ministério do Trabalho e consultar a respeito da Carteira de Aptidão Profissional, ou ir ao órgão de Direção-Geral de Energia de sua cidade.

Para tirar a licença é necessário a realização de exames que comprovam os seus conhecimentos na área de eletricidade. 

O mercado de trabalho para eletricista está em alta. Existe carência de profissionais que estejam devidamente qualificados para atender a demanda em diversas regiões do país.

Vimos neste artigo um pouco sobre a profissão eletricista. Conhecemos a sua função, descobrimos qual é a formação necessária para o cargo e o salário que um eletricista profissional pode receber. Então, você tem tudo o que precisa para seguir esta profissão?

Continue acompanhando o nosso blog para ter acesso a mais conteúdos como este, e aproveite para se inscrever em nosso curso de eletricista residencial e predial!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Benefícios de gerenciar uma boa rotina nas empresas

Benefícios de gerenciar uma boa rotina nas empresas

A importância da psicologia na educação

A importância da psicologia na educação