in , ,

A importância da linguagem inclusiva no marketing de conteúdo

A importância da linguagem inclusiva no marketing de conteúdo

Não existe nada mais importante do que otimizar o trato com as emoções humanas para que se obtenha sucesso em uma prática voltada ao marketing nos tempos atuais.

Neste contexto, se ater à linguagem inclusiva é essencial para alcançar todas as diversidades.

Nem sempre é possível alcançar a todos na hora de se expressar. Infelizmente, existem alguns termos que, embora tidos como gerais ou abstratos, falham em trazer a sensação de inclusão para aqueles que escutam os seus superiores no ambiente profissional.

Assim, nos casos em que um colaborador de uma empresa de pavimentação asfáltica precisa alcançar um determinado operário na sua comunicação, se faz necessário o uso das palavras adequadas, em vista de se evitar um conflito em uma situação acalorada.

Da mesma forma, com o crescimento das políticas em favor das diversidades e das causas sociais, não é mais possível trabalhar em uma empresa de destaque sem estar por dentro daquilo que compõe as relações, das baias para escritório até os refeitórios.

Por esta razão, e para que seja possível ver neste artigo um guia útil sobre o assunto, o conceito da linguagem inclusiva e o peso da sua importância serão abordados como tema, junto com os impactos que esta prática pode causar no dia a dia.

Seja fazendo a emissão de um atestado de saúde para academia ou imprimindo um relatório de obra, o bom uso das práticas de inclusão na comunicação estão se mostrando cada dia mais essenciais e é preciso que os profissionais estejam sempre atentos a isso.

Em que consiste a linguagem inclusiva?

De forma simples, essa abordagem trata-se de uma ferramenta de comunicação, textual ou mesmo oral, que se preocupa primordialmente em não diminuir ou excluir nenhum grupo de pessoas através das adaptações de vocabulário, sem tirar nada do idioma.

Em linhas gerais, é uma linguagem que busca agregar ao invés de afastar ou agredir e, dessa forma, englobar todos os estilos de narrativas sem alterar a língua portuguesa e sua gramática, tendo em vista que linguagem inclusiva e neutra são coisas diferentes.

Ainda assim, a comunicação de inclusão tem como propósito trazer a representatividade e a possibilidade de identificação por meio de uma abordagem falada ou grafada.

Dessa maneira, ela faz menções a todos os indivíduos que integram a empresa, de forma individual e coletiva. Isso traz concretude à inclusão social no ambiente da organização, de todos os grupos contidos na sociedade.

No caso da língua portuguesa, se faz ainda mais importante a adoção da linguagem de inclusão, uma vez que, a partir dos anos 1960, o gênero masculino começou a ser considerado o gênero neutro do idioma brasileiro.

Dessa maneira, o português foi construído e ainda se constrói no dia a dia com grandes marcações de gênero.

Por esta razão, para não proporcionar a continuidade dessas tradições de exclusão e dar garantia a plena inclusão de um funcionário na empresa, o trato com a linguagem deve ser amplamente cuidadoso.

Sua importância para o marketing de conteúdo

No âmbito da sociedade e de forma geral, a linguagem possui um impacto que abrange tanto a vivência individual, quanto coletiva e que, desta maneira, transforma ou mesmo mantém os sistemas.

O tema da diversidade tem sido um dos mais potentes motores das mudanças sociais dos últimos anos.

Assim, se as firmas não caminharem junto a esses avanços sociais, não será possível nem mesmo trabalhar em uma empresa que faz aluguel de paletes para festa.

Sua importância para o marketing de conteúdo

A consequência de tudo isso é que o negócio irá se afastar do grande foco do mercado, que é a boa conduta das companhias em relação à sociedade em que estão inseridas, bem como ao próprio meio ambiente e ao governo local.

Mas, de maneira primordial, se afastar da conduta de inclusão é uma atitude que pode prejudicar muito uma empresa do ponto de vista da publicidade.

As bandeiras sociais, estando elas estampadas na escada de concreto com viga central ou nas imagens gráficas das redes sociais, constituem um dos maiores ativos de vendas dos últimos tempos.

Tanto do ponto de vista do olhar dos consumidores, quanto das vantagens fornecidas pelas organizações nacionais e internacionais, abraçar as diversidades nas peças de conteúdo de um negócio é um critério que não pode faltar.

Ainda se faz necessário recordar que o capital humano é base fundamental de qualquer corporação.

Dessa forma, a integração, a estabilidade e a identificação do funcionário são imprescindíveis para um ambiente de trabalho harmonioso e um marketing bem feito.

A partir desta visão, é possível pensar em algumas diversas vantagens da utilização da comunicação inclusiva nas companhias, tanto para as empresas e para o público, quanto para os colaboradores.

É possível citar dez exemplos, e eles são:

  1. Eficiência na comunicação;
  2. Otimização da sensação de pertencimento à empresa;
  3. Geração de valor ao colaborador;
  4. Bom desempenho dos papéis sociais;
  5. Representação da empresa como local confiável;
  6. Melhora da boa fama no mercado;
  7. Acompanhamento das revoluções sociais;
  8. Maior prestígio com o público geral;
  9. Abertura a denúncias de assédios e agressões;
  10. Crescimento da popularidade e do faturamento.

O fato é que nem só de lucros e fama vive uma marca. De uma bota ortopédica cano curto ao fornecimento de cadeira de rodas, as companhias que bonificam os seus colaboradores dentro das métricas da diversidade disparam na frente da concorrência.

Consequentemente, é preciso dizer que a linguagem também importa, uma vez que não é somente por meio de atos que se pratica a empatia, mas também através das palavras.

Como ser inclusivo afeta positivamente as empresas

Muito mais do que uma questão apenas ética e humanitária, o investimento em um ambiente de trabalho mais empático e diversificado é algo extremamente proveitoso para qualquer instituição que desejar aplicar essa prática na vida real.

Como afirmam as pesquisas de algumas marcas variadas do mercado, as equipes que dispõem de um alto grau de diversidade em sua composição são até onze vezes mais inovadoras nas suas atuações, possuindo funcionários até seis vezes mais criativos.

Em uma clínica de hidroterapia para idosos, por exemplo, essa vantagem constitui, na prática, um atendimento mais rápido, mais acolhedor e, por consequência, com o dobro de excelência e de feedbacks positivos por parte dos pacientes.

Como já foi listado no tópico anterior, a linguagem inclusiva também transmite a sua contribuição para a melhora da imagem das empresas no mercado.

Pesquisas apontam que a maior parte dos consumidores prefere comprar de marcas alinhadas aos próprios valores.

O dado aponta a importância de ponderar a diversidade e o grau de representatividade para construir um relacionamento que goze de uma maior proximidade entre as companhias e os seus clientes.

Como ser inclusivo afeta positivamente as empresas

Para evidenciar a importância desse cuidado com a linguagem, e como ele pode proporcionar até mesmo um crescimento nas vendas de escada para piscina de alumínio, é válido destacar a sua colaboração nos processos de:

  1. Otimização da produtividade;
  2. Crescimento do bem-estar na empresa;
  3. Captação e retenção de talentos;
  4. Construção de autoridade.

Somente por meio dos ajustes feitos no diálogo é que se pode tornar possível a construção de um ambiente corporativo saudável.

A linguagem precisa sempre estar no ritmo das mudanças da sociedade e, para maior felicidade dos interessados na luta, o debate sobre diversidade e empatia ganhou muita notoriedade nos últimos tempos.

Cada vez mais, os grupos de diferentes culturas, religiões, orientações sexuais e raças estão ocupando espaços nas mídias, na atuação pública e, sobretudo, nas empresas.

Desta maneira, é muito importante que a forma de dialogar com esse público passe por mudanças, visando ampliar essa gama de diversidade e incluir todos esses grupos, proporcionando um espaço de iguais oportunidades para o mútuo crescimento.

Não haverá avanço nem nas campanhas de marketing, nem mesmo na cultura de inclusão social da empresa, caso haja uma preferência pelos discursos tradicionais e obsoletos, ao invés de uma aceitação dos discursos vigentes no momento.

Considerações finais

Através da união mútuas dos esforços, é possível construir, dia após dia, um mundo mais inclusivo e empático para com as diferenças de todas as pessoas, independente de suas formas de serem ou se apresentarem na sociedade. 

Isso pode começar a acontecer gradativamente, de forma efetiva, dentro de uma empresa de cada vez.

E a grande verdade é que, para alcançar essa marca, é preciso que os envolvidos estejam dispostos a fazer os sacrifícios necessários.

Através da compreensão do conceito da linguagem inclusiva e da sua importância, juntamente com as consequências práticas da sua aplicação, se torna possível colher os frutos desta abordagem em tempo hábil.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Técnicas auxiliam na tomada de decisões das organizações e na consequente melhora dos resultados 

Técnicas auxiliam na tomada de decisões das organizações e na consequente melhora dos resultados 

Como criar um planejamento de conteúdos em 7 passos

Como criar um planejamento de conteúdos em 7 passos